Jadson avalia duelo com Santos e crê na força do Timão em clássicos: 'Entramos com outro espírito'

2.0 mil visualizações 27 comentários

Por Vitor Chicarolli e Rodrigo Vessoni

Jadson comenta importância de vitória diante do Santos nesta quarta-feira

Jadson comenta importância de vitória diante do Santos nesta quarta-feira

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Na noite desta quarta-feira, o Corinthians entra em campo pela última vez antes da pausa para a Copa América. A equipe de Fábio Carille visita o Santos, na Vila Belmiro, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro.

Em entrevista concedida no CT Joaquim Grava, antes do treino desta terça, o meia Jadson descartou qualquer tipo de pressão por um triunfo no quinto duelo entre as equipes na temporada e também avaliou o que o Timão deverá fazer para conquistar os três pontos longe da capital paulista.

“Não é normal, né? (frequência de jogos) Mas pelas circunstâncias, principalmente o Paulista, nos enfrentamos mais vezes. O Santos é uma equipe muito qualificada. No Paulista saímos levando vantagem pela classificação à final, mas agora é outro campeonato. É uma equipe que sabe jogar lá na Vila Belmiro, temos de estar preparados psicologicamente, mentalmente para fazer uma boa partida e quem sabe conseguir uma vitória lá”, disse.

"Futebol brasileiro é em cima de resultados. A torcida quer títulos aqui no Corinthians. Lá deve ser da mesma forma. Jogar com pressão é mais difícil, na minha opinião. É bem mais tranquilo ir com a cabeça boa, para o jogo desenvolver melhor. Mas não podemos cair nessa armadilha de achar que eles estarão sob pressão e que as coisas vão ser mais fáceis", acrescentou.

Leia também:
Twitter do Corinthians é o segundo com mais interações entre clubes de futebol feminino das Américas
Tite convida mais três jovens promessas do Corinthians para treino com a Seleção no Pacaembu
Jadson desconversa sobre possíveis saídas, mas se põe à disposição para aconselhar mais novos

A equipe do Corinthians já disputou oito clássicos nesta temporada. Foram quatro triunfos, três empates e apenas uma derrota, justamente para o Santos. Jadson, então, foi questionado sobre o tema e ressaltou que a concentração e os espírito dos jogadores para entrar em campo diante de rivais é diferente.

“Clássicos são jogos à parte. A rivalidade, o apoio que a torcida nos dá durante as partidas... É um ambiente diferente. A concentração é um pouco mais, os jogadores entram com outro espírito, apesar de ter de entrar com esse espírito em todos os jogos. O Carille tem feito um grande trabalho nos clássicos por isso tem se dado bem. Mas sempre são jogos difíceis”, concluiu.

Veja mais em: Corinthians x Santos e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Cazares pode ser jogador do Corinthians no Brasileirão; negociação avançou nas últimas horas

    Corinthians avança na contratação de Cazares, e aguarda Atletico-MG

    ver detalhes
  • Esgota réplica de camisa utilizada por Ronaldo Giovanelli em 1990

    Torcida do Corinthians esgota em poucas horas réplica da camisa de Ronaldo Giovanelli

    ver detalhes
  • Luan voltou a treinar normalmente neste sábado; Araos, por sua vez, está suspenso pelo terceiro amarelo

    Luan volta, e Corinthians retoma os treinamentos para encarar o Sport; veja provável time

    ver detalhes
  • Diretoria do Corinthians se incomoda com decisão favorável apenas ao Rio de Janeiro

    Você concorda com o boicote do Corinthians ao Brasileirão caso o público volte apenas no Rio? Vote!

    ver detalhes
  • Jô no jogo contra o Fluminense, no Maracanã

    Corinthians consegue efeito suspensivo e Jô ficará à disposição para encarar o Sport

    ver detalhes
  • Compra é possível nas versões inglesa e alemã do site

    Nova terceira camisa do Corinthians já é vendida em site europeu por até R$ 560

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: