Balbuena dá opinião sobre perda da titularidade e diz que não questionará Oswaldo

Balbuena dá opinião sobre perda da titularidade e diz que não questionará Oswaldo

Por Meu Timão

Balbuena foi barrado do time titular do Corinthians

Balbuena foi barrado do time titular do Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Um dia após ser convocado pela seleção paraguaia, Balbuena foi barrado por Oswaldo de Oliveira da equipe titular do Corinthians. Em entrevista concedida após o treinamento desta quarta-feira, contudo, o zagueiro minimizou a perda da posição e afirmou não estar surpreso com a novidade no setor defensivo do Timão.

"A gente sabe que o treinador que faz as definições sobre quem vai jogar. Pedro e Vilson e até o Léo Santos estão aptos, ele pode escolher qualquer um que o time vai da mesma forma. Quando não jogamos, temos de apoiar também, temos um objetivo em comum", disse.

"A gente sabe que aqui não tem titular absoluto, amanhã posso estar de volta ao titular, futebol é assim, temos de estar preparados. Ninguém é dono do posto. As camisas têm número, não nome, como a gente diz. Não posso ficar surpreso. Não vou perguntar o porquê de virar reserva (...) Oswaldo não falou o motivo, só disse que todos podem jogar: Pedro, Vilson e Léo Santos. Isso não vai mudar nossa atitude", acrescentou.

Durante a entrevista, Balbuena foi questionado se as mudanças constantes na zaga do Corinthians vêm prejudicando a equipe – Pedro Henrique, Vilson, Yago e o próprio paraguaio vêm se alternando na equipe titular ao longo do segundo semestre. No Brasileirão, o Timão tem 33 gols tomados em 32 jogos, a pior média desde 2012, ano em que a equipe abriu mão da competição nacional para se dedicar à Libertadores e ao Mundial de Clubes.

"Não atrapalha (as mudanças na defesa), é só um dado. Quando éramos a melhor defesa, também falavam das alterações na zaga. Não tem sentido. Quando não temos a bola, todos são defensores. Quando tem gol, a culpa é da defesa né? Mas é normal, aceitamos as críticas, sabemos como são os torcedores e as pessoas que não sabem ler futebol. Temos cometidos erros que custam caro", analisou.

"Quando estamos indo ao ataque e perdemos uma bola, a gente fica exposto. Mérito dos rivais que conseguem aproveitar. Aqui não é um mais culpado que o outro. Todos somos. E quando ganhamos, todos são heróis. A gente é um time, unido no campo e vestiário", completou.

Vale destacar que, apesar do desempenho irregular da defesa, o Corinthians vai, aos trancos e barrancos, conseguindo se classificar para a Libertadores do ano que vem. Na última rodada, o Timão ultrapassou o Atlético-PR e entrou no G6. A missão do próximo sábado é bater a Chapecoense e tentar se consolidar entre os primeiros colocados do Brasileirão.

"Queremos levar o time a uma melhor colocação", resumiu Balbuena.

Veja Mais:

  • Corinthians entra em campo neste domingo contra o Grêmio

    Corinthians visita Grêmio neste domingo para se consolidar na briga pelo hepta do Brasileirão

    ver detalhes
  • Gramado da Arena Corinthians está mais suscetível a 'escorregões' por excesso de umidade

    Gramado da Arena Corinthians 'chegou no limite', diz presidente de empresa responsável

    ver detalhes
  • Marquinhos Gabriel marcou o terceiro gol do Corinthians na vitória sobre o Bahia

    Marquinhos Gabriel confirma sondagens e revela motivos que o fizeram permanecer no Corinthians

    ver detalhes
  • Seleção do Irã treinou no CT Joaquim Grava para a disputa da Copa do Mundo de 2014

    Técnico do Irã cita 'conexão' com o Corinthians como chave para classificação na Copa do Mundo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes