Meia vê posse de bola e pontaria como 'culpadas' pela derrota do Timão na Vila Belmiro

Meia vê posse de bola e pontaria como 'culpadas' pela derrota do Timão na Vila Belmiro

Por Meu Timão

Rodriguinho foi um dos poucos destaques positivos do Timão diante do Santos

Rodriguinho foi um dos poucos destaques positivos do Timão diante do Santos

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

A derrota para o Santos, no último domingo, na Vila Belmiro, parece ainda estar mexendo com a cabeça dos jogadores do Corinthians. Ao menos é o que indica uma declaração dada por Rodriguinho na noite dessa segunda-feira em participação no programa "Bem, Amigos!", do SporTV.

Ao se questionado sobre a reviravolta que marcou o clássico (Corinthians dominou o primeiro tempo, abrindo 1 a 0, e depois levou a virada nos 45 minutos finais), Rodriguinho analisou quais fatores teriam pesado para o revés corinthiano. A manutenção da posse de bola e um melhor desempenho nas finalizações seria a chave do sucesso.

"Poderíamos ter segurado um pouco a bola mais à frente e ter mantido a posse, já que a gente estava marcando bem. Não sofremos tanto, se você ver os lances do jogo. Eles não criaram muitas oportunidades claras de gol, até no segundo tempo", afirmou.

"No primeiro tempo poderíamos ter feito dois ou três. E, no segundo, ter tomado dois, mas ganharíamos o jogo", declarou o jogador, que fez bela jogada e deu assistência para Marlone no lance do tento corinthiano.

Fato é que o Corinthians de Rodriguinho não tem muito tempo para lamentar a derrota sofrida na última rodada do Brasileirão. Isso porque nesta quarta-feira, no Couto Pereira, a partir das 21h45, o Timão mede forças contra o Coritiba. É a chance de voltar a vencer e chegar embalado para o clássico do próximo fim de semana, contra o Palmeiras, em Itaquera.

Veja Mais:

  • Marquinhos Gabriel é aposta do Corinthians para triunfar em território hostil. Vale a aposta?

    Contra o Racing, Corinthians decide classificação às quartas da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Fachada do estádio, no alto, com imagens de ídolos e os anos de glórias

    Estádio do rival do Corinthians cultua e respeita a história de quem fez história pelo clube

    ver detalhes
  • Carille conduziu trabalho do Timão no estádio Presidente Perón

    Carille explica mudanças no Corinthians e pede 'jogo inteligente' por vaga

    ver detalhes
  • Jô falou com a imprensa nesta terça-feira já na Argentina

    Jô admite toque no braço, nega trapaça e abre o jogo sobre polêmica no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes