Lula brinca com Felipão e diz que Corinthians superou 'síndrome de Bush'

Lula brinca com Felipão e diz que Corinthians superou 'síndrome de Bush'

Lula é Corinthians demais

Lula é Corinthians demais

Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula/Divulgação

São Bernardo do Campo – Em meio a discursos, alguns inflamados, sobre mídia e Judiciário, durante a posse do novo presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Rafael Marques, sobrou espaço para o futebol. Não foram poucos os que vestiam camisa do Corinthians, que no último domingo conquistou o título mundial interclubes. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é corintiano, assim como Rafael, que recebeu simbolicamente o cargo das mãos do palmeirense Sérgio Nobre, sob os olhares do secretário-geral do sindicato, o santista Wagner Santana, e do presidente nacional da CUT, o são-paulino Vagner Freitas. O ato terminou justamente com a execução do hino corintiano.

No começo de seu pronunciamento de mais de 40 minutos, Lula ironizou ao dizer que o novo técnico da seleção brasileira, Luiz Felipe Scolari, o Felipão, estava “de bom tamanho”. Para arrematar: “Seguramente ele não vai fazer o Brasil cair. Não tem segunda divisão na Copa”. Até pouco tempo atrás, Felipão foi técnico do Palmeiras, que este ano terminou rebaixado para a série B do campeonato brasileiro.

Sobre a vitória do Corinthians contra o inglês Chelsea, o ex-presidente recorreu a mais de suas analogias, citando o dia em que, como presidente, foi à Casa Branca, sede do governo do Estados Unidos, para uma audiência com George W. Bush. “Ele só falava de terrorismo. Disse a ele: tenho um inimigo no Brasil chamado pobreza, e a minha guerra é contra a pobreza.” Ao dizer que decidiu entrar na Casa Branca “de cabeça erguida”, Lula afirmou que “muita gente achava que o Corinthians não tinha condições de ganhar do Chelsea” e contou ter ouvido de um governador que o time brasileiro começou o jogo “com síndrome daquela primeira reunião com o Bush”, inibido. “O Santos (contra o Barcelona, em 2011) entrou de cabeça baixa, já derrotado.” Perdeu de 4 a 0.

Fonte: Brasil Atual

Veja Mais:

  • Rodriguinho e Fagner podem se juntar a Uendel, que deixou o Parque São Jorge recentemente

    De novo!? Diretoria do Corinthians teme perder Fagner e Rodriguinho nesta janela

    ver detalhes
  • Tite voltará à Arena Corinthians - desta vez, pela Seleção Brasileira

    CBF confirma Arena Corinthians como palco de jogo da Seleção de Tite em 2017

    ver detalhes
  • 650 mil mensais é a pedida de Jadson para voltar ao Corinthians

    Empresários de Jadson fazem pedida considerada surreal pela diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians chega ao máximo por valores de Drogba, que tem prazo para definição; veja detalhes sobre o caso

    [Teleco] Corinthians chega ao máximo por valores de Drogba, que tem prazo para definição; veja detalhes sobre o caso

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes
  • Últimos comentários

    Foto do perfil de Neco

    Ranking: 958º

    Neco 623 comentários

    2º. por @malucorinthians

    Felipão assume a seleção em 18º no ranking da FIFA.

    O Palmeiras acabou em 18º no Brasileirão.

  • Foto do perfil de Manoel

    Ranking: 412º

    Manoel 1188 comentários

    1º. por @manotimao

    O CORINTHIANS, Nunca... Jamais, entrara em campo com a cabeça baixa, seja qual for o time e de qualquer país, estara o CORINTHIANS com a cabeça erguida, pois somos totalmente diferentes de todos os outros... Nós somos a FIEL... E a FIEL tem o CORINTHIANS... Como o CORINTHIANS tem a FIEL... O Chelsea balançou quando viu a FIEL no Japão... Assim como o Boca Jr. Não aguentou a pressão da FIEL na Bombonera e piorou no Pacaembu. O CORINTHIANS tem a d.i.f.e.r.e.n.ç.a.