Presidente do Milan não pretende vender Pato e Robinho ao mesmo tempo

Presidente do Milan não pretende vender Pato e Robinho ao mesmo tempo

Silvio Berlusconi, presidente do Milan, deu a entender nesta segunda-feira que não pretende permitir a transferência de Alexandre Pato e Robinho simultaneamente. Na última semana, Adriano Galliani, vice presidente do clube, veio ao Brasil negociar os jogadores e o contrato entre Pato e Corinthians já está encaminhado. Robinho tem como opções o Santos e o Atlético-MG.
O presidente rossonero afirmou que se sente mal por ter que se desfazer de Pato, principalmente. Para ele, o jogador era um ponto de referência para o futuro do clube. "Espero que apenas um deles saia. Eu fico triste sobretudo por Pato, porque até começar essa série de lesões ele era o número um do Milan, um verdadeiro campeão", disse à Rádio Lombardia.

Berlusconi ainda falou sobre a necessidade de reestruturação no clube após a venda de jogadores importantes. Segundo ele, pode demorar duas ou três temporadas até que o Milan fique novamente em posição de ganhar títulos.

"Temos de nos dedicar a um trabalho de reconstrução e acredito que não demorará menos de três anos antes de chegarmos ao ponto de termos um time de campeões e nos tornarmos candidatos aos títulos novamente", finalizou.

Fonte: Goal

Veja Mais:

  • Retorno de Jadson é visto como bem possível no Parque São Jorge

    Corinthians quer definir Jadson até terça-feira; segue otimismo por Didier Drogba

    ver detalhes
  • Fábio Carille tem dez volantes no elenco. Definições nos próximos dias...

    Boas estreias nos EUA, ascensão da molecada... Carille terá de quebrar a cabeça com dez volantes

    ver detalhes
  • Roupeiro do Corinthians, Roberto Sousa publicou foto no Aeroporto de Orlando

    Alerta de tornado nos Estados Unidos adia retorno do Corinthians ao Brasil

    ver detalhes
  • Carlinhos marcou o seu décimo gol na competição

    Corinthians atropela Juventus na semifinal da Copinha e busca pelo décimo título

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes