Os Presidentes do Corinthians

Os Presidentes do Corinthians
Os presidentes corinthianos, de 1910 até 2011

Desde a fundação, o Corinthians teve 28 presidentes de fato. Entre tantos, muitos merecem o esquecimento, outros são dignos da lembrança do torcedor. Os líderes mais comentados, sem sombra de dúvidas, foram Miguel Battaglia, por ser o primeiro mandatário e um dos participantes da fundação do clube, Vicente Matheus, pelo amor ao Corinthians, Alberto Dualib, marcado por diversos anos no poder e pelo escândalo e a queda para série B em 2007, e o nosso último e badalado Andrés Sanchez.

Miguel Battaglia, além de comandar o Corinthians pela primeira vez, é lembrado pelo início de uma história com mais de 100 anos de amor. Naquela época administrar um clube, certamente era muito diferente dos dias de hoje. O alfaiate e simples morador da zona leste paulistana, se reunia com os outros amigos, comerciantes e operários, com objetivo de montar um clube de várzea, que se tornaria o grande Corinthians Paulista de hoje.

Impressionados com a vinda do time inglês, o Corinthian Team, os adoradores da bola ficaram contagiados, inclusive Battaglia. Esse foi o incentivo inicial para se montar um time de várzea. Depois do nome escolhido, em homenagem ao clube da Inglaterra, era a vez de escolher o campo. As reuniões eram feitas com simplicidade. O primeiro terreno alugado foi ali na Rua Ribeiro de Lima com a Prates e a José Paulino, no Bom Retiro, por 30 mil réis. Claro que não existiu nenhum incentivo, nenhum patrocínio ou ajuda da mídia. Tudo era muito diferente do nosso futebol moderno do século XXI. Bataglia ficou conhecido pela vontade e coragem de não desistir de um sonho que naquele momento era muito difícil, já que o futebol era um esporte de elite. No seu comando o Corinthians foi campeão pela primeira vez do Campeonato Paulista, em 1914.

E Vicente Matheus? Como não se lembrar dessa figura folclórica da história do Corinthians? Presidente em 8 mandatos, Matheus ficou conhecido muito mais pelo seu amor ao clube do que pela sua administração. Bem diferente da época de Miguel Battaglia, o futebol já contava com estratégias de marketing, mas que ainda não podem ser comparadas com as existentes hoje. Vicente não soube colocar dinheiro nos cofres do Timão e muitas vezes, tirou do seu próprio bolso por falta de estratégia administrativa. Mas no seu tempo, o amor ao alvinegro e a vontade de fazê-lo crescer não faltou. Foi durante seu mandato que ídolos Corinthianos fizeram parte do elenco, como Sócrates, Biro-Biro, Wladimir e Basílio. A era Vicente Matheus também foi marcado pela conquista do Paulistão de 77, título que rendeu a saída do Timão da fila de mais de 20 anos sem ganhar o campeonato, e o primeiro título do Brasileirão, em 1990.

Alberto Dualib, nome que o torcedor Corinthiano jamais gostaria de se lembrar. Presidente durante 14 anos foi eleito pela primeira vez em 1993 e saiu pela porta dos fundos do Parque São Jorge em 2007, depois de um escândalo envolvendo máfia russa e lavagem de dinheiro. O resultado dessa história, infelizmente, todos nós já sabemos. Mas mesmo com todos esses fatos tristes, foi na era Dualib que o Corinthians conquistou mais títulos. O Mundial de Clubes da FIFA, em 2000, os Campeonatos Brasileiros de 2005, 1998 e 1999, a Copa do Brasil de 2002 e diversos Campeonatos Paulistas. Foi no seu mandato também que o Corinthians entrou com grandes parcerias como a do banco Excel e, com os norte-americanos da Hicks Muse e os iraquianos e russos da MSI. Uma dívida de 100 milhões de reais foi acumulada, deixando o próximo e atual presidente com uma bomba nas mãos.

Andrés Sanchez é amado por muitos e odiado por outros. Responsável em assumir o clube em uma das maiores crises da história do alvinegro, o vice-presidente de futebol de Alberto Dualib chegou ao cargo máximo do Corinthians com uma pressão gigantesca nas costas. Com a queda pra a série B e uma dívida de 100 milhões, foi montando uma equipe desconhecida, porém raçuda, que Sanchez voltou à elite do futebol. Trazendo patrocínios históricos, grandes investimentos e jogadores mundialmente conhecidos, o atual presidente levou o nome do Corinthians para todo o mundo. É na sua gestão que o tão sonhado Estádio está sendo construído, com chances de abrir a Copa do Mundo de 2014. O CT moderno, promessa de muitos dirigentes do clube, saiu e o Timão conquistou a Copa do Brasil de 2009 e o Campeonato Paulista do mesmo ano, contando com a participação de Ronaldo Fenômeno no elenco.

Após o fim do mandato de Sanchez, Mário Gobbi assumiu a diretoria em janeiro de 2012, continuando a gestão de Andrés, a quem afirmava ser um "professor e um ídolo". O presidente, porém, teve um final de mandato conturbado e se afastou ao final do período recebendo duras críticas. Em seu lugar, assumiu Roberto de Andrade. 

Veja a lista dos Presidentes do Corinthians:

  1. Miguel Battaglia (1910)
  2. Alexandre Magnani (1910/14)
  3. Ricardo de Oliveira (1915)
  4. João Baptista Maurício (1915/16)
  5. João Martins de Oliveira (1917)
  6. João de Carvalho – interino (1918)
  7. Albino Teixeira Pinheiro(1918)
  8. Guido Giacominelli (1920/27)
  9. Aristides de Macedo Filho (1925)
  10. Ernesto Cassano (1926/28)
  11. José Tripaldi (1928)
  12. Felipe Colonna(1929/30)
  13. Alfredo Schurig (1930/33)
  14. José Martins Costa Júnior(1933/34)
  15. Manuel Correcher (1935/41)
  16. Mário Henrique Almeida (1941)
  17. Pedro de Souza (1941)
  18. Manuel Domingos Correia (1941/43)
  19. Alfredo Ignácio Trindade (1944/46 e 1948/59)
  20. Lourenço Fló Júnior (1947/48)
  21. Vicente Matheus (1959/61, 1972/81 e 1987/91)
  22. Wadih Helu (1961/71)
  23. Miguel Martinez (1971/72)
  24. Waldemar Pires (1981/85)
  25. Roberto Pasqua (1985/87)
  26. Marlene Matheus (1991/93)
  27. AlbertoDualib (1993/2007)
  28. Andrés Sanchez (2007/2011)
  29. Mário Gobbi (2012/2014)
  30. Roberto de Andre (atual) 

 

Comentários

  • 1000 caracteres restantes