Contratação de atacante, finanças e eleição pressionam Andrés

Contratação de atacante, finanças e eleição pressionam Andrés

Andrés Sanchez termina o ano pressionado. Aliados do presidente corintiano cobram diariamente a contratação de um atacante. Avaliam que o cartola, em seu último ano de mandato, está mais preocupado em controlar as finanças do que em reforçar o time.

Em 2010, o clube precisou fazer muitos empréstimos bancários. De acordo com os próprios dirigentes até amigos de Andrés foram avalistas em alguns deles. Só até outubro foram R$ 53,9 milhões em empréstimos. É louvável que ele esteja preocupado em pagar as contas antes de passar o bastão.

Mas, a agenda do presidente às vésperas do Natal revelou outra preocupação de Andrés: a eleição para presidente do clube. Ele já está em ritmo eleitoral, apesar de ter um ano inteiro de mandato pela frente. Conversou com opositores e almoçou com Paulo Garcia, pré-candidato da oposição e que já está em campanha. Um gesto de aproximação difícil de ser interpretado. A não ser como termômetro de como a política pode tomar espaço do futebol em mais um ano de luta do Corinthians pelo inédito título da Libertadores.

Fonte: Blog do Perrone

Enviado por: will2s

Veja Mais:

  • Timão e Caixa não chegaram a acordo pela renovação

    Corinthians recebe ofertas, mas pode permanecer sem patrocínio master na decisão; veja imposições

    ver detalhes
  • Fagner não corre risco de perder finais do Paulistão

    Julgamento de Fagner por suposta agressão no Majestoso acontecerá só após finais do Paulistão

    ver detalhes
  • Jadson, com a 10, fez um dos gols contra a Universidad de Chile na Arena

    Corinthians vai devolver camisa 10 a Jadson; utilização na decisão ainda é incógnita

    ver detalhes
  • Pedrinho assinou por mais dois anos com o Corinthians

    Corinthians renova contrato com meia Pedrinho

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes