A fase é boa ou ruim?

Andrew Sousa

23 anos, acadêmico de Jornalismo na Univali e fiel desde o primeiro de seus dias.

ver detalhes

A fase é boa ou ruim?

Coluna do Andrew Sousa

Opinião de Andrew Sousa

9.5 mil visualizações 80 comentários Comunicar erro

A fase é boa ou ruim?

Mauro Boselli só tem um gol com a camisa do Corinthians

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Bola na área. Love divide com o goleiro, a bola passa ao lado do zagueiro adversário e, no susto, Gustavo bate de canela nela para marcar um de seus nove gols na temporada. Quanta estrela, que fase!

Escanteio para o Corinthians. Henrique cabeceia bem e Boselli, a poucos metros do gol, desvia a bola levemente. Mesmo mudando a direção da redonda, o atacante para no goleiro. Quanto azar, que fase!

Apesar das tônicas completamente diferentes para os dois atacantes do Corinthians, não há como colocá-los em lados distintos na hora de analisar suas fases. A de Gustavo, obviamente, é muito boa - artilheiro do ano e principal jogador da equipe. O ponto, porém, é a de Boselli.

Mesmo sem balançar as redes no ritmo do concorrente, há como dizer que o início de temporada do camisa 17 é ruim? Ainda em período de adaptação, Mauro é participativo, cria cada vez mais oportunidades e, quando tem a bola, esbanja capacidade - é o jogador com mais finalizações totais (15) e certas (7) da equipe no estadual.

Ainda que se pese todos esses pontos positivos, como cravar que um atacante passa por um bom momento se ele não marca gols? É difícil. Puxando um pouco para o folclore do futebol, então, proponho uma outra definição.

Se há mesmo esses momentos de mais sorte dentro da cancha, a "zica" de Mauro Boselli pode ser justificada justamente pela boa fase de Gustavo.

Nas mesas de bar espalhada pelo Brasil, não vai ser absurdo, após um gol "perdido" pelo argentino, dizer: "caramba, a fase do Gustagol é tão boa que o concorrente dele não consegue marca e segue sem ameaçar a posição".

Deixando o rótulo do momento - que é de adaptação, em resumo - de lado, falemos do que realmente interessa: em boa ou má fase, Boselli tem ajudado muito o Corinthians. Sendo assim, não há dúvidas de que ter essa dupla será extremamente bom para o decorrer da temporada.

Quem ganha é o Corinthians - e seu gol vai sair, gringo!

Veja mais em: Mauro Boselli e Gustavo.

Coluna do Andrew Sousa

Por Andrew Sousa

23 anos, formado em Jornalismo na Univali e fiel desde o primeiro de seus dias.

O que você achou do post do Andrew Sousa?