A visão de um flamenguista sobre o Corinthians

Lucas Faraldo

Editor e apresentador no canal do Meu Timão no YouTube

ver detalhes

A visão de um flamenguista sobre o Corinthians

Coluna do Lucas Faraldo Knopf

Opinião de Lucas Faraldo

30 mil visualizações 235 comentários Comunicar erro

A visão de um flamenguista sobre o Corinthians

Vagner Mancini em seu segundo jogo no Corinthians

Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians

A visão desse flamenguista sobre o corinthians diz muito sobre o jogo.

Por mais louco que pareça, um 4 x 5 hoje teria sido um resultado completamente plausível pelas chances que os dois times criaram. Há uma semana, dava pra imaginar o Corinthians tomando uns 5, 6, 7 desse mesmo Flamengo, sem nem chutar no gol.

O time dos caras é bom e está muito acima em planejamento de trabalho. O Corinthians mesmo assim mostrou um poder de reação que vexatoriamente não conseguiu nem chegar perto, com um a mais, contra o Ceará semana passada.

O Corinthians, depois daquelas atuações sem nenhuma evolução, de engatar aqueles empates contra Atlético-GO, Red Bull Bragantino e Santos B, arrancou importantes pontos num bom jogo contra o Athletico e encarou o Flamengo como dava, numa primeira semana incompleta de trabalho do Mancini. Fomos jantados pelo elenco deles, pela riqueza de ideias, velocidade, força física... Mas criamos chances, fizemos o bom goleiro Hugo trabalhar quase "à la Walter" em alguns momentos. Fomos minimamente competitivos. É uma evolução.

De forma geral, falando por mim: deu gosto de ver, mas deu dó também.

Resta seguir de olho torcendo, claro, por uma evolução constante. Nessas duas primeiras partidas, vi evoluções claras. O time chuta mais, já começa o jogo indo pra cima. É um mínimo necessário pra jogar futebol. O Mancini tem entre Vasco e América-MG uma semana só de treino. E já vejo hoje competitividade suficiente pra ganhar os dois.

O placar de 5 a 1 não é uma métrica justa pra analisar o trabalho do Mancini, mas sim pra mostrar o abismo construído nesses últimos anos em termos de eficiência esportiva se comparar as gestões dos dois clubes de maior potencial de marca do país.

O que o 5 a 1 simboliza pra mim é a chacota. O Corinthians hoje é freguês do Flamengo. E essa sim é uma métrica justíssima, se pensar onde os clubes podem chegar. E que hoje tem peso 5:1 (quase literalmente se comparar os valores calculados pelos site de apostas).

5 a 1 é o Corinthians, nesse caso simbolicamente contra o Flamengo, chegar sempre como óbvio azarão, cada vez com um técnico diferente, imerso num monte de contratações pouco eficientes, umas mesmas carências de elenco que já duram anos, agora salários atrasados... O passeio já ser uma tragédia praticamente anunciada é que pega no calo do torcedor.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro, Vagner Mancini e Torcida do Corinthians.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna do Lucas Faraldo Knopf

Por Lucas Faraldo Knopf

Jornalista pela ECA-USP e ex-Esporte Interativo, Jovem Pan e Lance!. Hoje trabalha no Meu Timão. Autor do livro 'Impedimento - Machismo, racismo, homofobia e elitização como opressões no futebol'.

O que você achou do post do Lucas Faraldo?

x