Corinthians tinha vídeo que acusa Egídio e admite arrependimento por não levar ao STJD

Corinthians tinha vídeo que acusa Egídio e admite arrependimento por não levar ao STJD

Por Meu Timão

Adauto explicou o porquê de o Corinthians não levar vídeo de Egídio ao STJD

Adauto explicou o porquê de o Corinthians não levar vídeo de Egídio ao STJD

Foto: Meu Timão/Larissa Lima

A confusão generalizada na qual se transformou a saída dos jogadores de Corinthians e Palmeiras para o vestiário no último Dérbi disputado na Arena, em Itaquera, poderia ter tido um final diferente. Isso se a diretoria do Timão tivesse utilizado todas as imagens que tinha em mãos no dia do julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

Em entrevista concedida nesta sexta-feira à ESPN Brasil, o diretor de futebol Flávio Adauto admitiu que o Corinthians tinha conhecimento de que Egídio havia sido o responsável por iniciar a confusão entre Clayson e Felipe Melo. Ainda assim, "por questão de ética", as imagens não foram utilizadas no STJD.

No fim das contas, porém, Clayson, assim como Felipe Melo, acabou punido com um jogo de suspensão. Diante da penalização do atacante corinthiano, Adauto reconheceu estar arrependido por não utilizar o tal vídeo no julgamento - o que poderia, senão tirar a pena de Clayson, ao menos acrescentar Egídio no banco de réus do STJD.

"Tínhamos essa imagem desde o primeiro dia, mas não queríamos prejudicar ninguém. Mas depois que o Clayson foi inocentemente punido, decidimos mostrar. Nosso advogado não levou essas imagens ao Superior Tribunal por questão ética. Agora, já penso que a gente deveria ter mostrado. Uma ação da qual ele não participou e não iniciou, e ninguém citou o Egídio como arremessando o objeto porque a gente não tinha mostrado. Ontem, a gente se reuniu e decidiu mostrar as imagens (para os veículos de imprensa)", explicou.

"A gente não levou porque não queria polemizar. Mas está claro que ele foi provocado. Tanto que você vê que o Felipe estava mais à frente e ele volta. Mas aí veio punição. Agora, eles vão pegar isso, e vão punir o Egídio também. Não é legal. Vai ficar uma 'deduragem' generalizada", completou.

O vídeo é de uma câmera de segurança da Arena Corinthians e mostra um novo ângulo. A partir dos 47 segundos é possível ver que Egídio arremessa um objeto em direção a Clayson, que já estava mais a frente. Na sequência, Clayson revida e Felipe Melo joga a munhequeira em cima do jogador alvinegro, acertando também um policial militar.

Veja mais em: Dérbi, Clayson, Flávio Adauto, Arena Corinthians e STJD.

Veja Mais:

  • Monster Jam agitou Itaquera nesse sábado

    Primeiro Monster Jam no Brasil leva mais de 30 mil pessoas à Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Crislan pertence ao Braga, mas jogou no Vegalta Sendai por empréstimo

    Em alta no Japão, atacante despista sobre sondagem do Corinthians

    ver detalhes
  • Carille acredita em crescimento de Marquinhos Gabriel na próxima temporada

    Após sondagens, Corinthians e Marquinhos Gabriel negam possibilidade de empréstimo para 2018

    ver detalhes
  • Em meio à Fiel, Carille ergue a taça do hepta

    Como ganhar na loteria! 'Campeão de tudo' em 2018 levará R$ 144 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes