Presidente do Atlético-MG exalta bom relacionamento com Andrés e diz que Luan não é inegociável

Presidente do Atlético-MG exalta bom relacionamento com Andrés e diz que Luan não é inegociável

Por Meu Timão

21 mil visualizações 111 comentários Comunicar erro

Meia-atacante não é tratada como inegociável pela direção do Atlético-MG

Meia-atacante não é tratada como inegociável pela direção do Atlético-MG

Bruno Cantini/Atlético-MG

Visando reforçar o elenco do Corinthians para 2019, a diretoria alvinegra tem Luan, do Atlético Mineiro, como um de seus alvos. Conforme apurado pelo Meu Timão, as tratativas já começaram nos bastidores e podem envolver quantia em dinheiro mais a cessão de jogadores. Presidente do clube de Minas Gerais, Sérgio Sette Câmara, deixou a possibilidade de negociar o meia-atacante em aberto.

"Não recebi nenhum contato do Corinthians. Evidentemente o Atlético não tem jogador inegociável. Qualquer oferta que vier por qualquer jogador vai ser analisada com respeito, assim como esperamos que clubes que recebem propostas do Atlético-MG o façam", afirmou, em entrevista ao Fox Sports.

Leia também: Corinthians confia em boom de Sergio Díaz e já projeta mantê-lo; veja operação financeira

Além do fato de Luan não ser tratado como inegociável, outro fator pode pesar a favor do Corinthians: a boa relação entre os mandatários dos dois clubes, destacada pelo próprio Sette Câmara.

"Se vier mesmo uma proposta, nós vamos analisar. Eu tenho uma relação ótima com o Andrés. Se for interessante para o clube e para o jogador, tudo bem. Hoje o Luan está bem aqui, nós reformamos o contrato dele recentemente e ele está dentro do planejamento do Atlético para 2019", pontuou, antes de afirmar que não sabe quanto cobraria para negociar o atleta.

"Nem analisei qual é o tamanho da multa que eventualmente seria paga para tirar um jogador desse do Atlético-MG, mas acredito que seja alta, por ser compatível com o salário com ele ganha, que não é barato", concluiu.

Vice também falou

Nas primeiras tratativas, o Timão teria tomado conhecimento de que o Atlético quer ao menos 3 milhões de euros (cerca de R$ 12 milhões) para concretizar o negócio. Como alternativa, a direção alvinegra estuda incluir jogadores no negócio. Um dos mais cotados é Clayson.

"Eu gosto muito do Clayson. Jogador de lado, que gosto muito", analisou Lásaro Cândido da Cunha, vice-presidente do Atlético Mineiro, à Rádio 98 FM.

Questionado sobre um eventual acerto apenas pelo montante em dinheiro, abrindo mão de um atleta em contrapartida, o dirigente foi categórico: "Eu acho pouco".

Veja mais em: Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Corinthians tem sete marcas estampadas no uniforme em 2019

    Uniforme do Corinthians já vale quase R$ 80 milhões; saiba os valores das sete marcas

    ver detalhes
  • Gabriel ainda não tinha treinado com bola em 2019

    Com duas novidades em campo, Corinthians se reapresenta após estreia do Paulistão

    ver detalhes
  • Timãozinho segue treinando forte para encarar o Vasco, pela semifinal da Copinha

    Semifinal da Copinha e dois confrontos pelo Paulistão: a agenda do Corinthians na semana

    ver detalhes
  • Duilio Monteiro Alves, diretor de futebol, falou em nome da diretoria na Arena Corinthians

    Luan, Love, Arana, Romero e Ramires: diretor do Corinthians atualiza negociações

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes