Emerson recusa rótulo de herói e oferta da China para seguir no Timão

Emerson recusa rótulo de herói e oferta da China para seguir no Timão

564 visualizações 2 comentários Comunicar erro

Ainda em clima de festa, o atacante Emerson, autor dos dois gols do Corinthians na conquista do título da Libertadores diante do Boca Juniors, recebeu, nesta quinta-feira, a imprensa em sua casa, localizada em Alphaville (Grande São Paulo). O Sheik confirmou ter recebido uma proposta para se transferir para o futebol da China. Porém, ele comparou a oferta à que recebeu em 2011 e disse que pretende seguir no Timão.

Foto: Alan Morici / Agência O Dia

'No ano passado, recebi uma proposta muito boa do mundo árabe, mas não passou pela minha cabeça sair. Na época, recusei pelos meus filhos. Hoje, estive com o meu empresário. Não tenho a menor vontade de sair. Por mim, não saio. Recusaria pelo Corinthians', disse Emerson.

Taxado como herói da conquista inédita, o camisa 11 do Alvinegro rechaçou o rótulo e pediu mais atenção aos companheiros. 'Não pretendo nem quero ser lembrado como herói. Seria uma falta de respeito com meus 35 amigos, que chegam e treinam no mesmo pensamento, com os funcionários do clube que vocês não conhecem, mas que são maravilhosos. Com a comissão técnica, diretores, patrocinadores. São muitas pessoas envolvidas e divido com todo mundo isso.'

Pedindo para ser chamado de 'mais um louco no bando', Emerson também preferiu não ser visto como um jogador iluminado por fazer gols em momentos decisivos. 'Não sei se sou iluminado, trabalho para caramba. Ao contrário do que vocês pensam, eu chego cedo (ao treino). Às vezes, me atraso e chego mesmo de helicóptero. Mas acredito em merecimento, não em sorte', finalizou.

Caso de Justiça

Apesar do ótimo momento, nem tudo foi alegria na tarde desta quinta-feira. O oficial de Justiça Francisco do Amaral Defino tentou entregar a Emerson uma intimação do Fórum de Barueri. Como o atacante ainda não havia chegado em casa, o oficial não pôde entregar o documento, que não tiveram o conteúdo revelado.

Sheik havia ido Rio de Janeiro para levar seus filhos, que moram com a ex-mulher. Ao saber da 'visita', o atacante não demonstrou surpresa. 'Não estava aqui, mas deve ser um problema novo. E como todos os outros, ele será resolvido', comentou.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Bernard, Marinho e Sánchez são algumas sugestões da Fiel ao Corinthians

    Sete sugestões de contratação da Fiel ao Corinthians para o segundo semestre de 2018

    ver detalhes
  • Renan Areias (no centro) está no Corinthians desde os seis anos de idade

    Corinthians empresta capitão do Sub-20 para o Red Bull Brasil

    ver detalhes
  • Fessin já marcou três gols pelo Corinthians no Paulista Sub-20

    Fessin marca, Corinthians vence no Paulista Sub-20 e diminui distância para rival

    ver detalhes
  • Corinthians fechou a primeira fase na liderança e invicto no Paulista Feminino

    Corinthians vence Portuguesa e fecha primeira fase do Paulista Feminino líder invicto

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes