De olho em Libertadores, Corinthians 'aprende com erros' e intensifica planejamento para 2018

De olho em Libertadores, Corinthians 'aprende com erros' e intensifica planejamento para 2018

Por Meu Timão

4.7 mil visualizações 61 comentários Comunicar erro

Alessandro, Adauto e Carille durante efetivação do técnico em dezembro de 2016

Alessandro, Adauto e Carille durante efetivação do técnico em dezembro de 2016

Foto: Meu Timão / Marco Bello

Enquanto dentro de campo o Corinthians vai encaminhando a conquista do sétimo título brasileiro de sua história, a diretoria aproveita o embalo para intensificar o planejamento do elenco para 2018. A informação foi publicada nesta terça-feira pelo portal UOL.

No entendimento de pessoas influentes dentro do Corinthians, houve erros no planejamento para 2017 - por mais que o clube esteja perto de fechar o ano com os títulos do Campeonato Paulista e do Campeonato Brasileiro. A questão-chave a ser evitada é a morosidade.

Leia também:
Corinthians fala em 'quase tudo certo' sobre renovação de Cássio e mais dois
Cartola do Sevilla fala de negociação com Corinthians e compara Arana a Daniel Alves
Diretor do Corinthians fala sobre Reinaldo e Zeca, mas impõe condições

Com o término do Brasileirão de 2016 na primeira quinzena de dezembro, a diretoria corinthiana arrastou até os últimos dias do ano a definição sobre o novo técnico - no fim das contas, efetivou o então auxiliar Fábio Carille - diante da recusa de três treinadores.

Por conta desse cenário, houve demora na tomada de decisões a respeito de contratações. Jadson, anunciado como grande reforço do Corinthians na temporada, chegou apenas em fevereiro, já com o Paulistão em andamento, e ficou apto a jogar somente em março.

Com o retorno à Libertadores já assegurado para 2018 e a perspectiva de uma bolada em premiação da CBF pelo título do Brasileirão, o Corinthians vive dias decisivos para negociar renovações contratuais e, assim, permanências cruciais no atual elenco: Cássio, Fagner, Balbuena e Camacho são alguns dos nomes que despertam atenção na diretoria.

Já com relação ao mercado da bola, o Corinthians mantém o discurso de aguardar o término do Brasileirão para então negociar com outros clubes e atletas a possibilidade de transferências para 2018. A expectativa é que cheguem como reforços: laterais, meias armadores, atacantes de velocidade e ao menos um centroavante.

Veja mais em: Mercado da bola e Libertadores da América.

Veja Mais:

  • Felipe Ezabella durante a eleição no Parque São Jorge

    Preferência da opinião pública e manutenção do DNA da chapa: Ezabella comemora primeira eleição

    ver detalhes
  • Mauro da Silva (auxiliar), Duílio Monteiro Alves (diretor-adjunto de futebol) e Alessandro (gerente) durante um dos treinos no CT

    Diretoria assume dificuldade por um 9: 'Futebol na América do Sul pagando salários de Europa'

    ver detalhes
  • Veja gols e lances de Matheus Matias, novo reforço do Corinthians

    VÍDEO: Veja gols e lances de Matheus Matias, novo reforço do Corinthians

    ver detalhes
  • Duilio Monteiro Alves, diretor-adjunto de futebol do Corinthians

    Diretor do Corinthians sobre renovação de Balbuena: 'Não podemos dar um passo maior do que a perna'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes