Venha fazer parte da KTO
x
Manoel
Manoel
Mais Opções

Manoel Costa


29 anos, de Londrina

Torcedor do site número: 907.499

cadastrado desde 04/10/2022

Corintiano desde as pedaladas capitais em 2002, ali eu aprendi que a paixão por esse clube está acima de qualquer derrota.

male

Acessos no Meu Timão

Último acesso em 21/05/2024

Atividade de Manoel Costa no Meu Timão

Ranking do Fórum

Faltam 197 posts para o Manoel entrar no ranking do Fórum

Ver Ranking

Ranking de comentários

Faltam 200 comentários para o Manoel entrar no ranking

Ver Ranking

0 Comentários

3 Posts

67% de aprovação

2 Tópicos

Última atividade no site em 21/05/2024 às 12h37

Manoel Costa avalia 72.12% como positivo

Jogos do Corinthians com Manoel Costa na torcida do Timão

1562 partidas na torcida

São Paulo Santos Palmeiras Fluminense Flamengo Atlético-MG Ponte Preta Cruzeiro Athletico-PR Internacional Botafogo Grêmio Vasco da Gama Goiás Red Bull Bragantino São Caetano Coritiba Bahia Fortaleza Vitória Figueirense Sport Portuguesa Ituano Guarani
64.42%

726 Vitórias do
Corinthians

401 Derrotas

435 empates

Manoel viu 3.763 gols

58.97%

2.219 Gols do Corinthians

1.544 Gols dos adversários

Média de 2.41 gols por partida

Posts e comentários do Manoel

Última interação no site em 16/02/2023 às 12h22

  • Manoel

    Manoel postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Primeira vez na Neo Química Arena"

    há 1 ano

    Eaí galera, tudo tranquilo? Hoje só queria compartilhar com vocês esse pequeno causo da minha primeira visita na Arena, que entre idas e vindas, acabou sendo inesquecível (como se desse pra ser diferente...).

    Minha primeira vez na Arena foi em 2021, mais precisamente no dia 13/11/21. Corinthians x Cuiabá. Como sou de Londrina/PR, não era tão fácil assim esse deslocamento, aí aproveitei o feriado da Proclamação da República no dia 15 para fazer uma viagem até São Paulo e conhecer a Neo Química Arena.

    O planejamento da viagem foi feito todo nas coxas, tive que convencer minha esposa flamenguista a pagar os 200 reais (sim, deixei pra última hora e só tinha ingresso caro) pra assistir o jogo junto comigo. Parcelamos tudo em 10x, além de outros gastos esporádicos de viagem, a gente conseguiu se organizar, ou pelo menos era o que imaginávamos.

    No dia da viagem, a previsão de chegada em São Paulo era as 20hrs da noite, e o jogo começaria as 21hrs. Arriscado? Muito. Inocência da minha parte acreditar que daria tempo? Com toda certeza. O ônibus atrasou em pouco mais de 1hr, e nesse meio tempo eu sofria sentado na poltrona, vendo a hora correr, o jogo começando e saindo gol do Giuliano logo aos 3min, quando eu desembarcava na Rodoviária da Barra Funda. 'Bom, vou conseguir pegar o segundo tempo inteiro, ao menos', pensava. Não tinha como estar mais errado.

    Já na rodoviária, começou o desespero de um casal que estava pela primeira vez em São Paulo. Mal sabíamos usar o metro. A primeira coisa foi pegar um Uber para o local onde passaríamos a noite, um prédio obscuro na rua dos Andradas, pra guardar as malas (somente no outro dia descobri que dava pra ter guardado as malas na própria rodoviária). Chegando lá, já pedimos um outro Uber até a estação de metrô mais próxima, o da República, no Centro da cidade. No guichê, descobrimos que só aceitavam dinheiro e que as máquinas de cartão não estavam funcionando. Sem saber muito bem o que fazer, chamamos outro Uber para nos levar direto pra Arena, saindo o preço que fosse. Já estava na m****, não é?

    O Uber veio e começamos a corrida. Contamos que éramos de fora, que estávamos conhecendo a cidade e o objetivo da noite era ver o Timão na Arena. Na hora o motorista ficou em silêncio por um instante, mas continuou a nos falar sobre a cidade e sobre os impactos positivos que a construção da Arena trouxe pra Zona Leste. Depois de um tempo, quando finalmente estávamos chegando, ele disse a seguinte frase:

    'Cara, vou te falar uma coisa, eu sou palmeirense, podia te sacanear e fazer uma rota mais demorada, mas vou te ajudar nessa!'

    Um motorista palmeirense foi o responsável por levar um corintiano no seu primeiro jogo na Arena. Ele até mesmo nos deu dinheiro em troca de pix para podermos comprar as passagens do metrô. O Futebol é realmente cheio de surpresas. Mas, Corinthians x Palmeiras não tem como ficar somente na cordialidade. Quando chegamos na Arena, ele deu uma volta no estádio pois imaginou estar nos ajudando a ficar mais perto da entrada, só que na verdade nos deixou do lado oposto do nosso portão. Entramos correndo, passamos pela checagem de COVID, pela segurança e fomos até a entrada logo a nossa frente, foi aí que nos informaram que era do lado oposto. Nesse meio tempo, entre a chegada apressada e a corrida no entorno do estádio, o bando de loucos explodiu duas vezes. Foram os gols de Renato Augusto e Róger Guedes.

    Quando finalmente entrei na Arena, a atendente nos mostrou que nossos lugares ficavam no último setor. Corremos pelo saguão, enquanto o ar pulsava ao nosso redor. A energia era realmente diferente.

    No momento que avistei o gramado, entrei em êxtase. Que sensação inexplicável. Que lugar espetacular. A torcida vibrando, o time lá embaixo tocando a bola. Surreal. Arrastei minha flagata pela arquibancada e fomos até nossos lugares. Comecei a cantar junto, mesmo sem ritmo, mas extasiado pela energia que emanava da Arena. O Corinthians é diferente. Até minha esposa ficou arrepiada com a torcida. Pude ver que o Cássio é realmente gigante, o Renato Augusto é gênio, e o Fagner é raça pura. Ver os jogadores assim de perto foi demais! Entre cantorias e xingamentos, acabei presenciando o segundo gol do Cuiabá. Podem me considerar pé frio? Discordo, pois os dois gols que saíram no segundo tempo foram devido a minha chegada ao estádio, estou convicto disso, ou quase.

    Acabei pegando 20min de jogo, mas foi o suficiente. Ao fim do jogo, tiramos várias fotos, trocamos a grana do uber palmeirense numa das lojas da Arena, tiramos mais algumas fotos e finalmente seguimos a massa de corintianos em direção ao metrô. Compramos logo umas 6 passagens para garantir o resto da nossa estadia na cidade. Melhor garantir, né?

    Quero voltar na Arena mais e mais vezes, só espero que consiga ver um jogo completo nas próximas vezes.

    Saudações corintianas!

    detalhes do post
  • Manoel

    Manoel postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Bíblia do Corintiano"

    há 2 anos

    Opa, boa tarde galera, tranquilo?

    Recentemente estava buscando obras sobre o Corinthians e o futebol, quando me deparei com essa Bíblia do Corintiano de 2010, pelo Celso Unzelte. O problema é que não acho para comprar em lugar algum, mesmo que seja usado (o máximo que achei foram kits incompletos). Enfim, então resolvi recorrer ao fórum: alguém saberia onde raios posso encontrar esse kit?

    detalhes do post
`