Líder técnico do Corinthians, Jadson projeta Majestoso ao Meu Timão: 'Hora da reação é agora'

Líder técnico do Corinthians, Jadson projeta Majestoso ao Meu Timão: 'Hora da reação é agora'

Por Marco Bello, Rodrigo Vessoni e Vinícius Souza, no CT Joaquim Grava

12 mil visualizações 139 comentários Comunicar erro

Jadson é o artilheiro do elenco em 2018, com 15 gols; é o que mais fez com Jair Ventura

Jadson é o artilheiro do elenco em 2018, com 15 gols; é o que mais fez com Jair Ventura

Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Jadson é uma das principais referências do atual elenco do Corinthians. Com 200 jogos pelo clube, quatro títulos e, atualmente, dono da artilharia da equipe na temporada com 15 gols, o meia sabe como poucos o que se passa no ambiente do clube.

Ambiente esse que, neste momento, devido aos poucos pontos na tabela do Brasileirão, é de desconfiança. Tanto por parte de jornalistas, quanto de parte da torcida. Em entrevista ao Meu Timão, o camisa 10 falou sobre o atual momento e projetou o Majestoso deste sábado, na Arena Corinthians.

Fique de olho! – Jadson será o personagem do episódio 100 do Saudações Corinthianas, quadro do Meu Timão no YouTube. A descontraída entrevista na íntegra vai ao ar na noite desta sexta-feira.

Leia parte da entrevista de Jadson ao Meu Timão

Camisa 10 é o artilheiro do elenco do Corinthians este ano, com 15 gols

Camisa 10 é o artilheiro do elenco do Corinthians este ano, com 15 gols

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Meu Timão: Como está fisicamente e clinicamente após dois jogos de ausência (Bahia e Botafogo) devido a um incômodo na panturrilha direita?

Jadson: Trabalhei a semana toda, não senti dores, trabalhei com a equipe, estou trabalhando forte para chegar bem nesse jogo, que é importante para a equipe.

Como foi ficar ausente nesse período?

Sempre queremos atuar, ajudar nossos companheiros. Nossa equipe sabe que está devendo, estamos numa situação complicada na tabela, é importante voltar a vencer, apoio da torcida será fundamental. Eles estão ao nosso lado o tempo todo, vão nos ajudar bastante para tentar afastar essa situação que incomoda a todos.

A concentração foi antecipada. O que pensa sobre isso?

Tudo é válido nessa reta final para sair dessa situação. A comissão e os jogadores entenderam que seria bom esses dias de concentração para chegar bem focado no jogo, todos querem jogar, por ser clássico, por precisarmos da vitória.

Jadson é referência técnica do elenco do Corinthians

Jadson é referência técnica do elenco do Corinthians

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Carlos Augusto, que tem apenas 19 anos, será titular no Majestoso. Como você enxerga o garoto e a chance no clássico?

Ele é um menino de personalidade, tem nossa confiança, os mais experientes estão dando força a ele. Já pegou seleção de base, está criando bagagem, está pegando confiança, ele vai nos ajudar bastante no jogo.

Público pagante no Majestoso deve ser superior aos 40 mil torcedores...

Só temos que agradecer à torcida, que está ao nosso lado nas horas boas e ruins. Precisamos dar uma resposta positiva a eles, pelo que fizeram nessa temporada, hora da reação é agora. Temos de entrar focados nesse jogo.

Metade do atual elenco do Corinthians tem 23 anos ou até menos. Como está sendo essa convivência?

Tem muitos jovens que chegaram, estão se adaptando, como o Araos, o trabalho tem de ser feito intenso, mas aos poucos para o pessoal ganhar confiança. Jair está fazendo um grande trabalho, é gente boa. Fico até meio triste pela equipe não estar mantendo sequência de vitórias porque o Jair é um cara sério, trabalhador, às vezes a gente tenta sair dessa situação mas futebol é isso. Nunca será mil maravilhas.

Jadson completou 200 jogos diante do Vitória, em Salvador

Jadson completou 200 jogos diante do Vitória, em Salvador

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Vocês conversam? Há diálogo? Como é essa relação no dia a dia?

Os meninos são gente boa, eles ouvem quando a gente tenta orientar, têm respeito pelos mais experientes. Eu já passei por essa fase de adaptação, já fui garoto como eles. A gente erra alguma situação, mas temos de procurar acertar depois. O Lucescu (Mircea, técnico) me ajudou muito lá no Shakhtar, eu só queria jogar com a bola, ele me explicou que na Europa era diferente, ficava todo dia me falando isso. Eu demorei um ano e pouco e melhorei. É ter paciência, sempre com conversa franca para melhorar.

O Léo Santos falou que o elenco do São Paulo não é melhor do que o de vocês. Você concorda?

Cada equipe tem seu elenco, eles têm o deles, nós temos o nosso. Não podemos menosprezar o trabalho de ninguém. Os 18 pontos (de vantagem) de agora a gente estava no ano passado também e ninguém comparava os elencos. A gente precisa somar os pontos, precisamos das vitórias para voltar a confiança, para a torcida acreditar mais. A gente tem de dar o nosso melhor nessas últimas três semanas.

Veja mais em: Jadson e Majestoso.

Veja Mais:

  • Junior Urso está relacionado para seu primeiro jogo pelo Corinthians

    Primeira vez de Junior Urso! Corinthians relaciona 23 jogadores para clássico contra São Paulo

    ver detalhes
  • Forte chuva caiu no Parque Ecológico durante treino do Corinthians deste sábado

    Corinthians finaliza preparação para Majestoso; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Arena Corinthians é a casa do Timão desde maio de 2014

    Fundo da Arena Corinthians abate R$ 260 milhões de dívida com Odebrecht

    ver detalhes
  • Torcedor do Corinthians tem 'compromisso majestoso' na noite deste domingo em Itaquera

    Fiel garante 39 mil ingressos para Corinthians x São Paulo; resta um setor disponível

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes