O pseudo tabu santista

O pseudo tabu santista
Matéria da Folha, de 1962, sagra a vitória corinthiana

Segundo o senso comum, o Corinthians passou 11 anos sem vencer o Santos de Pelé. A história não é bem assim. Na verdade, o tabu foi apenas em jogos do Campeonato Paulista. Além disso, não foram 11 anos, mas dez anos, quatro meses e três dias sem vitórias.

O tabu

A série teve início no dia 3 de novembro de 1957 após um empate por 3 a 3 no Pacaembu. Na ocasião, o Corinthians conquistou a Taça dos Invictos, marcando o terceiro tento no último minuto. Os gols foram de Boquita, Goiano e Paulo. O duelo ainda conta com mais uma curiosidade histórica por ter sido a estreia de Pelé contra o clube do Parque São Jorge.

Já o último capítulo, foi no dia 6 de março de 1968. Dois jogadores escreveram seu nome no Timão naquela partida. A vitória por 2 a 0 foi possível graças a Paulo Borges que, aos 13 minutos do segundo tempo, fez a torcida alvinegra vibrar com o primeiro gol, além de Flávio que, com um toque do genial Rivellino, bateu firme e assegurou o triunfo.

Rotineiramente, o tabu é distorcido e uma inverdade espalhada. Assim, falam como se o Corinthians não tivesse ganhado duelos contra o Santos em outros campeonatos durante 11 anos. Outra falácia, aliás, porque são dez anos, não 11.

Corinthians quebrou o tabu contra o Santos

Vitórias escondidas

Durante o período, foram quatro vitórias contra a equipe do litoral paulista. A primeira aconteceu no dia 27 de março de 1958. O Timão venceu por 2 a 1 com gols de Paulo e Olavo, em partida válida pelo extinto Torneio Rio-São Paulo.

Depois, teve o segundo triunfo no dia 31 de março de 1960. Na ocasião, o Corinthians repetiu o placar no mesmo campeonato. O palco da disputa foi o estádio do Pacaembu. Dessa vez, os tentos foram de Higino e Zague.

A terceira vitória foi no dia 29 de março de 1961. O time do Parque São Jorge bateu o Santos de Pelé mais uma vez, agora por 2 a 0, também pelo Rio-São Paulo. Os gols foram anotados para Miranda e Rafael.

Enfim, o último triunfo da época aconteceu no dia 16 de junho de 1962. Na Fazendinha, o resultado ficou em 3 a 1, em confronto válido pela Taça São Paulo. Os tentos foram marcados por Calvet, que fez contra, Manoelzinho e Cássio.

Corinthians quebrou o tabu contra o Santos

Tabu devolvido

O aumento na história é usado como uma estratégia para valorizar ainda mais as conquistas do Santos de Pelé. Além disso, o Corinthians também possui uma sequência favorável. O adversário já ficou sete anos sem ganhar, considerando todos os campeonatos e encontros que tiveram entre 1976 e 1983. Foram 20 jogos seguidos sem derrotas corinthianas.

O Corinthians ficou sete anos sem perder do Santos

Comentários

x