Por que rosa?

Corinthian-Casuals

Aqui no Blog do Corinthian-Casuals você encontra o dia a dia do clube que originou a criação do Sport Club Corinthians Paulista.

ver detalhes

Por que rosa?

Coluna do Chris Watney

Opinião de Corinthian-Casuals

10 mil visualizações 31 comentários Comunicar erro

Por que rosa?

Danilo usou a camisa rosa e marrom do Casuals

Foto: Miguel Schincariol / Gazeta

Por que rosa? Por que nós, um clube com tanta história sobre a nossa camisa branca, escolheu jogar de rosa?

Eu sei, eu sei… essa é uma pergunta que já me fizeram várias vezes, e acredite em mim, eu me perguntava sobre isso mais ainda. Eu já ouvi milhares de histórias sobre as explicações que se falava por aí.

Uma vez, me contaram sobre um boato que dizia que nossa camisa sempre foi marrom e rosa, e que as camisas brancas - acidentalmente - perderam a cor durante a lavagem! Eu posso te prometer: essa não é a história!

Claro que as camisas do Corinthian FC sempre foram brancas - acho que todos sabem disso. E a camisa branca ficou famosa no mundo, se tornando possivelmente a mais influente e copiada camisa da história. Afinal de contas, não só o SC Corinthians Paulista foi inspirado por ela, mas também o Real Madrid. E quantos clubes eles mesmos tem inspirado durante esses 100 anos desde que começaram a jogar?

Recentemente, eu estive em Zurique entrevistando Joseph Blatter para o nosso filme “Vai Corinthians - Brothers in Football”. Ele ficou impressionado ao ouvir a história de que não só o Real Madrid - de quem ele é torcedor - como também seu time local na Suíça usam o branco como homenagem a nós.

Mas isso foi o Corinthian, é claro. E eu sei, que a maioria de vocês sabem, que o “Pink and Brown” pertence ao nosso outro pai - o Casuals FC. Casuals FC foi outro time, muito parecido com o Corinthian FC na sua cultura. Eles vieram de uma escola e comunidade muito parecida com a nossa, e também acreditavam no amadorismo. Eles não ficaram tão famosos pelas turnês e não conquistaram tudo que o Corinthian conseguiu, mas também não fizeram feio 100 anos atrás.

Fundados por um homem chamado F. Bickley, a lenda dizia que as cores rosa e marrom eram, na verdade, cores de corridas - uma vez que Bickley era um entusiasta da corrida de cavalos. Entretanto, essa história é cercada de mistérios já que o Casuals foi fundado em 1883 - e recentemente se descobriu que o Sr. Bickley só teve seu primeiro cavalo alguns anos depois.

Outra sugestão foi que o marrom e rosa pudessem ser uma combinação das cores de duas escolas, onde a maioria dos jogadores estudou na juventude: essas escolas se chamavam Charterhouse e Westminster.

Mas, de novo, é difícil acreditar na versão completamente. E apesar disso, independente da história, por que então nós - o Corinthian-Casuals - escolheríamos jogar usando as cores do Casuals FC e não a mais famosa e icônica versão branca do Corinthian FC?

Alguns dizem, que isso foi decidido quando escolhemos o nome, em 1939. Isso porque o Casuals ficou em segundo na ordem dos nomes, e as cores foram escolhidas como forma de compensação. (E aí, talvez, poderíamos estar usando branco agora e nos chamarmos Casuals-Corinthian FC?!).

Uma outra teoria é que o Corinthian escolheu se unir ao Casuals FC para que eles pudessem jogar a liga e a copa de futebol - já que antes de 1939 o Corinthian FC era proibido pelas regras do clube a disputar competições por prêmios. Sendo assim, após a união, teria ficado decidido que o uniforme branco seria usado para exibições e turnês, enquanto o marrom e rosa para jogos competitivos. Isso protegeria a tradição da camisa.

Porém, a história que explica o porquê de jogarmos em marrom e rosa é muito mais simples.

De 1950 até 1998 o clube alternava os kits de uniforme com regularidade, mas muito mais frequentemente era a camisa branca do Corinthian a que era usada. E de fato, durante toda a década de 80 e 90, o Corinthian-Casuals jogou de branco. Até 1998.

E, infelizmente, a questão por trás da mudança foi o dinheiro. O Corinthian-Casuals estava desesperadamente pobre em 1998. Até aquele momento, haviam 10 anos que já estavámos em nossa ‘nova casa’ - nosso primeira sede - e ainda continuávamos pagando o preço por isso. Portanto, cada centavo precisava ser poupado.

Foi nesse clima que o comitê executivo precisou discutir onde iríamos arrumar o dinheiro para fazer nossos kits de uniforme. Precisávamos de um novo kit em branco e um novo em marrom e rosa (pra ser usado como nosso segundo uniforme). E então, nosso técnico na época, Trevor Waller - que dirigia a equipe durante nossa tour em 2001 - teve a ideia brilhante.

Ele sugeriu, “Se nós trocarmos para o uniforme marrom e rosa toda semana, não vamos precisar comprar um kit branco, porque nunca teremos as mesmas cores de outros times!”. E então, a decisão salvou algumas importantes libras naquela época - e desde então nunca trocamos de volta.

Atualmente nós temos um uniforme branco, é claro - especialmente porque a liga agora nós faz jogar de branco se enfrentamos um time de vermelho! E é claro, a maioria dos jogadores prefere a camisa branca - mas… o rosa e o marrom viraram quase a nossa identidade hoje em dia.

No Brasil, obviamente, tivemos que usá-la quando enfrentamos o SC Corinthians Paulista, uma vez que eles também jogam de branco… E agora, por aí, também ficamos conhecidos como time de rosa também - mesmo que isso não seja muito popular com alguns…

Quando eu entrei no clube eu não podia acreditar nas cores… Ainda é engraçado o começo de cada temporada, quando novos garotos chegam ao vestiário e vêem o uniforme pela primeira vez: eles quase saem correndo pela porta…

Mas, essa é a história que explica o porquê do rosa. Nós sabemos, é um pouco estranho. Mas então, neste ano, somente dois times no mundo tem um uniforme branco e outro em rosa: nós mesmos e o Real Madri. Então, isso não pode ser tão mal assim, né?

Coluna do Chris Watney

Por Chris Watney

Jogador do Corinthian-Casuals desde 1999, Chris esteve na passagem do clube aqui no Brasil em 2001. Hoje Chris também trabalha como diretor comercial e de marketing do Corinthian-Casuals.

O que você achou do post do Chris Watney?