Apresentado no CT, André Luis relata choro do irmão 'corinthiano roxo': 'Nem foi trabalhar'

Apresentado no CT, André Luis relata choro do irmão 'corinthiano roxo': 'Nem foi trabalhar'

Por Lucas Faraldo e Rodrigo Vessoni, no CT Joaquim Grava

19 mil visualizações 100 comentários Comunicar erro

André Luis foi apresentado ao lado do diretor Duílio Monteiro e do adjunto Jorge Kalil

André Luis foi apresentado ao lado do diretor Duílio Monteiro e do adjunto Jorge Kalil

Rodrigo Vessoni/Meu Timão

Artilheiro da Ponte Preta no ano passado e um dos principais jogadores da última edição da Série B, André Luis foi apresentado oficialmente como jogador do Corinthians nesta quinta-feira, no CT Joaquim Grava. O jovem de 21 anos não escondeu a felicidade.

E engana-se quem pensa que o sorriso no rosto do atacante se deve apenas à perspectiva de jogar num grande clube do futebol brasileiro. André Luis relatou um momento de bastante emoção envolvendo sua família na ocasião em que acertou com o Timão.

"Meu irmão é corintiano roxo, ficou uns três dias sem acreditar quando eu contei, até chorou. Nem foi trabalhar. O nome dele é Jefferson, mora em Pouso Alegre (MG)", contou.

"(Quando acertei com o Corinthians) Pensei que era a chance da minha vida vestir essa camisa (...) Corinthians é um dos maiores times do Brasil. Não é que o Flamengo gastou milhões e o Corinthians não vai brigar por títulos", acrescentou, já projetando levantar troféus em sua primeira temporada no Timão - assinou contrato até o fim de 2022.

Com Paulistão, Copa do Brasil e Copa Sul-Americana pela frente somente nestas primeiras semanas de 2019, André Luis já está a todo vapor na pré-temporada alvinegra. Passada mais de uma semana frequentando diariamente o CT, o jovem já tem suas impressões iniciais.

"Me impressionou a grandeza do clube, que nos ajuda a render o máximo dentro do clube. Vou aproveitar para dar meu máximo em campo", declarou.

Irmão não devia gostar...

Antes de chegar ao Corinthians, André Luis passou por alguns clubes tanto profissionalmente quanto nas categorias de base, como Atlético-PR, Santa Cruz e a própria Ponte Preta. Seu início de carreira, quando ainda pré-adolescente, foi num rival do Timão: o Santos.

"Tive minha base no Santos, quatro anos ali, momentos bons e ruins. Joguei com Arthur Gomes, Bambu que foi para o Atlético-PR, entre outros garotos", relatou.

Veja mais em: André Luis, Contratações do Corinthians e CT Joaquim Grava.

Veja Mais:

  • Carille comandou última atividade do Corinthians antes da segunda fase da Copa do Brasil

    Carille dribla imprensa antes de jogo contra Avenida; veja provável escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • Fábio Carille confirmou relação dos atletas que vão à Arena nesta quarta; bola rola às 21h30

    Com Díaz, Carille relaciona 23 corinthianos para segunda fase da Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Gustavo deve ganhar aumento e novo contrato, com término em 2022

    Corinthians encaminha renovação de contrato com Gustagol

    ver detalhes
  • Sornoza é o dono da camisa 7 do Timão; sem Jadson, deve engatar sequência como titular

    Sornoza não se vê '100% adaptado', mas celebra início e revela ansiedade pelo primeiro gol

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes