Corinthians x Ferro Carril

Pela Liga Sul-Americana de Basquete, o Corinthians enfrenta agora o Ferro Carril

Acompanhe ao vivo

Análise: Corinthians pode reclamar do juiz, mas não podia dar tantas chances ao Cruzeiro na Arena

11 mil visualizações 222 comentários Comunicar erro

Corinthianos reclamaram muito do segundo gol do Cruzeiro

Corinthianos reclamaram muito do segundo gol do Cruzeiro

Reprodução / TV

O Corinthians não teve nem de longe a sua pior atuação no ano, mas a má fase combinada a erros táticos mais uma vez cobrou seu preço. O time pode reclamar da arbitragem no lance de gol mal anulado de Mateus Vital e no impedimento assinalado pelo bandeira no tento de Ederson, mas o Cruzeiro, que tinha mais jogos do que pontos até este final de semana, fez um jogo por vezes superior aos mandantes.

O primeiro tempo mostrou um Corinthians, agora não mais invicto jogando em Itaquera, semelhante ao apresentado diante do Goiás, com a diferença de um adversário que buscou ficar com a bola. O Cruzeiro, mesmo em má situação no Brasileiro, conseguiu rodar bastante a posse entre os seus atletas e tirou a velocidade pretendida pelos donos da casa.

Apostando em uma marcação pressão quando a bola chegava em Fagner, conhecido escape na saída de bola alvinegra, o time mineiro foi um pouco superior nos primeiros 30 minutos, podendo até ter aberto o placar com Fred em uma das boas jogadas entre Egídio e Marquinhos Gabriel. O centroavante, livre, porém, mandou para fora.

Depois de bastante dificuldade, porém, Fagner conseguiu se livrar da marcação de Marquinhos em duas oportunidades, abrindo um corredor para o seu apoio. Depois de um chute travado de Gustavo, o lateral viu cair para si uma rara chance na pequena área, finalizando sem chances para a defesa de Fábio.

Fagner, em belo chute, conseguiu um gol improvável na Arena

Fagner, em belo chute, conseguiu um gol improvável na Arena

Reprodução

O problema para os donos da casa, porém, foi que não houve tempo para se organizar e aproveitar os espaços que poderiam ser dados pelo adversário. Logo no primeiro ataque do Cruzeiro, Méndez tentou fechar cabeçada de Marquinhos Gabriel e viu a bola bater na sua mão. Pênalti bem batido por Fred e tudo igual.

O jogo ficou sem dono a partir dali, com ambos os times abdicando do meio-campo e jogando em transição. Avelar e Fagner se mandaram sempre que o time tinha a bola e criaram cada um um lance de perigo. Atrás, o destro quase deu um gol a Marquinhos Gabriel, mas o cruzeirense não soube aproveitar a chance.

Corinthians encaixa o jogo por 20 minutos

Na etapa final, mesmo sem modificações, o Timão voltou bem para a partida. Bastante forte no jogo aéreo, o clube alvinegro viu Pedrinho aproveitar sobra e parar em linda defesa de Fábio. Na sequência, o juiz apontou falta inexistente de Marllon em Fred e anulou o que seria gol de Mateus Vital.

Com todas as bolas na segunda trave entrando, o Timão podia ter feito com Janderson e Avelar, mas não foi capaz de superar Fábio. O jogo parecia controlado até uma trapalhada da defesa e da arbitragem dar um gol ao Cruzeiro.

Ederson recebeu a bola em desarme de Fagner, muito à frente da zaga, mas em condição legal por receber de um adversário. O bandeira apontou impedimento e o zagueiro Marllon parou no lance. O juiz, no entanto, mandou seguir e viu o cruzeirense limpar Walter para fazer o 2 a 1.

Corinthianos reclamaram muito do segundo gol do Cruzeiro

Corinthianos reclamaram muito do segundo gol do Cruzeiro

Foto: Danilo Fernandes/Meu Timão

A desvantagem tirou Carille, expulso por reclamação, e desorganizou o Corinthians. Apostas do treinador, Vagner Love e Clayson não conseguiram dar a movimentação necessária. Gustagol, mesmo mau tecnicamente, atuou pelos 90 minutos. Jadson, que havia entrado pouco antes, até tentou, mas não conseguiu deixar os companheiros em condição de finalizar.

O Cruzeiro, diminuindo a marcação e pressionando a bola, não precisou sofrer para assegurar o resultado. A torcida até tentou empurrar, mas deixou a Arena muito irritada com mais uma decepção no ano.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Com cinco novidades, Coelho fez um esboço da provável equipe que deve enfrentar o Internacional

    Coelho esboça time contra o Internacional e Vital deixa treino com dores; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Corinthians voltou a vencer o Ferro Carril na noite desta quinta

    Com briga no fim, defesa do Corinthians destrói argentinos e time vai à final da Liga Sul-Americana

    ver detalhes
  • Paolo Guerrero pode encarar o Corinthians neste domingo, em Itaquera

    Peru tem amistoso cancelado e Guerrero pode atuar contra o Corinthians neste domingo

    ver detalhes
  • Thiago Neves, aos 34 anos, tem contrato com o Cruzeiro até dezembro de 2020

    Thiago Neves fala em desejo de jogar no Corinthians em 2020; em coletiva, depois, freia empolgação

    ver detalhes
  • Alex Teixeira, de 29 anos, tem contrato com o Jiangsu Suning, da China, até o fim de 2020

    Corinthians retoma interesse e busca informações sobre a situação de Alex Teixeira na China

    ver detalhes
  • Renato Augusto e Rodriguinho seriam boas opções para o Corinthians em 2020?

    Sete dicas de ex-corinthianos que poderiam voltar ao Timão em 2020

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: