Cássio quer seguir os passos de Dida e brilhar pelo Timão

Cássio quer seguir os passos de Dida e brilhar pelo Timão

512 visualizações 5 comentários Comunicar erro

O caminho de Cássio no Corinthians começa a ser traçado com largos passos rumo ao sucesso e com um exemplo vitorioso como parâmetro. A titularidade do ‘Frankenstein’ chegou com o mesmo molde de uma história contada 13 anos atrás, com o capítulo final de campeão da América. Assim como ‘São Marcos’ em 1999, o ‘grandalhão’ corintiano conquistou a condição de titular na primeira partida das oitavas de final da Libertadores e, com pouco tempo e boas atuações, caiu nas graças da torcida.

É bem verdade, porém, que a história do palmeirense teve, ao longo de seu trajeto, um trágico momento para os corintianos. Marcos saiu como herói na disputa de pênaltis contra o Timão, nas quartas de final da competição continental de 99, para depois levantar a taça de campeão da América.

'Quero fazer o torcedor esquecer isso com a conquista da Libertadores deste ano', prometeu Cássio.

A trajetória para o novo dono da meta alvinegra repetir o feito na Libertadores do campeão mundial com a seleção brasileira, em 2002, é longa e árdua. O primeiro passo foi dado e o exemplo em Marcos pode ser mais um fator motivador para o jovem de 24 anos, de 1,95 m.

'Com certeza. Apesar da rivalidade, a gente sabe da qualidade do Marcos, que é indiscutível. A carreira dele foi brilhante, ele foi um grande goleiro. Eu não tinha o conhecimento (que o Marcos também virou titular durante a Libertadores e na fase de oitavas de final). Se acontecer o mesmo vai ser muito bom. O Corinthians sendo campeão, vai ser muito bom', destacou.

Um capítulo, no entanto, Cássio pediria para mudar em sua história para não repetir a de Marcos. Bom pegador de pênalti, como o próprio se classifica, ele quer uma final sem cobranças de penalidades. O Palmeiras conquistou a Libertadores, em 1999, na disputa de pênaltis contra o América de Cali-COL.

'Prefiro acabar com a bola rolando (risos)', brincou.

'Espero acabar com o título. E ajudar o Corinthians'.

Além de Marcos, Cássio quer seguir passos de Dida

Apesar de não querer um final com pênaltis na Libertadores, Cássio se espalha em Dida, exímio pegador das cobranças, para trilhar um sucesso parecido com o campeão mundial pelo Timão, em 2000.

'Sei que ainda tenho um longo caminho pela frente, mas seria muito bom ouvir comparações com um grande goleiro como o Dida. Espero estar bem também em uma eventual decisão de pênaltis na Libertadores', sorriu.

'Eu me considero um bom pegador de pênaltis. Desde as categorias de base do Grêmio, sempre fui bem nesse tipo de disputa. Jogando pelo time B do PSV, disputei uma final de Copa da Holanda em que defendi quatro penalidades, e a outra foi chutada para fora pelo cara do time deles', relembrou.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Campeão paulista, Balbuena levantou sua terceira taça como jogador do Corinthians

    Corinthians anuncia renovação de contrato de Balbuena

    ver detalhes
  • Carille aposta em retorno de trio para surpreender Vitória no Barradão

    Carille arma Corinthians com três mudanças para estreia na Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Sheik comemora gol sobre Mirassol na Arena; atacante vai a Salvador com Timão

    Com Sheik, sem Renê: veja lista de relacionados do Corinthians para jogo contra o Vitória

    ver detalhes
  • Renê está fora do primeiro jogo do Timão na Copa do Brasil

    Renê Júnior se machuca em treino e desfalca Corinthians diante do Vitória

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes