Remoção dos dutos do Estádio do Corinthians custará até R$ 10 milhões

Remoção dos dutos do Estádio do Corinthians custará até R$ 10 milhões

Por Meu Timão

Fielzão será a sede da abertura da Copa de 2014

Fielzão será a sede da abertura da Copa de 2014

Foto: Nacho Doce/Reuters

O Corinthians terá de pagar até R$ 10 milhões para remover os dutos que passam sob o terreno de Itaquera, onde será erguido o tão sonhado estádio do clube, palco da abertura da próxima do Mundo, em junho de 2014.

No último dia 19 de outubro, o Timão anunciou que a empresa SACS será a responsável pela recolocação dos tubos, e o valor do trabalho seria de R$ 7 milhões. Nessa conta, no entanto, não estavam contabilizados cerca de R$ 150 mil da assistência prestada pela Transpetro, braço de logística da Petrobras, e o preço dos tubos, de até R$ 3 milhões. Por outro lado, a mão de obra já fora calculada nas cifras iniciais.

- Temos três pedaços na negociação: a mão de obra especializada, que vai fazer a perfuração da canaleta, soldar os tubos e fazer o fechamento do (duto) velho, a remoção do velho e a instalação do novo. A outra parte é a assistência técnica que a Transpetro presta, para ter certeza que sairá absolutamente perfeito. Isso custará em torno de R$ 150 mil. E tem os tubos, que são da Petrobras, que serão de R$ 2 milhões a R$ 3 milhões, com preço fechado. A obra é muito rápida, não passará de dois meses ? afirmou Luis Paulo Rosenberg, diretor de marketing do Corinthians, na última quarta-feira.

O orçamento total da obra gira em torno de R$ 820 milhões, sendo que R$ 420 milhões serão obtidos por meio de incentivos fiscais, e o restante via Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Este financiamento será via um banco (ainda não revelado), e o Corinthians terá de três anos de carência e os 12 seguintes para amortizar a dívida.

Para bancar esse empréstimo, o clube espera negociar o nome do estádio por, no mínimo R$ 400 milhões. Se em outubro o presidente Andrés Sanchez afirmou ao LANCENET! que a empresa que dará o nome será anunciada até março do ano que vem, Rosenberg diz não ter pressa para fechar o acordo.

- Eu não aceito prazo para fazer negociação, isso é coisa de maluco. Se o outro lado sabe que eu tenho prazo para negociar, me espreme. Se não der para fechar até março e eu tiver de esticar as conversas, não terá problema nenhum.

Segundo o diretor, oito empresas se mostraram interessadas em expor a sua marca em Itaquera.

- As empresas são do Brasil, governo, Europa, Oriente Médio, Estados Unidos, tem de tudo - garantiu.

Em andamento, as obras devem ser finalizadas entre o fim de 2013 e o início de 2014.

Fonte: Lancenet

Veja Mais:

  • Carille acredita que Fagner entre em campo sem problemas no domingo

    Corinthians deve ter Fagner e Romero, mas tem dúvida no meio contra o Flamengo

    ver detalhes
  • Walter aguarda diretoria do Corinthians para selar permanência no clube

    São Paulo insiste e aumenta oferta pela terceira vez; Walter segue no aguardo do Corinthians

    ver detalhes
  • Meia marcou primeiro gol com a camisa do Corinthians nesta quarta-feira

    De Messi a Romarinho: as reações da torcida do Corinthians ao primeiro gol de Pedrinho; veja

    ver detalhes
  • Gol de Balbuena abriu o placar nesta quarta-feira

    Balbuena e Pedrinho marcam, Corinthians despacha colombianos e avança na Sul-Americana

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes