Ídolo da Seleção, Serginho sonha em defender o Corinthians

Ídolo da Seleção, Serginho sonha em defender o Corinthians

Por Meu Timão

Serginho revelou que sonha em defender o Corinthians antes de se aposentar

Serginho revelou que sonha em defender o Corinthians antes de se aposentar

Foto: Divulgação/CBV

Vencedor da medalha de ouro nos Jogos Olímpicos Rio 2016 em agosto, o líbero Serginho, que se aposentou na seleção brasileira de vôlei, após a conquista, revelou que ainda possui pretensões em sua carreira dentro do esporte.

Torcedor fanático do Corinthians e conhecido por comparecer aos jogos do Timão, Serginho garantiu que ainda sonha em vestir a camisa do clube e disputar competições, apesar de ter consciência de que o sonho é muito difícil de ser realizado.

“Eu sou corintiano doente. Meu sonho era vestir a camisa 10 no voleibol, mas acho que será difícil o Corinthians montar um time em um ou dois anos”, falou o atleta, em participação no programa Altas Horas, da Rede Globo, que vai ao ar neste sábado (10).

Atualmente jogador do Sesi, Serginho encerra sua participação no Brasil com duas medalhas de ouro e duas de prata conquistadas em Olímpiadas, além de dois campeonatos mundiais, duas Copas do Mundo de Voleibol, uma medalha de ouro e uma de prata nos Jogos Pan-Americanos e sete ligas mundiais pelo Brasil.

Veja Mais:

  • Pablo foi campeão paulista e brasileiro pelo Corinthians em 2017

    Corinthians volta a negociar com Pablo e pode contratá-lo para 2018, diz portal

    ver detalhes
  • Kazim não deve permanecer no Corinthians em 2018

    Corinthians quer definir destino de Kazim nos próximos dias; chegada de Dutra deve atrapalhar turco

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos pode ser emprestado para outro clube em 2018

    Com chegada de reforço, Corinthians estuda empréstimo de Fellipe Bastos

    ver detalhes
  • Minds Idiomas segue na manga da camisa corinthiana em 2018

    Com até bolsa de estudos a jogadores, Corinthians renova com patrocinador para manga da camisa

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes