Mancini avalia semana decisiva e diz que Corinthians pode brigar pelo título do Paulistão

2.8 mil visualizações 27 comentários

Por Meu Timão

Mancini e Fagner durante jogo contra a Inter de Limeira, pelas quartas de final do Paulista

Mancini e Fagner durante jogo contra a Inter de Limeira, pelas quartas de final do Paulista

Danilo Fernandes / Meu Timão

Vagner Mancini se mostrou otimista com o futuro do Corinthians no Campeonato Paulista. Em entrevista concedida depois da vitória alvinegra sobre a Internacional de Limeira por 4 a 1, na Neo Química Arena, o treinador afirmou que sua equipe pode brigar pelo título da competição.

"Eu sempre vi o Corinthians dessa forma, como um dos candidatos. Muitos julgaram diferentes, ok, é opinião, tenho a minha e respeito a dos outros. A gente tem condições, com criticas e elogios, de chegar. Temos planejamento. Já falei muito sobre isso já, como foi lá atrás, dificuldades em alguns momentos, como casos de Covid, jogos fora, desequilíbrio... nos recuperamos, estamos em crescimentos. Tem o que melhorar, ajustar, sempre, hoje foi assim no intervalo. Um dia você tem algo em potencial em um setor, no outro em outro... estamos no caminho certo. Há muito o que melhorar, claro, não estamos prontos. Mas essa reflexão do que tem que melhorar e do que está no caminho certo é importante. Sempre fui realista, sincero, e continuo e temos muito a melhorar", disse.

Na sequência, Mancini ressaltou a boa campanha do Timão no Paulista e já projetou a decisão de quinta-feira, contra o Peñarol, no Uruguai, pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana.

"Missão cumprida não. A gente vem desde o início com pontos importante para ter, por exemplo, as quartas em casa e a semi também. A gente vislumbrou e fez por merecer. Somamos pontos importantes desde o começo, paralelamente teríamos outros jogos, então nos preparamos. A grandeza do clube pede mais a vamos por isso, com pés no chão, evoluindo sempre. Melhoramos com resultado, conceito de jogo, individual... tudo. Uma equipe mudando de sistema e se adaptando rápido é bom. Não é o que eu peço, mas sobre o que eles entendem também", detalhou.

"Sobre o time de quinta, não tenho como falar. Espero a recuperação dos jogadores. Tenho pensamento, é um jogo importante, vamos encarar de maneira eficaz, mas hoje não sei falar ainda", acrescentou.

O treinador também acredita que é uma das semanas mais complicadas e gostosas desde que chegou ao Corinthians, no segundo semestre do ano passado.

Eu vou um pouco além. É a mais gostosa do Corinthians. A gente quer jogar, sabemos que o nos muda são as partidas, títulos, é importante estar em campo. É duro jogar domingo e só no outro. Ganha é bom, perde não. A nossa vida dentro do futebol depende de jogo. É importante ter decisões terça, quinta, domingo, quarta, domingo.... precisamos entender que é o momento do futebol, respeitamos a individualidade e recuperação do atleta, mas usar isso a nosso favor. O elenco é um pouco maior para suprir deficiência e pessoas para ajudar. Ter o dia a dia saudável faz tirar de cada um o "algo a mias" que tem sido fundamental", concluiu.

Veja mais em: Vagner Mancini, Copa Sul-Americana e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Corinthians finalizou o primeiro treino preparatório para enfrentar o Bahia, no domingo, pelo Campeonato Brasileiro

    Corinthians se reapresenta e faz treino técnico e de finalizações de olho no duelo contra o Bahia

    ver detalhes
  • Paolo Guerrero deixou o Corinthians em 2015; jogador tem contrato com o Internacional até o final de 2021, mas não deve vir ao Timão

    Diretor de futebol do Corinthians nega procura por Paolo Guerrero: 'Não há interesse'

    ver detalhes
  • Organizadas do Corinthians apoiaram Movimento Salve O Corinthians e reivindicam postura da diretoria

    Movimento de torcedores e organizadas do Corinthians enviam carta com reivindicações à diretoria

    ver detalhes
  • Corinthians x Magnus realizaram clássico nesta quinta-feira

    Corinthians é derrotado pelo Magnus por 3 a 2 em jogo da Liga Nacional de Futsal

    ver detalhes
  • Da venda de Jucilei em 2011 até essas últimas penhoras das cotas do clube, o Caso J. Malucelli passou pela mesa de cinco presidentes: Andrés Sanchez, Mário Gobbi, Roberto de Andrade, Andrés Sanchez e, agora, Duilio Monteiro Alves

    Caso J. Malucelli: Corinthians paga R$ 22 milhões e tenta se livrar de outros R$ 6 mi na Justiça

    ver detalhes
  • Marquinhos começa como reserva, mas tem histórico de gols

    [Publi] Quanto vale um gol de um ex-Corinthians no jogo entre Brasil e Peru nesta quinta?

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x