Tite destaca força emocional do Corinthians no clássico

Tite destaca força emocional do Corinthians no clássico

Depois de um primeiro tempo ruim, no qual saiu perdendo por 1 a 0, o Corinthians voltou melhor para a etapa final e, com dois gols em seis minutos, conseguiu a vitória por 2 a 1, de virada, diante do Palmeiras, neste domingo, pelo Campeonato Paulista. Após a partida, Tite comemorou o resultado e exaltou o emocional dos jogadores.


'Quando fizemos o segundo gol, o emocional passou a ser nosso. E com isso a gente consegue tirar vantagem', declarou o treinador, que ainda demonstrou sua insatisfação com a arbitragem de Marcelo Rogério. Segundo ele, o juiz não manteve o critério ao longo da partida e poderia ter mostrado mais cartões para o Palmeiras - foram quatro para a equipe e oito no total.

'É difícil apitar um clássico. Mas para ser franco, eu não sabia quando ele ia dar falta e quando não ia. Tiveram três lances com o Danilo em que teve a falta e ele só foi dar cartão no terceiro lance. Eu já estava ficando irritado. E os jogadores também estavam ficando irritados', avaliou.

O treinador corintiano apontou que os erros do árbitro estavam irritando também os jogadores no primeiro tempo e que, no intervalo, pediu para que eles pensassem somente na partida. 'Eu falei para deixarmos o árbitro para lá, ele com os critérios dele. Porque os jogadores também estavam se irritando', disse.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes