O problema é a falta de ideias, não de qualidade

Andrew Sousa

23 anos, acadêmico de Jornalismo na Univali e fiel desde o primeiro de seus dias.

ver detalhes

O problema é a falta de ideias, não de qualidade

Coluna do Andrew Sousa

Opinião de Andrew Sousa

4.9 mil visualizações 162 comentários Comunicar erro

O problema é a falta de ideias, não de qualidade

Fábio Carille montou o elenco com uma série de contratações

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A conquista do Campeonato Paulista não foi a "cereja do bolo" do primeiro semestre do Corinthians. O motivo? Não tem bolo. Sem uma cara bem definida desde o início da temporada e sofrendo para criar oportunidades, a equipe alvinegra vai para a pausa da Copa América cercada de críticas.

No meio das discussões, a busca por um ou mais culpados é normal. Em meio ao típico imediatismo da análise do país, tudo se divide em: elenco fraco ou falta de ideias do comandante Fábio Carille? Muitos especialistas batem na primeira tecla, assim como a torcida, que insiste no folclórico "tira leite de pedra" para valorizar o professor.

Aproveitando deste espaço para abrir uma discussão, gostaria de destacar os motivos para acreditar que o cerne da questão está mesmo no técnico e não nas peças.

Escolhas a dedo

Desde que teve seu retorno confirmado ao Corinthians, Fábio Carille trabalhou junto da direção alvinegra para montar o elenco para 2019. Em diversas entrevistas, o comandante afirmou ter seus pedidos atendidos, classificando o atual plantel como o melhor que já treinou no CT Joaquim Grava.

Sim, concordamos que não temos nomes tão acima da média como Guilherme Arana, Maycon e Jô, por exemplo, mas há mais peças capazes de manter um bom nível de atuação - se bem distribuídas em campo. Com os nomes que temos do meio para frente, podíamos mostrar bem mais.

Estilo de jogo pouco exigente

Para muitos, a limitação técnica do plantel de Carille atrapalha na execução de suas ideias dentro de campo. Em algumas entrevistas, o próprio treinador creditou uma atuação ruim aos erros individuais, como contra o Santos. Mas aí é que está: o estilo de jogo alvinegro não exige a presença de craques.

Exemplificando melhor: Fernando Diniz sofre com a limitação técnica do Fluminense para aplicar sua filosofia, pautada na saída de bola trabalhada, jogo de posição e ataque de muita movimentação. Neste caso, a qualidade é de fato imprescindível para a engrenagem funcionar.

No Corinthians, por outro lado, Carille monta uma equipe extremamente defensiva, pautada nos contra-ataques. Urso, Jadson, Sornoza e Pedrinho teriam capacidade para se impor em campo, tomando a iniciativa ofensiva. No atual cenário, porém, costumam receber a bola com pouca opção de passe ou tendo mais de 40 metros pela frente até chegar ao gol adversário. A estratégia os atrapalha, não o contrário. Ou alguém enxerga um de nossos jogadores rendendo tudo que pode?

Se o problema fosse qualidade...

Fagner, Henrique, Manoel e Danilo Avelar de um lado. Júnior Urso, Sornoza, Pedrinho e Vagner Love do outro. Qual dos quartetos é melhor? Para mim, claramente o de jogadores de ataque.

Pois então. Mesmo com nomes bastante limitados atrás, Fábio Carille conseguiu dar certa solidez ao sistema defensivo do Timão. Com atletas mais qualificados na frente, tal evolução não ocorre. É um grande indício de que faltam ideias, não capacidade nas peças que tem para usar.

O técnico não consegue desenvolver seu trabalho ofensivo. E isso preocupa. Quando foi questionado sobre a postura defensiva, resolveu escalar a equipe com dois centroavantes, sem qualquer ligação dos meio campistas. Quando está perdendo, faz trocas bastante questionáveis e não consegue alterar o panorama em campo - a não ser pelo fator "abafa".

Além de tudo isso, é válido citar que equipes como o próprio Fluminense, já citado aqui, Botafogo e Santos jogam mais que o Corinthians, tendo, na minha opinião, elencos inferiores.

Diz aí, Fiel!

Mas e você, o que acha? Carille é o principal fator para a falta de produtividade do Timão ou o elenco é mesmo limitado e ele faz o melhor possível com isso? Como a equipe volta a jogar somente em julho, temos bastante tempo para discutir. Então, comenta aí!

Veja mais em: Fábio Carille.

Coluna do Andrew Sousa

Por Andrew Sousa

23 anos, formado em Jornalismo na Univali e fiel desde o primeiro de seus dias.

O que você achou do post do Andrew Sousa?

  • Comentários mais curtidos

    Foto do perfil de Alexandre

    Ranking: 27º

    Alexandre 17195 comentários

    por @alexandre.sccp1

    O ELENCO NÃO É LIMITADO NÃO, ESTA SENDO É MAL TREINADO. PODE SE SIM COLOCAR O TIME MAIS A FRENTE. INCOMODANDO MAIS O ADVERSÁRIO. MAS O CORINTHIANS TEM UMA POSTURA COVARDE SIM. TEM JOGADORES PRA COLOCAR O TIME A FRENTE E NÃO FAZ. Carille TEM TEMPO PRA MUDAR ISSO AGORA. VAMOS VER

  • Foto do perfil de Raoni

    Ranking: 1457º

    Raoni 835 comentários

    por @raoni.albuquerque

    Concordo com tudo que você escreveu, quem diz que ele tira leite de pedra é fã do Carille e quer tirar o foco que a culpa dele, não temos um elenco tão ruim como alguns pensam, está longe de ser o melhor, só que está acima da média de vários clubes, Carille subiu de patamar só que a cabeça para táticas não evoluiu, fica preso em uma só tática e sempre o mesmo esquema, não importa se o jogador está rendendo ou não, ele coloca o cara porque na cabeça dele só tem um esquema

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de Ramon

    Ranking: 17º

    Ramon 22771 comentários

    162º. por @ramon.felipe1

    O problema é essa mentalidade medíocre de entrar pra não levar gol em vez de entrar pra fazer gol.

  • Foto do perfil de Lucas

    Ranking: 121º

    Lucas 5096 comentários

    161º. por @lucat

    Falta uma ideia de ataque posicional onde o time precisa saber o que fazer com a bola, geralmenre a estrategia do Carille é baseada em transição e organização defensiva e isso é um erro, para mim taticamente o time também tem um problema onde as vezes o ponta fica muito isolado fazendo sribles rente a linha lateral e poucas infiltrações, assim como também o sistema de jogo deveria ser melhor, um 4-3-3 com liberdade de movimentação e aproximação seria bom agora o meia de ligação ainda é um problema, mas o sornoza é o garçom do ano com boas jogadas

  • Foto do perfil de Paulo

    Ranking: 99º

    Paulo 5762 comentários

    160º. por @pc.olimpia

    Concordo que não estamos bem, também que o nosso técnico em certas ocasiões escala mal o time, no entanto, colocá-lo abaixo do Fernando Diniz é contradizer nossos pedidos anteriores para sua recontratação.

  • Foto do perfil de Felipe

    Ranking: 30º

    Felipe 15442 comentários

    159º. por @lipao88

    Tá faltando uma série de coisas... Veremos se de fato irá melhorar

  • Foto do perfil de Elisandra

    Ranking: 131ª

    Elisandra 326 comentários

    158º. por @elisandra.de.almeida

    A maneira como o Carille pensa em jogar marcando setores é preciso ter um atacante de velocidade pra quando o time tiver posse de bola sair em velocidade para o ataque.O time todo é lento e nós não temos esse atacante.

  • Foto do perfil de Jean

    Jean 13 comentários

    157º. por @jean.lucas.moreira

    Só discordei na parte de que botafogo joga mais que nós, pra mim o nível de futebol é igual e que o Santos tem um elenco inferior, o elenco do Santos é melhor que o nosso, é só analisar as peças individualmente

  • Foto do perfil de Luiz

    Ranking: 12º

    Luiz 26390 comentários

    156º. por @luiz.fernando.balest

    O esquema tático de Carille requer muito das condições físicas dos atletas e obriga chutões e mais chutões para o ataque que nunca tem ninguém!

  • Foto do perfil de Thiago

    Ranking: 65º

    Thiago 7468 comentários

    155º. por @thiagopr

    Sobre o Carille a critica é a mesma, sinto uma certa incoerência dele quando fala que não desiste de jogador, outro grande problema é a falta de oportunidade para jogadores da base, Oya, Marquinhos, Bilu precisam ser emprestados para jogarem?, também tem a teimosia por certas escolhas por Henrique, Clayson, Avelar, Richard que são questionáveis.
    Já o nosso elenco não é tão bom quanto muita gente pensa que é, temos muitos jogadores acima dos 30 anos, e poucos jovens abaixo dos 23 anos Carlos Augusto, Bruno Mendez, Pedrinho, Vital, também falta opções não temos 1 jogador para jogar no lado direito, temos poucos jogadores de velocidade, mas mesmo assim da para jogar muito melhor do que vem jogando.

  • Foto do perfil de Tiago

    Ranking: 1648º

    Tiago 753 comentários

    154º. por @tiago.frozza

    Até que enfim, alguém escreveu algo, que ia veio comentado.
    estou contigo.
    O Carille tem crédito? Sim, ele tem.
    Mas está a 6 meses e não fez o time jogar, acho que está um pouco arrogante e a galera aqui diz que os contra estão na onda.
    Não estamos pedindo um troca e sim assuma que tá mal e que vai melhorar. Porém não vejo isso acontecendo e meu prazo com o Carille acaba no 3 jogo após Copa América. Após isso poderei fazer uma nova avaliação, mas se o time jogar com esta postura covarde no primeiro jogo. Pode fazer as troxinha.

  • Foto do perfil de Andre

    Andre 29 comentários

    153º. por @andre.holmo3

    Meus amigos, o Corinthians não se classificou contra o Flamengo porque o Fagner não jogou (nosso melhor jogador). Não se classificou porque Henrique e Manoel são ruins, mas mesmo assim são melhores que os outros. Não se classificou porque o Avelar não passa do meio campo.. Ano passado quando ia para o ataque levávamos gol nas costas dele. Não se classificou porque o Ralf não acerta um passe de 2 metros mas precisamos muito dele em campo porque Henrique e Manoel são fracos. O Corinthians não se classificou porque o Clayson só corre e não consegue executar um drible. Não se classificou porque Sornoza é ruim demais e o Jadson está velho. Não se classificou porque o Junior Urso não está aguentando os 90 minutos e não temos ninguém que possa substituí-lo com a mesma qualidade. Não classificamos porque o Pedrinho estava com a seleção. Não classificamos também porque goleiro do Flamengo foi eficiente.

    A culpa é mesmo do Carille?

    Tem gente aqui falando que ele não é mais o mesmo de 2017. Só podem estar de brincadeira!

    Se o Carille conseguir mais um título com esse elenco tem que fazer uma estátua pra ele!

    Em 2017 tínhamos Arana que é 50 vezes melhor que o Avelar. Tínhamos Balbuena e Pablo! Tínhamos Rodriguinho e Jô. Tínhamos Gabriel em sua melhor fase. Tínhamos Maycon voando. Senhor Andrew, recomendo pensar melhor antes de publicar essas bobagens.