Gil apalavra rescisão na China e já recebe dicas para chegar 'voando' em julho ao Corinthians

Gil apalavra rescisão na China e já recebe dicas para chegar 'voando' em julho ao Corinthians

118 mil visualizações 740 comentários Comunicar erro

Bruno Mazziotti e Gil 'trocam figurinhas' para Gil chegar 'voando' ao futebol brasileiro

Bruno Mazziotti e Gil 'trocam figurinhas' para Gil chegar 'voando' ao futebol brasileiro

Reprodução

Corinthians e Gil estão mais otimistas do que nunca sobre o retorno do zagueiro. Um acordo verbal com os chineses, um contrato já pronto restando "apenas" a assinatura do atleta e até orientações de treinos particulares são indicativos do que, nos bastidores, já é dado como certo: o acerto do beque com o Timão para chegar jogando a partir do próximo mês de julho.

De acordo com pessoas próximas do zagueiro ouvidas pela reportagem do Meu Timão, Gil apalavrou com a diretoria do Shandong Luneng, nos últimos dias, a rescisão de seu contrato. Válido até janeiro de 2020, o vínculo deve ser encerrado assim que as janelas de transferências da China e do Brasil se abrirem, na segunda quinzena deste próximo mês de junho e início de julho; os chineses devem buscar no mercado uma peça de reposição.

Ciente da situação, o Corinthians já tem acordado com Gil detalhes do novo contrato a ser firmado entre as partes. O vínculo terá duração de três anos (até meados de 2022).

Gil defendeu o Corinthians de 2013 a 2015 em sua primeira passagem

Gil defendeu o Corinthians de 2013 a 2015 em sua primeira passagem

Rodrigo coca/Fotoarena

Prestes a completar 32 anos de idade, o zagueiro terá um dos vencimentos mais altos do elenco, o que já era de se imaginar por conta do pagamento de luvas diluído mensalmente. Ainda assim, haverá considerável redução em seus ganhos em relação ao "padrão China".

Gil projeta chegar ao Corinthians nos primeiros dias de julho, participando de parte da intertemporada do técnico Fábio Carille neste período de paralisação das competições para a disputa da Copa América. Visando já estar em alto nível e pronto para jogar, o zagueiro recebeu recentemente orientações de treinos particulares voltados à intensidade do futebol brasileiro do amigo e fisioterapeuta Bruno Mazziotti, ex-Corinthians e hoje no Paris Saint-Germain e na Seleção Brasileira. A rotina de treinamentos e o calendário de jogos na China são bastante diferentes do que o beque encontrará em seu retorno ao Brasil.

Em contato com a reportagem, cabe registrar, Gil, por meio de sua assessoria de imprensa, negou ter recebido ou já estar seguindo qualquer cartilha de treinos diferente das passadas pelos profissionais da comissão técnica do Shandong Luneng.

Uma das pessoas ouvidas pelo Meu Timão resumiu o cenário atual em poucas palavras: "Só uma catástrofe impedirá Gil de voltar ao Corinthians em julho. Ele voltará. E voltará 'voando'."

Em tempo: já havia, desde o último mês de janeiro, um acordo verbal entre o presidente Andrés Sanchez e Gil pela volta do zagueiro ao Corinthians. Na época, o combinado era o retorno do beque para o início de 2020, mas a vontade do jogador de antecipar o fim do contrato com Shandong Luneng pesou para antecipação do combinado.

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians, Ídolos do Corinthians, Mercado da bola, Contratações do Corinthians e Gil.

Veja Mais:

  • Jogadores do Corinthians voltaram aos trabalhos nesta segunda-feira

    Corinthians se reapresenta com ausências; veja quem não treinou em campo após a folga

    ver detalhes
  • Caio Campos, superintendente de marketing do Corinthians, falou ao Meu Timão

    Líder do marketing do Corinthians fala da saída de Rosenberg, das camisas 1 e 2 e detalha a número 3

    ver detalhes
  • Em alta, Avelar admite que já assinou pré-contrato com o Timão

    Danilo Avelar assina pré-contrato e confirma acerto com Corinthians: 'Falta a parte burocrática'

    ver detalhes
  • Walmir Cruz reforçou a importância do período de descanso para sequência da temporada

    Preparador físico reforça importância de folga e aprova condição dos atletas na reapresentação

    ver detalhes

Comente a notícia: