Pedrinho e Vital comentam convocação para a Seleção Brasileira e liberação do Corinthians

3.2 mil visualizações 28 comentários

Por Rafael Bianco e Lucas Faraldo, no CT Joaquim Grava

Pedrinho e Vital comentaram sobre a convocação para a Seleção Brasileira

Pedrinho e Vital comentaram sobre a convocação para a Seleção Brasileira

Lucas Faraldo/Meu Timão

Após serem convocados para a disputa do Torneio de Toulon pela Seleção Brasileira Olímpica, Pedrinho e Mateus Vital comentaram sobre a felicidade em representar o país na competição internacional, assim como a conversa com a diretoria para que fossem liberados para a disputa do campeonato.

De acordo com os dois atletas, a convocação para a Seleção Brasileira é a realização de um sonho, que vem acompanhado da confirmação de um bom trabalho que vem sendo feito no Corinthians. Para Pedrinho, ainda, a convocação tem um sabor ainda mais especial.

"Para mim principalmente por ser a primeira convocação, o Vital chegou a ser convocado na base. Meu pai sempre sonhou com isso, minha mãe, e poder realizar isso é muito gratificante. Sabemos que muitas vezes não podemos ajudar a equipe, mas é a realização de um sonho, porque todo mundo quer estar na Seleção Brasileira", disse o jovem atacante em entrevista coletiva nesta terça-feira.

"É a realização de um sonho, em qualquer competição, ou até mesmo só de vestir a camisa da Seleção Brasileira até mesmo em um treinamento", completou Vital.

Leia também: Com retorno de Clayson, Corinthians faz segundo treino para decisão na Sul-Americana

De acordo com Pedrinho, não foi necessária uma conversa para que eles pudessem ser liberados pela diretoria e comissão técnica para a disputa da competição internacional. Ao todo, no Corinthians, eles podem perder até cinco jogos caso o Brasil chegue até a final do torneio.

"Eu e o Vital somos caras muito tranquilos e estamos aqui mais para escutar do para falar. Quando soubemos da notícia falamos para a diretoria que o que eles optassem eles iriam pensar no bem da gente, então não falamos com ninguém. Acho que eles entenderam que seria uma oportunidade boa para a gente, porque trabalhamos para isso. É um sonho realizado, mas foi algo que aconteceu naturalmente, então eles acabaram nos liberando para que a gente possa defender a Seleção", finalizou Pedrinho.

Os dois jogadores ainda podem entrar em campo nas duas próximas partidas, contra Deportivo Lara e São Paulo, e demonstraram vontade de seguirem atuando bem com a camisa alvinegra. Eles viajam logo na sequência e devem retornar apenas na metade de junho, durante a pausa para a Copa América.

Veja mais em: Pedrinho, Mateus Vital e Corinthianos na Seleção.

Veja Mais:

  • Corinthians enfrenta a Ferroviária na semifinal do Paulistão

    Corinthians visita a Ferroviária em jogo de ida da semifinal do Paulistão Feminino; saiba tudo

    ver detalhes
  • Corinthians apresentou balancete dos oito primeiros meses sob o comando de Duilio Monteiro Alves

    Corinthians registra novo superávit com redução de gastos significativa em balancete até agosto

    ver detalhes
  • Meu Timão transmite jogo histórico do Corinthian Casuals neste sábado

    Meu Timão transmite ao vivo jogo histórico do Corinthian-Casuals na FA Cup

    ver detalhes
  • Willian vai parar por, pelo menos, quatro semanas

    Willian tem lesão detectada e vira desfalque no Corinthians de quatro a cinco semanas

    ver detalhes
  • Gabriel Pereira tem contrato com o Corinthians até março de 2022

    Diretor do Corinthians explica situação de renovação de GP, mas se diz muito otimista

    ver detalhes
  • Du Queiroz pode ganhar mais uma chance na lateral no clássico contra o São Paulo

    Du Queiroz é o favorito da torcida do Corinthians para substituir Fagner no Majestoso; veja enquete

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x