Sindicato de Atletas defende paralisação do Campeonato Paulista

Sindicato de Atletas defende paralisação do Campeonato Paulista

8.4 mil visualizações 53 comentários Comunicar erro

Corinthians estreou com vitória no Paulistão, que agora pode parar

Corinthians estreou com vitória no Paulistão, que agora pode parar

Daniel Augusto Jr./Ag.Corinthians

O Campeonato Paulista corre o risco de ser paralisado. É o que planeja o Sindicato de Atletas Profissionais de São Paulo (Sapesp), que acionou a Federação Paulista de Futebol (FPF) em razão de atrasos salariais. De acordo com a organização, 80% dos clubes do estado devem salários.

A denúncia do Sapesp é baseada na instituição do Fair Play Financeiro, que estabelece a perda de pontos e até rebaixamento no Paulistão caso as equipes não honrem com os compromissos dos jogadores.

Não há mais diálogo com a federação. No último dia 16, o sindicato protocolou um Termo de Encerramento de Prazo sem que a FPF se pronunciasse. Em seguida, entrou com uma liminar na Justiça solicitando o congelamento das três primeiras divisões do Campeonato Paulista. Apesar de indeferido, o pedido obrigou a entidade responsável pela organização dos Estaduais a cobrar dos clubes as devidas regularizações.

“Evidente que não queríamos solicitar a paralisação dos campeonatos, mas com base na experiência que adquirimos, vimos que as grandes transformações que resultaram nas melhorias desenvolvidas no futebol têm por base dois pilares. Um: a iniciativa sempre foi do Sindicato de Atletas Profissionais do Estado de São Paulo, nunca dos dirigentes. Dois: sempre através de ações judiciais, nunca em razão de negociações inteligentes, mesmo que tentássemos essa via de condução porque a mentalidade reinante é por demais arcaica, aquela que tem sempre por base o próprio umbigo, assim, não nos restou outra opção”, afirmou Rinaldo Martorelli, presidente do sindicato.

Uma nova audiência foi marcada para 9 de março. Até lá, as competições seguem normalmente. O Corinthians volta a campo pelo torneio no próximo sábado, contra o Santo André, às 21h (de Brasília), na Arena, pela segunda rodada. O confronto contará com a apresentação de Jadson, anunciado reforço do clube nesta tarde de segunda-feira.

Que situação – Nem mesmo um faturamento bruto de quase R$ 125 milhões com a venda de atletas foi suficiente para que o Corinthians mantivesse suas contas em dia em 2016. Em novembro, o clube voltou a atrasar salários do elenco, funcionários e até garotos das divisões de base.

Veja mais em: Paulistão.

Veja Mais:

  • Fagner e Clayson, além de Ramiro, são os jogadores do Corinthians mais advertidos com amarelo no primeiro semestre

    Primeiro semestre do Corinthians: uma única expulsão e quarteto com mais cartões amarelos

    ver detalhes
  • Walter ganhou mais um interessado na sua contratação

    Com foco ainda em 2019, Ceará demonstra interesse em contratação de Walter

    ver detalhes
  • Willian Felix assinou com o Corinthians para integrar a equipe Sub-23

    Corinthians contrata lateral-esquerdo do São Bernardo para elenco Sub-23

    ver detalhes
  • Arena Corinthians volta a receber jogo do Timão daqui um mês

    Dérbi e 'overdose de Arena Corinthians': CBF desmembra rodadas do Brasileirão pós-Copa América

    ver detalhes

Comente a notícia: