Torcedor de 15 anos e gafe: árbitro relata sinalizadores na súmula

67 mil visualizações 124 comentários

Por Meu Timão

Três torcedores foram identificados como responsáveis pelo ato

Três torcedores foram identificados como responsáveis pelo ato

Reprodução / Twitter

Árbitro responsável pelo duelo entre Corinthians e Cruzeiro nesta segunda-feira, que terminou empatado em 1 a 1, Dewson Fernando Freitas da Silva relatou o uso indevido dos sinalizadores por parte da torcida do Corinthians na súmula da partida. Dois fatos chamam atenção: a presença de um torcedor menor de idade entre os envolvidos no ato e um erro do próprio árbitro ao se referir ao clube na súmula.

LRM, de 15 anos apenas, foi apresentado ao lado de mais dois torcedores presentes nas arquibancadas localizadas no portão principal do estádio do Pacaembu, ambos responsáveis pelo ocorrido, segundo relatado em súmula.

Entretanto, Dewson Freitas, ao mencionar o nome do clube no documento oficial utilizado em partidas da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), se referiu com a nomenclatura de “E.C. Corinthians”, cometendo um erro.

Apesar do ato de indisciplina nas arquibancadas antes do início da partida e durante o intervalo, o que causou um atraso de seis minutos na segunda etapa, o Timão não sofre grande risco de punição, tendo em vista que o árbitro evidenciou a participação de responsáveis pela segurança do clube na identificação dos torcedores e condução dos mesmos após a ação.

Ainda assim, caso o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) entenda que a denúncia é possível, o Corinthians poderá ser julgado nos artigos 191 (multa de R$ 100 a R$ 100 mil) e 206 (multa de R$ 100 a R$ 100 mil por minuto de paralisação), previstos no Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

Confira o relato do árbitro na súmula

"Informo que antes da partida, na execução do Hino Nacional, torcedores do E.C. Corinthians que estavam na arquibancada utilizaram sinalizadores, onde o delegado do jogo e o comandante do policiamento na partida foram notificados sobre o fato ocorrido, não havendo atraso no início da partida. Já no reinício da partida, teve um atraso de 6 minutos em função do mesmo motivo citado acima. Convém informar que o delegado do jogo e o comandante do policiamento foram notificados novamente sobre o fato ocorrido. Após o término da partida, o Sr. Coronel Resende, supervisor da segurança do E.C. Corinthians, apresentou ao delegado da partida, Sr. Agnaldo Vieira, uma relação contendo o nome de três torcedores identificados pela polícia que participaram da ação acima citada."

Confira o vídeo dos sinalizadores antes do jogo

Veja Mais:

  • Clube deu passo importante para as eleições de novembro

    Corinthians define comissão eleitoral para eleições presidenciais de novembro

    ver detalhes
  • Ex-jogador explica protesto por Marielle em título do Corinthians

    VÍDEO: Ex-jogador explica protesto por Marielle em título do Corinthians

    ver detalhes
  • Nos bastidores, Parque São Jorge já respira as eleições que estão marcadas para o mês de novembro

    Mais uma chapa de oposição do Corinthians pede esclarecimentos da operação financeira de Pedrinho

    ver detalhes
  • Corinthians marca um golaço fora de campo e dá exemplo de postura diante à pandemia de Coronavírus

    [Ana Paula Araújo] Corinthians marca um golaço fora de campo e dá exemplo de postura diante à pandemia de Coronavírus

    ver detalhes
  • Oposição vinha cobrando a divulgação do balanço, que traz recorde negativo

    Um mês após o prazo, Corinthians divulga balanço de 2019 em seu site; atraso foi alvo da oposição

    ver detalhes
  • Arena Corinthians é o maior alçapão do futebol brasileiro | a prova está aqui (levantamento inédito)

    VÍDEO: Arena Corinthians é o maior alçapão do futebol brasileiro | a prova está aqui (levantamento inédito)

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: