Após agressão a árbitros, Tite se policia para não apontar erros

Após agressão a árbitros, Tite se policia para não apontar erros

Por Meu Timão

Chateado com a agressão de torcedores do Corinthians ao trio de arbitragem da partida contra o América-MG, o técnico Tite prometeu não mais falar sobre esse assunto até o final Campeonato Brasileiro, como vinha fazendo abertamente nas últimas rodadas do torneio.

'Sei que os caras lutam e que querem fazer o melhor em sua atividade. Sei que gostam de serem reconhecidos por nós quando fazem bom trabalho', disse o treinador. 'A partir de agora, vou ficar só ouvindo os comentários e deixar para que a direção se manifeste. Quando a imagem falar por si só, não vou falar mais. Minha parcela de contribuição é não falar de erros'.

O árbitro Jean Pierre Gonçalves Lima e os auxiliares Altemir Hausmann e Julio Cesar Rodrigues Santos, todos do quadro da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), foram agredidos no saguão de desembarque do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, quando faziam conexão. Os quatro agressores estavam no mesmo voo que levou os profissionais de Uberlândia para São Paulo.

Em nota divulgada na tarde de segunda-feira, a diretoria do Corinthians manifestou repúdio ao ato de violência contra o trio de árbitros. 'Este não é o caminho para decisão do ponto de vista esportivo ou de qualquer natureza', dizia trecho do comunicado publicado no site do clube.

'Têm bons e maus profissionais em todas as áreas. Quero ficar atento à minha parte. Existe comentarista. Não sou nenhum ingênuo, babaca. Não quero que passe do ponto e usar toda a mídia que tenho para aproveitar. Quero que a gente mereça dentro do campo - o erro vai acontecer de um lado para o outro - até passando por cima de adversidades', concluiu Tite.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Mais:

  • Kazim terá nova oportunidade como titular diante do Palmeiras

    Em treino aberto na Arena, Carille define novo Corinthians para clássico

    ver detalhes
  • Treino com torcida na Arena Corinthians não é novidade

    Organizadas pedem e último treino antes do Dérbi terá presença da torcida na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes