Raio-X do Corinthians: quem do elenco saiu por cima, por baixo ou ficou igual após o Paulistão

20 mil visualizações 237 comentários

Corinthians terminou o Paulistão na segunda colocação, após perder do Palmeiras na decisão

Corinthians terminou o Paulistão na segunda colocação, após perder do Palmeiras na decisão

Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians

Fim do Paulistão 2020. Para ficar com o vice-campeonato, o Corinthians jogou 16 vezes, ganhou seis, empatou sete e perdeu três, marcando 19 gols e sofrendo 11. Boselli, com cinco bolas na rede, terminou com artilheiro. Fagner, com cinco assistências, o maior garçom.

Mas como foi o desempenho dos jogadores usados por Tiago Nunes? Quem termina o Estadual maior do que começou? Quem termina da mesma maneira? E quem piorou em relação à expectativa da torcida?

Dos 31 jogadores que atuaram pelo Corinthians no Paulistão, sete deles já deixaram o clube e não serão analisados: Pedro Henrique, Richard, Pedrinho, Madson, Yony González, Gustagol e Vagner Love.

O Meu Timão, então, faz agora um super raio-X dos outros 24 jogadores após o vice-campeonato estadual. Acompanhe:

Em alta (10 jogadores)

Araos se tornou uma espécie de 12º jogador da equipe, entrando com frequência e deixando uma boa impressão

Ángelo Araos se tornou uma espécie de 12º jogador da equipe, deixando uma boa impressão

Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians

Cássio - se o Corinthians chegou à decisão foi porque o camisa 12, mais uma vez, fez a diferença. Quase saiu como herói mais uma vez, ao pegar um dos pênaltis na finalíssima;

Fagner - esteve presente em todas as 16 partidas do Paulistão. Foi um dos mais regulares, além de ser o maior garçom do elenco, com cinco assistências para gol;

Lucas Piton - foi o titular da posição antes da paralisação. Apesar de alguma irregularidade, o jovem desperta uma confiança na torcida que dará certo num futuro próximo;

Carlos Augusto - virou titular absoluto na volta do futebol e ajudou o Corinthians a chegar na decisão do Paulistão. De terceira opção a titular da equipe;

Gil - ficou fora apenas um dos 16 jogos do Estadual. E manteve uma regularidade que é praxe. Cresceu junto do sistema defensivo da equipe;

Danilo Avelar - virou zagueiro e atuou acima das expectativas de boa parte de jornalistas e torcedores na nova função. Deve permanecer como titular;.

Araos - se tornou uma espécie de 12º jogador da equipe, entrando com frequência e deixando uma boa impressão. Vai ter espaço com Tiago Nunes;

Éderson - se o Corinthians chegou à decisão, muito se deve ao volante, que marcou três gols na reta final. Deve iniciar o Brasileirão como titular;

Boselli - terminou como artilheiro da equipe no Paulistão e não pode atuar na reta final devido à lesão grave na face;

Jô - chegou, jogou e, apesar de longe do ideal físico, brilhou. Fez dois gols em quatro jogos do mata-mata, incluindo um de pênalti no último lance da final.

Termina igual (7 jogadores)

Ramiro não voltou com o mesmo brilho antes da lesão, que ocorreu pouco antes da paralisação. Na volta do futebol, teve um desempenho regular

Ramiro não voltou com o mesmo brilho que teve antes da lesão, que ocorreu pré-paralisação

Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians

Walter - atuou em uma única partida, diante do Santo André. E não comprometeu;

Bruno Méndez - atuou apenas dois jogos antes da paralisação do futebol;

Gabriel - volante se tornou titular após a volta do futebol. Não comprometeu, mas também não conseguiu ser um diferencial. Pode perder a titularidade;

Cantillo - perdeu espaço após a volta do futebol devido ao Covid-19, não por mau futebol. Pênalti desperdiçado pode ter alguma influência no futuro;

Ramiro - não voltou com o mesmo brilho antes da lesão, que ocorreu pouco antes da paralisação. Na volta do futebol, teve um desempenho regular;

Mateus Vital - apesar de ter virado titular na reta final, ainda não conseguiu brilhar como o clube e ele mesmo espera. Não comprometeu;

Léo Natel - atuou poucos minutos, sempre no fim dos jogos. Ainda não há um conceito do torcedor nem da própria comissão técnica sobre o atacante.

Em baixa (7 jogadores)

Luan foi a maior contratação do Corinthians para 2020, mas ainda não conseguiu brilhar. Não correspondeu à expectativa durante o Paulistão

Luan foi a maior contratação do Corinthians para 2020, mas ainda não conseguiu brilhar

Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians

Michel Macedo - tinha atuado apenas duas vezes antes da final (73 minutos). Entrou no fim do Dérbi e perdeu um dos pênaltis. Ficará marcado por isso;

Sidcley - não jogou bem antes da paralisação devido à condição física. Na volta do futebol, perdeu a posição para Carlos Augusto;

Camacho - volante foi titular antes da paralisação, mas acabou como reserva na reta final. Precisará retomar seu espaço na equipe;

Luan - maior contratação do Corinthians para 2020, ainda não conseguiu brilhar. Não correspondeu à expectativa durante o Paulistão;

Janderson - titular antes da paralisação, ficou como opção de banco na reta final. E nada mais. Atuou apenas 28 minutos no mata-mata. Precisa de rodagem;

Matheus Davó - na segunda rodada, 26 minutos. Contra o Oeste, com a partida ganha, mais quatro minutos. E nada mais;

Everaldo - titular em alguns jogos antes da paralisação, não conseguiu jogar na volta e perdeu a posição para Vital. Não pareceu entender o que é o Corinthians.

Veja mais em: Campeonato Paulista, Tiago Nunes e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Academia da Neo Química Arena será de responsabilidade da Red Fit; parceria antiga com Anderson Silva deixa o clube

    Corinthians faz parceria com rede de academias, que assume instalações do clube e do estádio

    ver detalhes
  • Otero voltará a ser desfalque do Corinthians para defender a seleção venezuelana

    Otero volta a ser convocado para as Eliminatórias da Copa e desfalca Corinthians no Brasileirão

    ver detalhes
  • Corinthians volta a treinar no Centro de Treinamento Dr. Joaquim Grava

    Corinthians inicia preparação para Copa do Brasil com treino em dois períodos; veja provável time

    ver detalhes
  • Ao fundo da foto, WiBX estampa as placas de publicidade da Fazendinha

    Corinthians tem novo patrocinador para equipe feminina de futebol; parceria é exibida desde quarta

    ver detalhes
  • Hypera Pharma comprou os naming rights do estádio corinthiano em setembro

    Dona dos naming rights do estádio do Corinthians, Hypera Pharma atinge maior receita da história

    ver detalhes
  • Gabi Nunes retornou aos gramados no último mês de agosto; atacante havia rompido o ligamento do joelho

    Elenco competitivo, retorno aos gramados e sonho olímpico: Gabi Nunes fala ao Meu Timão

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: