Corinthiano, Sabotage é eternizado em álbum póstumo 13 anos após assassinato

Corinthiano, Sabotage é eternizado em álbum póstumo 13 anos após assassinato

Álbum batizado 'Sabotage' está disponível no Spotify desde 17 de outubro

Álbum batizado 'Sabotage' está disponível no Spotify desde 17 de outubro

Foto: Divulgação

Cantor, compositor, ator, corinthiano. Sobram adjetivos para qualificar Mauro Mateus dos Santos, o Sabotage (1973 – 2003), uma das maiores personalidades do movimento rap brasileiro. Em outubro, os fãs do rapper receberam uma homenagem para lá de especial: o lançamento de seu aguardado álbum póstumo, já disponível no Spotify, maior serviço de streaming de música do mundo.

O disco, intitulado Sabotage, é composto por onze canções, incluindo Quem viver verá, escrita pelo compositor um dia antes de seu assassinato, em 24 de janeiro de 2003, logo após deixar a mulher no trabalho, em São Paulo. “Quem viver verá, rap é o som / Pode chegar, favela é um bom lugar”, previu.

Sabotage escreveu a maioria das músicas de seu segundo álbum solo na semana em que foi morto – em 2001, lançou Rap é Compromisso. O disco foi produzido pelo Selo Instituto, liderado por Daniel Ganjaman, Rica Amabis e Tejo Damasceno. As gravações, inacabadas, receberam toques de verdadeiros arquitetos da música brasileira: Negra Li, Dexter, BNegão, entre outros.

O rapper, que cresceu na zona sul de São Paulo, era corinthiano de coração. No auge da carreira, foi ao estádio do Pacaembu e assistiu à vitória do Timão por 1 a 0 sobre a Ponte Preta. Confira, abaixo, o registro de Sabotage no meio da Fiel.

Veja Mais:

  • Jô é mais uma vez decisivo para o Timão nos clássicos do Paulista

    'Rei dos clássicos', Jô é decisivo em empate do Corinthians contra o São Paulo

    ver detalhes
  • Corinthians deve enfrentar o Botafogo-SP nas quartas de final

    Conheça o provável adversário do Corinthians nas quartas de final do Paulistão

    ver detalhes
  • Rogério ceni rendeu elogios ao atual treinador do Corinthians

    Rogério Ceni deixa rivalidade de lado para elogiar atitude de Carille

    ver detalhes
  • Jô marcou o único gol do Corinthians no Majestoso

    Atacante é eleito melhor em campo no clássico; lateral tem nova atuação fraca

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes