Vítor Júnior nega que tenha assinadopré-contrato com o Corinthians

Vítor Júnior nega que tenha assinadopré-contrato com o Corinthians

Por Meu Timão

Vítor Júnior diz: 'Estou com a cabeça 100% focada no Atlético-GO

Vítor Júnior diz: 'Estou com a cabeça 100% focada no Atlético-GO

Em qualquer time, uma série de quatro derrotas consecutivas causa vários questionamentos e desconfiança em relação à equipe. No Atlético-GO não foi diferente. Uma das razões levantadas para a queda de rendimento de alguns jogadores é o assédio de outros clubes, que faz com que estes atletas desviem o foco, e já se preocupem com a próxima temporada.

Neste panorama, o principal nome envolvido é o do meia Vítor Júnior, que despertou o interesse do Corinthians. Mesmo admitindo que foi procurado pelo Timão, ele assegura que nada está acertado, e que o pensamento continua exclusivamente no Atlético-GO.

As pessoas confundem um pouco, até porque se eu tivesse com o pensamento no ano que vem, independente do que viria a acontecer, eu estaria não querendo jogar, estaria no DM (Departamento Médico), no ‘chinelinho’, mas eu quero estar ajudando, ajudando sempre, mas infelizmente algumas pessoas acabam colocando que pelo time ter jogado mal, por não termos conseguido as vitórias, eles acabam colocando de uma maneira que essas negociações estejam atrapalhando – declarou o jogador.

A diretoria rubro-negra, o jogador, e a cúpula corintiana já admitiram a possibilidade de Vítor Júnior defender o time do Parque São Jorge em 2012. Entretanto, o meia garante que não nenhum pré-contrato assinado e que, por enquanto, o único vínculo dele é com o Atlético-GO.

- Não tem nada assinado ainda. Tem interesse, lógico, não vou omitir, mas é uma coisa que eu só posso decidir quando acabar o campeonato, e eu estou com a cabeça 100% focada no Atlético, vou fazer de tudo pra que o time possa melhorar, e conquistar as vitórias novamente.

Contusão

Diante do Bahia, Vítor Júnior retornou aos gramados após se recuperar de contratura muscular, que o afastou dos dois jogos anteriores. Entretanto, ele voltou a sentir dores e teve que ser substituído aos 30 minutos da segunda etapa, e, assim como toda a equipe, teve atuação apagada. O meia reconhece que foi precipitado seu retorno, mas ressalta que o fraco desempenho não é sinal de que tenha se acomodado.

- Antes do jogo contra o Bahia eu estava me sentindo muito bem, a gente sabia que poderia voltar, e no decorrer do jogo eu acabei sentindo um pouco, mas por querer ajudar, por estar demonstrando essa vontade de querer almejar coisas boas no campeonato, a gente acaba esquecendo, acaba prejudicando um pouco a equipe jogando com um pouco de dor. Essa vontade, esse ímpeto de quere vencer, às vezes é interpretado de maneira errada, mas isso faz parte – comentou.

Fonte: Globo Esporte

Veja Mais:

  • Fernando César (empresário), Roberto de Andrade, Pablo, Flávio Adauto e Alessandro em reunião

    Corinthians acerta permanência de Pablo; resta acordo com Bordeaux

    ver detalhes
  • Com derrota por 3 a 0 no placar agregado, Timão ficou com o vice do Brasileirão 2017

    Valente, Corinthians/Audax sofre nova derrota e é vice-campeão brasileiro de 2017

    ver detalhes
  • Walter não será liberado pelo Corinthians

    Corinthians bate o martelo e não libera Walter para o São Paulo; novo encontro no sábado

    ver detalhes
  • Meia sentiu a costela após dividida com Betão

    Jadson tem fratura constatada e desfalca Corinthians por um mês

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes