Corinthians joga mal e se despede da temporada com derrota para o Juventude pelo Brasileirão

28 mil visualizações 1.088 comentários

Corinthians perdeu para o Juventude na noite desta quinta-feira

Corinthians perdeu para o Juventude na noite desta quinta-feira

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Juventude 1 X 0 Corinthians

Brasileirão 2021
09 de dezembro de 2021, 21:30
Juventude 1 x 0 Corinthians
Alfredo Jaconi, Caxias do Sul, RS.

Na noite desta quinta-feira, o Corinthians entrou em campo pela última vez em 2021. Em jogo realizado no Alfredo Jaconi, o Timão visitou o Juventude, pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro, e encerrou a temporada com uma derrota por 1 a 0. O gol foi marcado por Chico.

No primeiro tempo, o time visitante dominou o jogo. Duelando pela sobrevivência no Brasileirão, o Juventude criou as melhores chances e obrigou Cássio a fazer boas defesas e, além disso, viu um gol do Corinthians ser anulado por falta de Jô. Na segunda etapa, a dinâmica da partida não mudou e o time da casa abriu o placar aos 36 minutos com Chico, em cobrança de pênalti.

Com o resultado, somado com a vitória do Fortaleza contra o Bahia, o Timão, que já está garantido na fase de grupos da Libertadores de 2022, terminou o Brasileirão na quinta colocação, com 57 pontos conquistados. O Juventude, por outro lado, se salvou do rebaixamento e terminou o campeonato na 16ª posição.

Escalação

Apesar de lutar pela quarta colocação, Sylvinho colocou um time diferente em campo. Sem Róger Guedes, suspenso, e Willian e Renato Augusto, poupados, o Corinthians foi escalado com: Cássio, Fagner, João Victor, Gil e Lucas Piton; Gabriel, Gabriel Pereira, Du Queiroz, Giuliano e Gustavo Mosquito; Jô.

Meu Timão

Treinado por Jair Ventura, o Juventude foi escalado com: Douglas, Paulo Henrique, Vitor Mendes, Quintero e Forster; Dawhan, Jadson, Chico e Castilho; Capixaba e Sorriso.

O jogo

Primeiro tempo

Lutando contra o rebaixamento, o Juventude foi superior em todo o tempo inicial. Jogando com muita intensidade, o time de Caxias do Sul criou boas chances e pressionou o Corinthians em busca da permanência.

Com cinco minutos de jogo, Lucas Piton errou na saída de bola e o Juventude aproveitou contra-ataque. Após corte no cruzamento, Dawhan finalizou, mas a bola passou longe. Seis minutos mais tarde, Capixaba sofreu falta de Fagner. Na cobrança, Chico bateu e Cássio fez grande defesa.

De novo com Chico, o Juventude assustou mais uma vez. O meia-atacante recebeu passe de Jadson e chutou por cima do gol corinthiano. Logo depois, Capixaba cobrou escanteio, a bola desviou e Forster, sozinho no segundo pau, chutou na trave.

Sem qualquer tipo de presença ofensiva, o Corinthians mudou a sua estratégia. Sylvinho inverteu as posições de Mosquito e Gabriel Pereira. Jogando na direita, o camisa 19 passou a puxar contra-ataques para o Timão.

Em mais dois lances consecutivos, o Juventude assustou de novo, dessa vez com Castilho e Chico. Na primeira, Cássio defendeu, enquanto, na segunda, a bola passou por cima do gol. Aos 34, Chico fez boa jogada individual, driblou Gabriel e obrigou Cássio a fazer grande defesa para manter o 0 a 0.

Com 39 minutos, o Corinthians encaixou contra-ataque. Na hora de ganhar nota dez, Mosquito cruzou errado e desperdiçou um grande ataque para o time de Sylvinho.

Já perto dos acréscimos da primeira etapa, o lance mais polêmico do jogo. Após cruzamento de Fagner, Jô cabeceou para o gol e abriu o placar para o Corinthians. O tento, porém, foi anulado pelo árbitro, que viu um empurrão do camisa 77 em cima do zagueiro do Juventude.

Segundo tempo

A única mudança da volta do intervalo foi do Juventude: Wescley entrou na vaga de Guilherme Castilho. O Corinthians, por outro lado, voltou com o mesmo time da primeira etapa.

O time treinado por Sylvinho passou a trabalhar mais a bola no campo de ataque e ganhou um escanteio com quatro minutos de jogo. Na cobrança, a bola foi para Gil e o zagueiro não levou perigo.

Precisando da vitória, o Juventude voltou a pressionar. No ataque, o time da casa conseguiu uma boa sequência de escanteios, mas a zaga do Corinthians conseguiu afastar todos os cruzamentos. Com nove minutos, a primeira finalização da segunda etapa: Wescley recebeu e chutou longe do gol.

Aos 14 minutos, Sylvinho fez as suas primeiras alterações no jogo: Mantuan entrou na vaga de Jô e Adson ganhou o lugar de Gabriel na partida.

Apesar da mudança, quem levou perigo foi o Juventude. Dawhan fez boa jogada e a bola sobrou para Wescley. O camisa 10 puxou para a esquerda e finalizou, mas a bola desviou em Gil. No lance seguinte, Fagner dividiu com Dawhan e o time da casa pediu pênalti, mas nada foi marcado.

Ainda buscando o gol, o Juventude seguiu tentando abrir o placar. Com 22 minutos, Paulo Henrique roubou bola e chutou de longe, mas a bola passou rente a trave. Na sequência, Sylvinho fez mais uma mudança: Roni na vaga de Gustavo Mosquito.

Sem grandes motivações, o Corinthians seguiu em um ritmo abaixo na partida. Sem finalizações ou qualquer lance de perigo, o time de Sylvinho viu o Juventude criar as melhores chances do jogo.

Com 30 minutos, o time da casa voltou a assustar. Após bate-rebate dentro da área, Roberson fica cara a cara com Cássio e chuta com força, mas o goleiro fez grande defesa para evitar o gol. Após cobrança de escanteio, a bola desviou no braço de Gabriel Pereira. O VAR foi chamado e o pênalti foi assinalado aos 34 minutos. Na cobrança, Chico bateu e abriu o placar para o Juventude.

Após o gol sofrido, o Corinthians até tentou se recuperar e atacar o Juventude, mas sem sucesso. Com 43 minutos, Sylvinho fez a última troca: Vitinho entrou na vaga de Gabriel Pereira.

Já nos acréscimos, Fagner foi expulso. O camisa 23 fez falta em Capixaba e, não satisfeito, depois deu um chute no camisa 7 do Juventude. Por conta disso, tomou o cartão vermelho.

Sem tempo para mais nada, o Corinthians conheceu mais uma derrota fora de casa no Campeonato Brasileiro. O time de Sylvinho perdeu a quarta colocação e se despediu da temporada no quarto lugar.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro e Corinthians x Juventude.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a notícia:

x