Com presente guardado desde o Mundial, corinthiana de 87 anos realiza sonho de conhecer Cássio

Com presente guardado desde o Mundial, corinthiana de 87 anos realiza sonho de conhecer Cássio

82 mil visualizações 119 comentários Comunicar erro

Cássio foi presenteado por Dona Lina no encontro dos dois no CT Joaquim Grava

Cássio foi presenteado por Dona Lina no encontro dos dois no CT Joaquim Grava

Foto: Meu Timão / Mayara Munhoz

Nesta quarta-feira, dia 26 de abril, é comemorado o Dia do Goleiro. Titular do Corinthians nos últimos meses, o goleiro Cássio ganhou um presente inesquecível para comemorar a data: um terço especial de uma torcedora única. Vitalina Maria Gallucci, a Dona Lina, teve a chance de conhecer o camisa 12 e realizar o sonho de presenteá-lo.

Com 87 anos, a senhora, moradora de Campinas, não falava em outra coisa. O sonho dela era entregar um terço personalizado que comprou em 2012 para Cássio. O desejo era de conhecimento de todos da família e amigos. Até que a sua história chegou aos "ouvidos" do Meu Timão por meio de sua nora, Erika Maschio. Nossa equipe de reportagem, então, levou Dona Lina para acompanhar um treinamento do Corinthians no CT Joaquim Grava e, claro, conhecer Cássio.

O que nós não esperávamos é que seria ela a nos surpreender naquela tarde. Dona Lina nos contou sua história de vida, esbanjou carisma, fez todo mundo sorrir, ganhou diversos abraços e conquistou a todos. Do momento em que chegou ao local até o tão esperado encontro, a "fã número 1" de Cássio ficou acompanhando o treinamento de longe e nos contando um pouco mais sobre sua paixão pelo Corinthians e pelo camisa 12.

Vó Lina aguardando ansiosamente pela chegada de Cássio

Vó Lina aguardando ansiosamente pela chegada de Cássio

Meu Timão / Mayara Munhoz

Engana-se quem pensa que toda essa paixão nasceu com ela. Ela só se tornou corinthiana por causa do marido, José Gallucci, quando já tinha 20 anos de idade.

"Quando eu me casei em 1950, eu não torcia para time nenhum. Eu morava na roça, trabalhava tirando leite, então não torcida para time nenhum. Aí quando eu me casei com um italiano, eu virei Corinthians. Porque ele amava o Corinthians, eu ficava junto com ele assistindo aos jogos. Foi inevitável!", explicou, sem tirar os olhos do gramado onde o camisa 12 treinava acompanhado dos outros goleiros da equipe.

A paixão por Cássio, claramente, chegou anos depois. Dona Lina conta que já gostou de outros jogadores, como Marcelinho Carioca, mas que com o goleiro corinthiano o sentimento foi além.

"Eu sempre gostei de todos os jogadores, mas com ele é diferente. Eu amo ele como eu amo meus filhos", declarou, com os olhos ainda vidrados e a mãos demonstrando o nervosismo pelo momento que se aproximava.

O amor pelo goleiro ficou ainda mais forte durante a disputa do Mundial de Clubes em 2012. Cássio foi fundamental para a conquista do Corinthians - até saiu da competição como o melhor jogador em campo. Dona Lina conta que rezou pelo goleiro em todos os momentos.

"Eu pedi para que Deus desse força a ele. Eu ajoelhava no chão em frente a televisão para pedir durante os jogos. Fechava até a porta do meu quarto para ninguém me aborrecer", revelou, sincera.

E foi após o Mundial que o presente foi comprado. Em uma de suas visitas ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, na cidade de Aparecida, em São Paulo, Dona Lina pegou um dinheiro de sua aposentadoria e comprou um terço para Cássio. "O mais caro da loja", lembrou ela durante a conversa. O objeto foi benzido, teve o nome de Cássio gravado e foi guardado em sua bolsa - local que permaneceu até abril de 2017.

Ninguém podia tirar fotos ou mexer muito no terço - até por isso nós não conseguimos nem um registro do objeto, apenas a imagem dela o entregando para o goleiro. O presente era do Cássio e só para o Cássio. E depois de longos minutos de espera, Dona Lina conseguiu entregá-lo para o camisa 12. Após o treino, o goleiro se aproximou do local onde ela o aguardava com a família e ganhou o presente.

"Fiquei sabendo que ela vinha me visitar hoje...", já chegou falando Cássio, que foi prontamente abraçado - veja o momento do encontro no vídeo abaixo. A felicidade era visível nos olhos e no sorriso de Dona Lina, que, assim como tinha prometido, entregou o terço, se declarou e abençoou o goleiro corinthiano.

Para fechar o dia com chave de ouro, Dona Lina e sua família não conheceram apenas o goleiro Cássio. Próximos ao gramado do CT Joaquim Grava, eles tiveram a chance de conversar, tirar fotos e pegar autógrafos de outros jogadores do elenco. Mais uma vez o carisma da Vó Lina, maneira carinhosa que os jogadores passaram a chamá-la durante a tarde, se mostrou presente. Jadson, Pablo, Romero, Fagner, Jô e até Walter. Todos fizeram questão de conhecê-la. Foram inúmeros abraços, jogadores agradecendo a presença dela, pedindo abraço... a tarde dos sonhos de todo torcedor do Corinthians.

Dona Lina, a família e os jogadores do Corinthians

Dona Lina, a família e os jogadores do Corinthians

Meu Timão / Mayara Munhoz

E com o sonho realizado e um sorriso que não cabia no rosto, Dona Lina e sua família deixaram o CT Joaquim Grava. O amor pelo ídolo cresceu ainda mais. Amor que pôde ser visto e sentido facilmente com um simples abraço ou em rápidas trocas de palavras entre a vó e seus netos naquela tarde.

Antes de ir embora, no auge dos seus 87 anos, Dona Lina agradeceu a reportagem do Meu Timão pela tarde que viveu e brincou: "cumpri a minha promessa, agora já posso morrer feliz". Nós, depois da incrível experiência de conhecer essa senhora, demos a sugestão de uma nova promessa: a vó Lina só pode nos deixar depois que o Palmeiras for campeão mundial. Corinthiana roxa, claro, caiu na gargalhada, deu mais um longo abraço e nos deixou prometendo tentar cumprir mais essa promessa...

Veja mais em: Cássio e Torcida do Corinthians.

Veja Mais:

  • Torcedor apaixonado pelo Corinthians, Senna é inspiração de novo uniforme

    Nova terceira camisa do Corinthians ganha data de lançamento

    ver detalhes
  • Prejudicado pela arbitragem, Timão empatou com Internacional na Arena Corinthians

    Confira a posição do Corinthians ao fim da 26ª rodada do Brasileirão-18

    ver detalhes
  • Jogadores ficarão concentrados no CT por dois dias

    Corinthians antecipa concentração no CT antes de semifinal contra o Flamengo

    ver detalhes
  • Desfalques por suspensão contra Internacional, Ralf treinou no CT do Corinthians

    Com reservas em ação, Corinthians dá início a preparação para decisão na Copa do Brasil

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes