Cássio vê méritos na defesa do Corinthians e pontua melhoras em campo com Jair Ventura

Cássio vê méritos na defesa do Corinthians e pontua melhoras em campo com Jair Ventura

Por João Pedro Izzo e Rodrigo Vessoni

2.3 mil visualizações 66 comentários Comunicar erro

Cássio valorizou as melhorias da equipe do Timão após a chegada de Jair Ventura

Cássio valorizou as melhorias da equipe do Timão após a chegada de Jair Ventura

Foto: Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Na zona mista do Allianz Parque após derrota do Corinthians diante do Palmeiras neste domingo, Cássio falou a respeito das ideias de Jair Ventura, ressaltando melhora na compactação do sistema defensivo e justificou os espaços cedidos para o Palmeiras após o gol sofrido. O goleiro foi, segundo as notas da torcida do Meu Timão, o menos pior do Timão na derrota de 1 a 0 frente ao rival.

"Foi um time mais compacto, primeiro tempo não demos chances pro adversário, também não tivemos tantas chances. Foi um jogo mais equilibrado e no segundo tempo tomamos um gol no começo. A gente deu mais chances e o Palmeiras foi mais efetivo. É normal que o time se abra um pouco mais, o time deu um pouco mais de espaço... para começo de trabalho, dois treinos, assim, já vir pra um clássico", analisou.

"Mas temos que continuar trabalhando forte, não podemos baixar a guarda. A gente tem que trabalhar pra voltar com essas vitórias. Quarta-feira é um grande jogo pra nós buscarmos um bom resultado no Rio de Janeiro", completou.

Leia também:
Mantuan será reavaliado e o Corinthians pode não ter lateral-direito na Copa do Brasil
Jair diz não ter conseguido 'implementar nada' no Corinthians e cita pontos positivos pós-Dérbi
Análise: em melhora defensiva e inoperância no ataque, Corinthians é derrotado pelo Palmeiras

O experiente goleiro também deu valor ao Palmeiras, dizendo que é um time encaixado e vem embalado pela chegada do técnico Luiz Felipe Scolari. Cássio aproveitou a declaração para relembrar que o Timão precisa focar na Copa do Brasil agora para depois retomar as atenções no Brasileiro.

"A equipe do Palmeiras está encaixada, vem num ritmo, chegada de um treinador. O Felipão chegou e o time se encaixou, vem brigando lá em cima. Mas temos que trabalhar, temos uma Copa do Brasil, deixamos o Brasileiro em pausa, mas depois temos dois jogos em casa e, independente contra quem jogar, nós temos que buscar os seis pontos", reconheceu.

Projetando o duelo contra o Flamengo na próxima quarta-feira, pela ida das semifinais da Copa do Brasil, Cássio gostou da compactação da equipe e disse que Jair Ventura conseguiu passar o "recado" para o time ser solidário, cumprir funções e melhorar na marcação

"O time se mostrou mais compacto, mas no primeiro tempo não demos chances à equipe adversária. Acho que o time conseguiu cumprir função, de todo mundo voltar e ajudar, acho que temos que tentar melhorar e dar menos chances pro adversário. De uma forma geral, o Jair chegou querendo ajudar, querendo melhorar. Tenho certeza que as vitórias vão voltar, mas quanto antes melhor, né?", argumentou.

"Dois treinos é muito difícil mexer. Mas vimos melhora em compactação, organização. Bola parada nós vinhamos sofrendo muito, hoje conseguiu ir melhor, dar poucas chances pra equipe adversária, que é muito qualificada. Palmeiras vem muito bem, a gente não pode ficar só lamentando o que aconteceu, mas sabemos que enfrentamos um adversário que vive uma grande fase. Temos que melhorar e conquistar as vitórias nas próximas partidas", encerrou.

Veja mais em: Jair Ventura, Campeonato Brasileiro e Cássio.

Veja Mais:

  • Avelar tende a receber nova chance como titular do Corinthians na capital paranaense

    Carlos joga 45 minutos pela Seleção Sub-20, e Corinthians deve ter Avelar contra Atlético-PR

    ver detalhes
  • Carlos Augusto, que está na Seleção Brasileira Sub-20, embarca de Goiânia; Vital e os demais viajam para Curitiba saindo de São Paulo

    Com Carlos Augusto, Corinthians relaciona 23 jogadores para enfrentar o Atlético-PR

    ver detalhes
  • Corinthians caiu nas oitavas de final da Sul-Americana 2017, para o Racing (ARG)

    Menos tenso, Corinthians busca a Sul-Americana 2019; seis motivos mostram importância do torneio

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez e Matias Ávila participaram do Papo Reto desta terça-feira

    Déficit do Corinthians sobe para R$ 26 milhões, mas diretoria comemora ao comparar com 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes