O problema de Araos

Lucas Faraldo

Escrevendo sobre o Corinthians desde 2014

ver detalhes

O problema de Araos

Coluna do Lucas Faraldo Knopf

Opinião de Lucas Faraldo

23 mil visualizações 130 comentários Comunicar erro

O problema de Araos

Araos, à esquerda, sofre com adaptação há um ano e meio no Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr./ Ag. Corinthians

Araos parece ter dificuldade com interações sociais e nada me tira da cabeça que esse é o principal problema para ele ainda não estar bem no Corinthians.

Jogar bola já provou que joga, seja na Universidad do Chile, onde chamou atenção de diretoria e comissão técnica (essa última então comandada por Osmar Loss) corinthianas, ou na seleção chilena sub-23, onde vem se destacando já ao longo desse um ano e meio como jogador do Timão - não à toa já recebeu propostas de até R$ 23 milhões (ver no vídeo).

No Corinthians, claro, há toda uma adaptação em se tratando de um jovem estrangeiro. O chileno em questão chegou ao CT Joaquim Grava em meados de 2018 com 21 anos de idade como promessa (hoje já tem 23 e segue despertando otimismo nos bastidores).

E pelo o que já ouvi de colegas do Corinthians e também jornalistas do Chile é nessa questão da adaptação que está o problema. A "falta de personalidade" do jovem inclusive foi citada por um colega de imprensa chileno numa entrevista concedida aqui ao Meu Timão.

E aí o resto é história: Carille não teve paciência com Araos em 2019, e o clube emprestou o meia. Mais tarde na mesma temporada seria externado um racha do treinador com os jogadores mais jovens do elenco. Havia uma dificuldade de Carille em lidar com quem não fazia parte daquele grupo de atletas mais experientes e constantemente escalados por ele

Vamos ver agora se Tiago Nunes tem o tato que faltou ao antecessor. Afinal está cada vez mais claro que um treinador, para ser bem sucedido, não tem de saber só sobre tática. Ou só sobre lidar com seres humanos. O segredo está na combinação das duas coisas. Exemplo máximo a nível mundial é Klopp. A nível nacional, Tite. Nesse sentido, o atual técnico do Corinthians parece ser da mesma escola da dupla citada...

Em resumo: a dúvida sobre Araos não pode ser "é jogador para jogar no Corinthians?". Tem de ser "quais os motivos para a adaptação estar travada? Como resolver? Onde e como ser escalado depois disso?". Já passou da hora de essa situação ser trabalhada pelo clube.

E uma última observação: é quase um crime, com nomes como Araos e até Mateus Vital, o Corinthians tentar insistentemente, por exemplo, a contratação de Nikão, do Athletico. Estamos falando de um Corinthians endividado até o pescoço. E de um Araos que custou mais de R$ 15 milhões - abaixo somente de Luan, é o maior ativo do clube nos últimos anos.

É preciso o clube trabalhar melhor o que já tem em mãos. É preciso o clube trabalhar melhor as contratações. É preciso o clube trabalhar melhor. Ou seria preciso, para conseguir tudo isso, o clube passar por mudanças de araos, digo, ares?

Veja mais em: Ángelo Araos e Mercado da bola.

Coluna do Lucas Faraldo Knopf

Por Lucas Faraldo Knopf

Jornalista pela ECA-USP e ex-Esporte Interativo, Jovem Pan e Lance!. Hoje trabalha no Meu Timão. Autor do livro 'Impedimento - Machismo, racismo, homofobia e elitização como opressões no futebol'.

O que você achou do post do Lucas Faraldo?