Neto

Meia-atacante

Neto

Biografia

Nascido em Santo Antônio de Posse e revelado pelas categorias de base do Guarani chegou ao Corinthians após discretas passagens por outros times da capital paulista e pelo Bangu (RJ). O curioso é que Neto chegou ao Parque São Jorge , vindo do Palmeiras, sendo trocado pelo meia Ribamar.

Um dos maiores jogadores da história do Corinthians, Neto só não teve maior destaque mundial devido ao seu temperamento forte e aos problemas com a balança. Muito marcado pelo seu temperamento, Neto chegou a pegar alguns jogos de suspensão após ter cuspido na cara do juiz José Aparecido de Oliveira num clássico contra o time do parque antártica. Pena que foi amenizada e revertida em multa após alguns jogos. Mas esse fato, sem dúvida alguma, pesou em futuras convocações pra seleção, já que Neto vinha sendo o grande destaque do time do Corinthians no início dos anos 90, marcando muitos gols e sendo destaque do time. Como era um exímio cobrador de faltas e craque com a bola nos pés, Neto foi o principal responsável pelo título brasileiro de 1990 , marcando 9 gols naquele campeonato e sendo o líder absoluto da equipe. Injustiçado pelo então técnico da seleção brasileira Sebastião Lazaroni não foi convocado pra copa do mundo daquele ano.

Pelo Corinthians ainda ganhou o Paulista de 1997, mas já numa época em que não era titular do time e após ter passado por times de menor expressão no cenário nacional e mundial.

Em 1991 ganhou o prêmio "bola de prata" da revista Placar após mais uma brilhante atuação no campeonato brasileiro . Mas a maior conquista pessoal não são taças como a bola de prata ou a medalha de prata dos jogos olímpicos de 1988. A maior conquista é ser considerado até hoje um ídolo da nação corinthiana (mesmo por aqueles que não o viram em campo) a ponto de no jogo Nigéria x Espanha pela copa do mundo da França o mundo todo podia ver uma faixa estendida na arquibancada com os dizeres "Neto, eterno xodó da fiel".

Relembre de outros ídolos que jogaram no Corinthians

O que você mais lembra do Neto no Corinthians?

  • 1000 caracteres restantes
veja mais fechar

Mais ídolos

Tobias

Goleiro do título de 1977 e da invasão em 1976. Precisa de mais alguma coisa pra Tobias ser lembrado pra sempre como um dos maiores goleiros do Corinthians?