Segundo vice-presidente do Milan, Pato pediu para sair do time em Janeiro

Segundo vice-presidente do Milan, Pato pediu para sair do time em Janeiro

Corinthians avança conversas para trazer Alexandre Pato

Corinthians avança conversas para trazer Alexandre Pato

O vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, confirmou neste sábado que os atacantes Alexandre Pato e Robinho pediram para deixar o clube em janeiro, quando o mercado de transferências reabre na Europa.

Com passagem marcada para passar as festas de final de ano no Rio de Janeiro, onde tem um apartamento no Leblon, Galliani afirmou que não estará no Brasil apenas a passeio:

– Eu planejei minha viagem ao Brasil há alguns meses. Será tudo sobre trabalho, não vou de férias. Temos duas negociações em andamento. Pato e Robinho pediram para deixar o Milan. E eu também já sei o que acontecerá se eles deixarem o clube – afirmou o dirigente após a derrota de 4 a 2 para o Roma, pelo Campeonato Italiano.

Recentemente, Galliani disse que não recebeu proposta do Santos por Robinho. Assim, o Flamengo passa a aparecer como favorito para contratar o camisa 7. Revelado pelo Internacional, Pato estaria perto de acertar com o Corinthians.i

Enquanto Galliani dava informações à imprensa sobre o futuro da dupla brasileira, Silvio Berlusconi, proprietário do Milan, afirmou que o clube não contratará o atacante Mario Balotelli, do Manchester City, e que dificilmente conseguirá tirar Didier Drogba da China.

– Balotelli não virá. Gosto muito do Drogba, mas agora custa muito caro. Quem virá em janeiro? Não posso dizer. Sempre que falo sobre isso, o preço sobe.

Fonte: jornal midia

Veja Mais:

  • Jadson deve ser opção a partir da próxima quarta-feira, dia 1

    Jadson confirma que se colocou à disposição para enfrentar o Palmeiras e crava jogo da reestreia

    ver detalhes
  • Fellipe Bastos, à direita, deve retornar ao time; Léo Jabá é dúvida

    Corinthians terá ao menos uma mudança na escalação para encarar Palmeiras

    ver detalhes
  • Sanchez e Roberto de Andrade seguem aliados na política do Corinthians

    Fortalecido após veto do impeachment, Andrés Sanchez cogita voltar à presidência do Corinthians

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fev/2015 e segue até fev/2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Timão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes