Ao Meu Timão, Matheus Jesus fala em jogar ao lado de Urso e destaca aprendizado com erros do passado

Ao Meu Timão, Matheus Jesus fala em jogar ao lado de Urso e destaca aprendizado com erros do passado

15 mil visualizações 117 comentários Comunicar erro

Matheus Jesus acredita que pode atuar tanto como volante quanto meia centralizado

Matheus Jesus acredita que pode atuar tanto como volante quanto meia centralizado

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Com boas atuações em amistosos realizados na intertemporada e também em partidas oficiais pós-Copa América, Matheus Jesus vem ganhando espaço no Corinthians. Contratado no início de maio, o volante, que ainda não se firmou entre os titulares, mostra jogo a jogo que pode ser uma peça diferente e importante para Fábio Carille.

“Tem que ter cabeça. Estou aqui para trabalhar. Tenho que me cobrar diariamente, pois sei que ainda posso melhorar. Fiz um bom jogo (contra o Wanderers), assim como toda equipe também fez. Estou aqui para trabalhar e dar o meu melhor. Sei que vou receber muitos elogios, mas também tenho consciência de que vou ouvir críticas. Busco saber lidar com toda essa situação muito bem”, disse em entrevista exclusiva ao Meu Timão, concedida no CT Joaquim Grava na última segunda-feira.

No embate diante do Montevideo Wanderers, no Uruguai, na última quinta-feira, pela Copa Sul-Americana, ele fez sua estreia como titular do Timão e foi quem mais se destacou durante os 90 minutos. Foram três chances criadas - uma finalização, inclusive, explodiu no travessão.

Leia também:
Corinthians anuncia retorno à Florida Cup em 2020; edição pode ter Dérbi

Com Júnior Urso em baixa, portanto, a tendência é que o jogador seja o responsável pela vaga de segundo volante no time principal. Certo? Errado!

Questionado sobre o tema, Jesus concordou com a declaração do técnico alvinegro na última semana e afirmou que se vê atuando ao lado de Urso. No entanto, o corinthiano ponderou destacando sua versatilidade e esclareceu que pode exercer tanto a função de volante quanto a de um meia mais centralizado dentro de campo.

“Creio que podemos jogar juntos. Urso é um grande jogador, com muita qualidade na marcação e também na subida ao ataque. Podemos revezar bem essa subida ao ataque. Isso é mais uma opção do treinador Fábio Carille”, expôs.

Brigo tanto como segundo volante quanto para atuar mais centralizado. Estou aqui para ajudar e o que precisar eu vou colaborar. Seja para função do Urso, como também para a do Sornoza. São dois grandes jogadores. Caso precise poupar alguém, vou tentar contribuir para o Corinthians”, completou.

De acordo com Fábio Carille, Urso e Jesus não disputam a mesma posição na atual formação

De acordo com Fábio Carille, Urso e Jesus não disputam a mesma posição na atual formação

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Problemas extracampo e o que isso agregou

Matheus Jesus ganhou fama de “baladeiro” nas últimas temporadas. Dispensado das categorias de base do Flamengo justamente por esse motivo, o atleta teve um bom começo na Ponte Preta, mas também esbarrou em noitadas.

Vendido ao Estoril, de Portugal, em 2017, ele chegou ao Santos em julho, mas voltou a enfrentar problemas extracampo. Após 14 partidas defendendo o clube do litoral paulista, foi repassado ao Gamba Osaka, do Japão.

Pouco tempo depois, foi emprestado ao Oeste no início desta temporada e teve um bom desempenho - foram seis gols no Campeonato Paulista. Jesus, então, garantiu que está focado no Corinthians e se encontra em uma nova etapa de sua vida.

“Estou em uma fase completamente nova na minha vida. Já aprendi bastante com meus erros. Cheguei ao Corinthians com objetivo de trabalhar e melhorar ainda mais. Sei o que posso oferecer e pretendo ficar bastante tempo aqui”, afirmou.

Diante dessa situação, o jogador, de 22 anos, revelou que conseguiu aprender com seu erros e admitiu que tende a evoluir ainda mais. Matheus também contou que está pronto para marcar seu nome com a camisa do Timão.

“Aprendi muito com meus erros. Mas sei que também tive acertos e com isso posso evoluir bastante. Durante esse tempo consegui aprender muita coisa. Acredito que isso já me ajuda muito para ter um grande desempenho e marcar meu nome no Corinthians”, resumiu.

Matheus Jesus e o repórter Vitor Chicarolli, do Meu Timão

Matheus Jesus e o repórter Vitor Chicarolli, do Meu Timão

Arquivo pessoal

Jesus também falou ao Meu Timão sobre outros assuntos, além do atual momento pelo Corinthians e sua melhora na vida pessoal. O volante alvinegro avaliou as chances de título no Campeonato Brasileiro e na Copa Sul-Americana, detalhou sua adaptação ao clube e também comentou sobre a evolução do Timão pós-Copa América. Confira abaixo!

Confira a entrevista exclusiva do Meu Timão com Matheus Jesus

Adaptação ao clube

Além da excelente estrutura que o Corinthians proporciona aos seus atletas, Matheus Jesus também se surpreendeu com o ótimo clima do grupo. O volante disse que não demorou para se enturmar com os novos companheiros e que isso até o ajudou a se adaptar ao Timão.

“A estrutura nem tem o que falar, é uma das melhores do Brasil. O grupo me recebeu muito bem, de braços abertos. Um grupo muito bom e não demorei para ficar amigo de todos. Isso, com certeza, me ajudou muito na minha adaptação ao clube.”

Campeonato Brasileiro

Após 13 rodadas, o Corinthians ocupa a sétima colocação do Brasileirão, com 20 pontos conquistados. A equipe de Fábio Carille, porém, ainda tem um jogo a menos que os demais times do campeonato, remarcado para esta quarta-feira, contra o Goiás, na Arena, em Itaquera. Um triunfo nesta noite pode recolocar o Timão no G6 - grupo que garante vaga na pré-Libertadores.

Temos que buscar o pelotão de cima e pensar em entrar no G4. Com isso, podemos passar a pensar mais no título do Brasileirão. O Corinthians tem que brigar sempre por títulos. Mas vamos pensar em uma etapa de cada vez, para chegar no fim do ano e ver o que vai dar.”

Copa Sul-Americana

O Corinthians enfrentará o Fluminense pelas quartas de final da Copa Sul-Americana. A partida de ida será realizada na Arena, em Itaquera, no próximo dia 22. Na semana seguinte, os comandados de Fábio Carille embarcam para o Rio de Janeiro em busca de assegurar uma vaga na próxima fase do torneio continental.

“Se fosse algum outro time estrangeiro seria complicado da mesma maneira. Não temos que escolher adversários. Temos que brigar e vai ser um grande jogo contra o Fluminense. É uma grande equipe e muito bem treinada. Temos que trabalhar para buscar dar o nosso melhor e conquistar o melhor.”

Evolução pós-Copa América

Com boas atuações, o Corinthians segue sem perder pós-Copa América. Foram seis jogos (Campeonato Brasileiro e Sul-Americana), quatro vitórias e dois empates. Nesse período, a equipe alvinegra balançou as redes em dez oportunidades e sofreu quatro gols.

“Como o Carille vinha falando, precisávamos de tempo para treinar. Treinar alguns detalhes, como a forma de atacar e também o jeito para se defender melhor. Acho que essa pausa foi bom para ele nos ensinar e mostrar a melhor forma de atacar e defender, além de jogar exatamente da forma que ele gostaria. A equipe aprendeu isso e agora temos chances de crescer ainda mais.”

Declaração de Boselli durante intertemporada

Uma forte e sincera declaração do argentino Mauro Boselli repercutiu durante a pausa para a Copa América. Logo após o término do amistoso diante do Botafogo-SP (primeiro da intertemporada), o atacante subiu o tom na auto-crítica à equipe corinthiana e pediu mais trabalho para que o Corinthians siga vivo nas brigas pelo Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana.

“Naquele jogo o time ainda não estava entrosado e isso contou muito. Muitos jogadores que ainda não tinham o costume de jogar junto, então isso atrapalhou bastante. Agora, com o passar do tempo, mudamos muita coisa e deu para melhorar bastante.”

Veja mais em: Matheus Jesus, Campeonato Brasileiro, Copa Sul-Americana e Júnior Urso.

Veja Mais:

  • Júnior Urso treinou normalmente nessa segunda após o ocorrido na noite de domingo

    Júnior Urso conta detalhes de assalto sofrido em São Paulo na noite de domingo

    ver detalhes
  • Kelvin assinou contrato de empréstimo com o Corinthians por duas temporadas

    Corinthians acerta empréstimo de promessa do Juventude para a base; jogador já está liberado no BID

    ver detalhes
  • Mauro Boselli comemorando seu gol contra o Botafogo, pelo Brasileirão, na Arena Corinthians

    Em alta, Boselli se torna terceiro artilheiro do Corinthians em 2019; centroavantes lideram a lista

    ver detalhes
  • Jogadores de defesa conversaram com Carille durante treino desta segunda-feira

    Pistas sobre escalação e 'show dos poupados' marcam reapresentação do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia: