No embalo do Mundial, Caixa lança cartão de crédito para corintianos

No embalo do Mundial, Caixa lança cartão de crédito para corintianos

Caixa Econômica Federal é o patrocinador master do Corinthians até 2014

Caixa Econômica Federal é o patrocinador master do Corinthians até 2014

Foto: © Divulgação

Em comemoração ao bicampeonato do Corinthians no Mundial de Cubes da Fifa, a Caixa Econômica Federal lançou nesta segunda-feira (17) um cartão de crédito para os torcedores do clube.

O cartão Epidemia Corinthiana Caixa Platinum tem edição limitada em 10 mil unidades. Os torcedores que adquirirem o produto terão isenção da anuidade no primeiro ano e uma bonificação em pontos após o pagamento da primeira fatura.

Os portadores do cartão vão receber um ponto para cada US$ 1 gasto em compras nacionais e internacionais realizadas com o cartão.

O nome do cartão foi escolhido em menção à campanha Epidemia Corinthiana, criada pelo clube para apoiar o time no Mundial de Clubes da Fifa desse ano.

Há cerca de um mês, a Caixa anunciou que será patrocinadora master do Corinthians até 2014. O contrato renderá ao clube entre R$ 30 milhões e R$ 35 milhões por ano, segundo apurou o UOL Esporte.

É um montante superior ao que o clube conseguiu sem um parceiro master nesta temporada até agosto, que ficou em R$ 22,8 milhões, de acordo com o balancete do clube.

Fonte: Uol

Veja Mais:

  • Bruno Paulo jogará no Santa Cruz até o final de 2017

    Com apenas um jogo pelo Corinthians, atacante é emprestado até o fim do ano

    ver detalhes
  • Rodriguinho marcou o gol da vitória do Corinthians contra o Atlético-GO

    Corinthians se impõe fora de casa, vence Atlético-GO e assume liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Quase a totalidade dos 15 mil presentes no Serra Dourada era corintiana

    Torcida do Corinthians domina o estádio Serra Dourada; comentarista e dirigente goianos se revoltam

    ver detalhes
  • Clayson canta o hino do Corinthians na primeira concentração

    VÍDEO: Clayson canta o hino do Corinthians na primeira concentração

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes