Moacir, BWA, Corinthians

Já ouviu falar em máfia dos ingressos? Pois é. A empresa envolvida, a BWA, é a dona de 60% dos direitos econômicos do volante Moacir, recém-rebaixado com o Sport, e também é a intermediária da negociação do atleta com o Corinthians.

Nada nessa vida é por acaso e para alguns dirigentes de clubes tudo é biziness*.

*Biziness, termo gobbiano, significa negociata de cartolas em função do próprio bolso e em detrimento dos clubes.


Por: Corinthians: Preto no Branco

Blog do Larissa Beppler

Por Larissa Beppler

Blumenauense de 85, paulistana de 2009. sócia do Sport Club Corinthians Paulista e, acima de tudo, corinthiana incurável.

Comente o post de Larissa Beppler

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

x