Balbuena evita falar em despedida definitiva contra o Santos; zagueiro vai defender o Paraguai

Balbuena evita falar em despedida definitiva contra o Santos; zagueiro vai defender o Paraguai

15 mil visualizações 129 comentários Comunicar erro

Balbuena em coletiva nesta tarde de terça-feira, no CT

Balbuena em coletiva nesta tarde de terça-feira, no CT

Foto: Rodrigo Vessoni / Meu Timão

O confronto com o Santos, nesta quarta-feira, às 21h, na Arena Corinthians, pode ser o último de Fabián Balbuena com a camisa do Timão. O zagueiro se apresenta à seleção do Paraguai na manhã seguinte ao clássico e, pela programação, será desfalque contra Vitória (sábado, em Itaquera) e Bahia (quarta, em Salvador).

Leia também: Loss esboça escalação do Corinthians para clássico contra Santos com dúvida no ataque

O problema é a volta. Se é que haverá a volta. O defensor é um dos nomes mais procurados pelo mercado do exterior. Seu nome já esteve ligado a diversos clubes europeus e, recentemente, o Meu Timão revelou uma oferta do Al-Hilal da Arábia Saudita para seus empresários.

Na tarde desta terça-feira, em entrevista coletiva no CT Joaquim Grava, Balbuena evitou falar sobre o assunto. O camisa 4 do Corinthians preferiu deixar a situação aberta, sem cravar uma saída mas também sem falar em permanência.

"Não sei, se eu falar alguma coisa vai aparecer que Balbuena falou que é o último jogo. Pode ser o último do Mateus (Vital) também, muito difícil saber o que pode acontecer, não sei se vou estar vivo amanhã, depois de amanhã. Penso no meu trabalho. Esse é nosso foco", desconversou.

Recentemente, o Corinthians renovou o vínculo contratual até fim de 2021. Antes dessa última conversa para a renovação, o clube detinha 100% dos seus direitos econômicos, comprados junto ao Libertad-PAR por US$ 1,5 milhão (cerca de R$ 5 milhões, à época).

Leia também: Andrés justifica multa baixa e destaca postura de Balbuena por renovação: 'Foi honesto'

Clube e jogador não informaram se houve algum repasse de parte dos direitos econômicos nessa última negociação que garantiu sua permanência. Ao menos, no papel.

Veja mais em: Balbuena e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Corinthians de Jonathas não conseguiu vencer o Cruzeiro nesta quarta-feira

    VAR tem noite terrível, Corinthians é derrotado na Arena e perde título da Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Emerson Sheik foi eleito pela Fiel o melhor em campo na derrota do Corinthians para o Cruzeiro

    Mais velho e mais novo do Corinthians são eleitos os melhores da final da Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians deu show à parte na finalíssima da Copa do Brasil

    Torcida do Corinthians dá novo show e 'se salva' em vice da Copa do Brasil; veja repercussão

    ver detalhes
  • Corinthians levou R$ 20 milhões pelo segundo lugar na Copa do Brasil

    Revés para o Cruzeiro na final da Copa do Brasil faz Corinthians perder quase R$ 40 milhões

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes