Clayson e Pedrinho projetam 'caminho mais fácil' na Sul-Americana; meia destaca 'manual' do torneio

2.9 mil visualizações 45 comentários Comunicar erro

Clayson e Pedrinho concederam entrevista no CT Joaquim Grava nesta terça-feira

Clayson e Pedrinho concederam entrevista no CT Joaquim Grava nesta terça-feira

Vitor Chicarolli/ Meu Timão

O Corinthians tem um importante compromisso na noite da próxima quinta-feira, contra o Montevideo Wanderers (URU), pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana, na Arena, em Itaquera. O título deste torneio, por sinal, é um sonho do elenco corinthiano.

Em entrevista concedida na manhã desta terça-feira no CT Joaquim Grava, a dupla Clayson e Pedrinho classificou o torneio continental como o caminho "mais fácil" para levar outra taça nesta temporada. Ambos, no entanto, destacaram que o time de Fábio Carille também vai brigar forte pela conquista do Campeonato Brasileiro.

“Sabemos como é difícil o Brasileirão, mas há chances. A Sul-Americana vamos brigar bastante para conquistar. É um campeonato mais curto. É um caminho que podemos traçar para ser campeão”, disse Pedrinho.

"O caminho é esse mesmo. Pensar em jogo a jogo no Brasileiro, para chegar no final com condições de brigar pelo titulo. A Sul-Americana é competição de mata-mata, é um caminho mais fácil de brigar pelo titulo. Mas vamos brigar pelos dois. O Corinthians onde entra sempre briga pelo título”, completou Clayson.

"É pensar jogo a jogo, ganhar em casa e somar pontos sempre que der fora de casa. Temos que tentar se manter no topo da tabela e chegar nas últimas rodadas brigando pelo titulo e entrar com força máxima”, acrescentou o camisa 25 ao ser questionado sobre as chances de títulos no Brasileirão.

Leia também:
Carille esboça Corinthians para enfrentar o Montevideo Wanderers; veja provável escalação
Novo contrato de Danilo Avelar garante aumento salarial e multa rescisória alta; veja valores

Pedrinho ainda ressaltou o "manual" da Sul-Americana. De acordo com o camisa 38, além da dificuldade ser maior, os embates costumam ser mais pegados na competição.

“Toda competição que disputamos, cada um tem seu jeito e jogar. Temos que se adaptar o mais rápido possível, mas é difícil. É um jogo mais pegado, temos que ter o máximo de tranquilidade. Temos que focar na Sul-Americana, trabalhar bem os pontos fracos do adversário e procurar evoluir cada dia mais. Só depois viramos a chave para o Brasileiro”, resumiu o meia.

Tanto Pedrinho quanto Clayson, vale ressaltar, devem permanecer na equipe titular do Timão para este embate. No treino desta terça, Carille esboçou a mesma equipe que iniciou o duelo com o Flamengo, no último domingo.

Veja mais em: Clayson, Pedrinho, Copa Sul-Americana e CT Joaquim Grava.

Veja Mais:

  • Sheik levanta a taça da libertadores de 2012

    Exemplo recente e atrativos: por que é tão importante para o Corinthians ficar no G4 do Brasileiro

    ver detalhes
  • Volante ao lado do idoso atropelado e de sua família

    Ralf transfere vítima de acidente de hospital e faz visita nessa segunda-feira

    ver detalhes
  • Neto acusa elenco corinthiano de tentar derrubar Carilleneto

    Neto acusa elenco corinthiano de tentar derrubar Carille, detona jogadores e faz apelo ao técnico

    ver detalhes
  • Imagina como seria se você tivesse Fábio Carille como seu chefe no seu trabalho

    [Mayara Munhoz] Imagina como seria se você tivesse Fábio Carille como seu chefe no trabalho

    ver detalhes
  • Corinthians não tomou conhecimento das donas da casa na estreia em Quito

    Corinthians não sente altitude e estreia com vitória tranquila na Libertadores Feminina

    ver detalhes
  • Corinthians busca melhorar campanha da última temporada do NBB

    Guia Meu Timão do NBB: saiba tudo sobre o principal torneio do Corinthians na temporada

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: