Torcedor de 15 anos e gafe: árbitro relata sinalizadores na súmula

Torcedor de 15 anos e gafe: árbitro relata sinalizadores na súmula

Por Meu Timão

67 mil visualizações 203 comentários Comunicar erro

Três torcedores foram identificados como responsáveis pelo ato

Três torcedores foram identificados como responsáveis pelo ato

Foto: Reprodução / Twitter

Árbitro responsável pelo duelo entre Corinthians e Cruzeiro nesta segunda-feira, que terminou empatado em 1 a 1, Dewson Fernando Freitas da Silva relatou o uso indevido dos sinalizadores por parte da torcida do Corinthians na súmula da partida. Dois fatos chamam atenção: a presença de um torcedor menor de idade entre os envolvidos no ato e um erro do próprio árbitro ao se referir ao clube na súmula.

LRM, de 15 anos apenas, foi apresentado ao lado de mais dois torcedores presentes nas arquibancadas localizadas no portão principal do estádio do Pacaembu, ambos responsáveis pelo ocorrido, segundo relatado em súmula.

Entretanto, Dewson Freitas, ao mencionar o nome do clube no documento oficial utilizado em partidas da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), se referiu com a nomenclatura de “E.C. Corinthians”, cometendo um erro.

Apesar do ato de indisciplina nas arquibancadas antes do início da partida e durante o intervalo, o que causou um atraso de seis minutos na segunda etapa, o Timão não sofre grande risco de punição, tendo em vista que o árbitro evidenciou a participação de responsáveis pela segurança do clube na identificação dos torcedores e condução dos mesmos após a ação.

Ainda assim, caso o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) entenda que a denúncia é possível, o Corinthians poderá ser julgado nos artigos 191 (multa de R$ 100 a R$ 100 mil) e 206 (multa de R$ 100 a R$ 100 mil por minuto de paralisação), previstos no Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Confira o relato do árbitro na súmula

"Informo que antes da partida, na execução do Hino Nacional, torcedores do E.C. Corinthians que estavam na arquibancada utilizaram sinalizadores, onde o delegado do jogo e o comandante do policiamento na partida foram notificados sobre o fato ocorrido, não havendo atraso no início da partida. Já no reinício da partida, teve um atraso de 6 minutos em função do mesmo motivo citado acima. Convém informar que o delegado do jogo e o comandante do policiamento foram notificados novamente sobre o fato ocorrido. Após o término da partida, o Sr. Coronel Resende, supervisor da segurança do E.C. Corinthians, apresentou ao delegado da partida, Sr. Agnaldo Vieira, uma relação contendo o nome de três torcedores identificados pela polícia que participaram da ação acima citada."

Confira o vídeo dos sinalizadores antes do jogo

Veja Mais:

  • Assessoria do treinador divulgou nota oficial na manhã desta terça-feira

    Em nota oficial, Carille admite generalização e se desculpa com imprensa por desabafo em coletiva

    ver detalhes
  • Corinthians de Pedrinho vem sumindo da TV aberta

    Corinthians 'some' da TV Globo, mas ainda rende recordes de audiência

    ver detalhes
  • Goleiro chegou no fim da noite desta segunda-feira na Granja Comary

    Cássio se apresenta à Seleção Brasileira na noite de segunda e explica motivo de 'atraso'

    ver detalhes
  • Carille, alvo de interesse de Al-Hilal, afirmou que a imprensa 'mente demais'

    Associação de jornalistas de São Paulo emite nota de repúdio por declarações de Carille

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes