Corinthians espera valorizar camisa sem Panamericano

Corinthians espera valorizar camisa sem Panamericano

O rombo de R$ 2,5 bilhões descoberto no banco Pan-Americano em 2010 impedirá a permanência da marca na barra da camisa do Corinthians para a atual temporada. No entanto, a diretoria alvinegra não trata isso como uma notícia ruim. A troca é justamente a razão para que o clube projete para este ano um incremento na receita oriunda de seu uniforme.

O Panamericano desembolsou R$ 8 milhões para aparecer na camisa do Corinthians em 2010. A expectativa da diretoria é que o clube consiga negociar a cota da empresa, que estampava barra da camisa e calções, por até R$ 12 milhões.

“Trabalhamos com uma projeção de receita de R$ 62 milhões com patrocínios de camisa em 2011. Isso nos deixaria entre os três clubes com maior patrocínio do mundo”, projetou o presidente do Corinthians, Andres Sanchez, em entrevista ao jornal “O Estado de S. Paulo”.

As outras cotas da camisa do Corinthians seguirão ocupadas pela Hypermarcas. O grupo investirá, segundo Andres, R$ 50 milhões para manter peito/costas, mangas, ombros e axilas do uniforme alvinegro em 2011.

O problema financeiro do banco Panamericano foi um escândalo que explodiu no fim do ano passado. O grupo Sílvio Santos, dono da empresa, pediu um empréstimo de R$ 2,5 bilhões ao Fundo Garantidor de Crédito (FGC) para cobrir uma fraude na companhia.

Fonte: Máquina do Esporte

Enviado por: will2s

Veja Mais:

  • Jogadores usaram máscaras em brincadeira do Corinthians

    Em clima de Carnaval, Corinthians provoca e dá máscaras para Gabriel e Maycon

    ver detalhes
  • Thiago Duarte Peixoto será afastado dos gramados e passará por avaliação na FPF

    Após assumir erro, árbitro de Dérbi é afastado e passa por avaliação na FPF

    ver detalhes
  • Jogador não pediu desculpas a Gabriel em declaração

    Sem pedir desculpa, Tchê Tchê argumenta ter 'brincado' com Gabriel no Dérbi

    ver detalhes
  • Árbitros utilizaram o metrô em horário de pico nesta quarta-feira

    Árbitro foi à Arena Corinthians de metrô em horário de pico, acusa entidade; FPF rebate

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes