Dupla de ídolos do Corinthians faria aniversário neste domingo

Dupla de ídolos do Corinthians faria aniversário neste domingo

Por Meu Timão

Claudio, à esquerda, e Tuffy, à direita, comemorariam aniversário neste domingo

Claudio, à esquerda, e Tuffy, à direita, comemorariam aniversário neste domingo

Foto: Divulgação

A data deste domingo é especial para o torcedor do Corinthians. Foi em um dia 17 de julho que nasceram dois dos maiores ídolos do clube do século passado: o atacante Claudio e o goleiro Tuffy.

Claudio, maior artilheiro da história do Timão, nasceu em 1922 e, se estivesse vivo, completaria 94 anos neste domingo. Já Tuffy, primeiro goleiro a conquistar a condição de ídolo diante da Fiel, nasceu em 1899, e portanto faria aniversário de 117 anos agora em 2016.

Claudio é considerado um dos maiores jogadores a vestirem a camisa do Corinthians ao longo da centenária história alvinegra. Atleta do Timão por 12 anos entre as década de 40 e 50, ele anotou 305 gols e conquistou três vezes o Rio-São Paulo e o Campeonato Paulista. Em 1957, deixou as chuteiras de lado e se tornou técnico da equipe por 14 meses.

Já Tuffy ficou conhecido pela torcida do Corinthians pela sua facilidade em pegar pênaltis. Protegido pelos zagueiros Pedro Grané e Del Debbio, se destacou em suas quatro temporadas como arqueiro do Timão nas décadas de 20 e 30. Foi tricampeão paulista pelo Timão.

Veja Mais:

  • Oswaldo defendeu utilização da cor verde em homenagem à Chapecoense

    Oswaldo comenta tragédia da Chapecoense e é mais um a defender cor verde no Corinthians

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians se despediu da Arena no empate por 0 a 0 com o Atlético-PR

    Maior do país, público do Corinthians é duas vezes a média do Brasileirão 2016

    ver detalhes
  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes