Rodriguinho aprova novo gramado e explica '15 minutos de vantagem' do Corinthians na Arena

7.0 mil visualizações 39 comentários

Por Lucas Faraldo e Thaina Barros

Rodriguinho se sentiu 'em casa' no treino desta segunda na Arena Corinthians

Rodriguinho se sentiu 'em casa' no treino desta segunda na Arena Corinthians

Thaina Barros / Meu Timão

O Corinthians voltou à Arena! Ainda não numa partida oficial, é bem verdade. Os jogadores e a comissão técnica, no entanto, tiveram oportunidade de treinar em Itaquera na tarde desta segunda, inaugurando assim o novo gramado, que vinha sendo plantado desde dezembro.

Leia também: Na Arena Corinthians, Carille surpreende e testa três mudanças em esboço contra o São Bento

Em entrevista concedida no próprio estádio, o meia Rodriguinho falou sobre as primeiras impressões do "novo tapete" corinthiano. O campo foi aprovado pelo camisa 26 do Timão.

"Estava com saudades de pisar na Arena. A grama está boa, a gente veio fazer esse treino exatamente para ver o estado que estava, se mudou muita coisa. E para os jogadores que estão chegando se acostumarem o mais rápido possível", comentou, lembrando também a importância de adaptar os reforços de 2018 no campo do Corinthians.

Leia também: Rodriguinho se anima com volta de Ralf ao Corinthians: 'A gente vê ele treinando, é absurdo'

"Vai melhorar ainda. Pode melhorar um pouco. Mas não vai dificultar nosso trabalho. Há plenas condições de jogar", completou, já projetando o retorno oficial do Corinthians à Arena, que acontece na noite desta quarta-feira, contra o São Bento, pelo Campeonato Paulista.

Ao falar sobre o diferencial do gramado de Itaquera em relação aos demais estádios do futebol brasileiro, Rodriguinho citou uma espécie de vantagem do Timão nos 15 minutos iniciais de cada partida. Tudo por conta da tecnologia adotada no campo corinthiano, que conta com um percentual de grama sintética e assim permite que a bola corra mais rápido.

"É uma arma que a gente tem. Não porque o campo escorrega, mas a bola fica bem mais rápida. Os lançamentos têm de ser um pouco diferentes, porque se a bola quicar vai correr e não dá para pegar. É o estilo de jogo que a gente gosta, com campo rápido para conduzir e jogar com a bola no chão. Os adversários levam um certo tempo para acostumar, então os 15 primeiros minutos de jogo a gente tenta fazer uma pressão para sair em vantagem", definiu.

Vale lembrar que, até aqui, o Corinthians vinha mandando seus jogos em 2018 no estádio do Pacaembu. Por lá, como mandante, perdeu da Ponte Preta e triunfou diante de Ferroviária e São Paulo - todos os confrontos válidos pelo Campeonato Paulista.

Sempre bom voltar para casa, esperamos o apoio da torcida para que possamos ser fortes aqui dentro de novo. Estar em casa é sempre bom

Veja mais em: Rodriguinho e Arena Corinthians.

Veja Mais:

  • Diego Costa esteve na mira do Corinthians, mas a negociação não caminhou

    Tio de Diego Costa diz que Corinthians recuou em acerto por orientação de empresa patrocinadora

    ver detalhes
  • Elenco do Corinthians se reapresentou nesta quarta-feira

    Corinthians se reapresenta e faz primeiro treino após estreia no Paulistão

    ver detalhes
  • Róger Guedes assumiu a camisa 9 do Corinthians na temporada 2022; relembre os donos do manto nos últimos anos

    De Liedson a Róger Guedes: relembre quais foram os camisas 9 do Corinthians nos últimos dez anos

    ver detalhes
  • O que significa a tal variação tática do Corinthians de Sylvinho? (2022)

    VÍDEO: Uma escalação ideal com o 'quinteto mágico' do Corinthians para 2022

    ver detalhes
  • Gil firmou vínculo com o Corinthians até o final de 2023

    Corinthians estende contrato de zagueiro Gil; veja novo vínculo

    ver detalhes
  • As reações de Paulinho na reestreia pelo Corinthians | Bastidores da Arquibancada

    VÍDEO: As reações de Paulinho na reestreia pelo Corinthians | Bastidores da Arquibancada

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x