Corinthians rebate acusação sobre 'manobra' de determinação do STJD; entenda

Corinthians rebate acusação sobre 'manobra' de determinação do STJD; entenda

Confusão com PM no Maracanã resultou em suspensão dos estádios

Confusão com PM no Maracanã resultou em suspensão dos estádios

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A interdição do setor Norte da Arena Corinthians voltou a ser pauta no noticiário alvinegro desta segunda-feira. Isso porque o site oficial do Timão respondeu à matéria do portal ESPN na qual o clube é acusado de realizar uma “manobra” a fim de viabilizar a entrada de torcedores organizados no jogo contra a Chapecoense, no último sábado, na Arena.

De acordo com a publicação, “a presença de organizadas foi confirmada (...) pela Polícia Militar e pelos números do borderô”. O Corinthians, porém, garantiu que cumpriu à risca a determinação do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). “(...) manteve o local destinado às torcidas organizadas fechado, realocou em outros setores da Arena os torcedores que adquiriram ingressos por meio do programa Fiel Torcedor (...) e devolveu o valor dos ingressos aos torcedores que haviam adquirido os mesmos por intermédio do plano Minha Torcida (...)”, informou a nota.

“Não configura descumprimento da decisão do Tribunal por parte do Corinthians que torcedores presentes ao estádio tenham entoado cânticos das torcidas organizadas”, acrescentou o texto.

Por determinação do STJD, as uniformizadas do Timão estão suspensas por tempo indeterminado de entrar em qualquer estádio do Brasil. A Arena Corinthians também entrou na confusão, e o setor Norte acabou fechado novamente. As decisões foram tomadas pelo presidente do STJD, Ronaldo Piacente, que deferiu uma liminar a pedido da procuradoria da corte desportiva.

Leia a nota na íntegra

O Sport Club Corinthians Paulista, que nunca mediu esforços para bem atender a imprensa esportiva, sente-se na obrigação de publicar esta nota oficial para refutar as afirmações contidas na matéria “Sem controle, punição vira 'upgrade' para organizadas e Corinthians pode ser punido”, do site da ESPN.

É uma pena que, mesmo munidos de informações apropriadas, os jornalistas que escreveram a matéria tenham preferido distorcer a verdade dos fatos, a fim de "vender" ao público consumidor da notícia a informação equivocada de que o Corinthians teria descumprido a determinação do STJD do Futebol.

O Corinthians cumpriu à risca a decisão do Tribunal: manteve o local destinado às torcidas organizadas fechado, realocou em outros setores da Arena os torcedores que adquiriram ingressos por meio do programa Fiel Torcedor (planos Minha Vida, Minha História e Meu Amor) e devolveu o valor dos ingressos aos torcedores que haviam adquirido os mesmos por intermédio do plano Minha Torcida, utilizado somente por integrantes das torcidas organizadas. Não configura descumprimento da decisão do Tribunal por parte do Corinthians que torcedores presentes ao estádio tenham entoado cânticos das torcidas organizadas.

O Corinthians cumpriu integralmente a punição imposta, ainda que os jornalistas em questão tenham visto alguma "manobra" e pretendam que a pena do Clube seja agravada pelo Tribunal.

Sport Club Corinthians Paulista

Veja Mais:

  • Monster Jam agitou Itaquera nesse sábado

    Primeiro Monster Jam no Brasil leva mais de 30 mil pessoas à Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Crislan pertence ao Braga, mas jogou no Vegalta Sendai por empréstimo

    Em alta no Japão, atacante despista sobre sondagem do Corinthians

    ver detalhes
  • Carille acredita em crescimento de Marquinhos Gabriel na próxima temporada

    Após sondagens, Corinthians e Marquinhos Gabriel negam possibilidade de empréstimo para 2018

    ver detalhes
  • Em meio à Fiel, Carille ergue a taça do hepta

    Como ganhar na loteria! 'Campeão de tudo' em 2018 levará R$ 144 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes