Recado do Atlético-MG de Hulk ao Corinthians de Roger Guedes e outros reforços

Lucas Faraldo

Editor e apresentador no canal do Meu Timão no YouTube

ver detalhes

Recado do Atlético-MG de Hulk ao Corinthians de Roger Guedes e outros reforços

Coluna do Lucas Faraldo Knopf

Opinião de Lucas Faraldo

384 mil visualizações 414 comentários Comunicar erro

Recado do Atlético-MG de Hulk ao Corinthians de Roger Guedes e outros reforços

Roger Guedes teve atuação diferente e foi participativo nos ataques do Corinthians

Foto: Rodrigo Coca/Ag Corinthians

O Corinthians de Roger Guedes, Willian, Renato Augusto e Giuliano tem um fato em comum na temporada com o Atlético-MG. Se o Timão foi quem melhor contratou reforços na janela de transferências de meio de ano, o Galo foi esse clube na janela do começo de 2021.

E o que se tira disso? Diante de por exemplo mais uma boa (mas diferente) atuação de Roger Guedes pelo Corinthians, um recado do Atlético-MG: mesmo os reforços sendo muito bons, o time vai oscilar até podermos afirmar se deu certo ou errado.

O Atlético-MG de Cuca, Nacho e Hulk tem início em março, no Campeonato Mineiro. Mesmo num Estadual com rivais fracos, o Galo teve início conturbado com atuações muito burocráticas mesmo quando vencia. E ainda perdeu um clássico para o Cruzeiro.

Esse clássico teve péssima participação de Hulk, que pouco fez além de tomar um cartão vermelho. Ali havia muito torcedor pedindo a saída de Cuca e dizendo que Hulk era uma piada.

Hulk protagonizou confusão e foi expulso na derrota do Atlético para o Cruzeiro

Hulk protagonizou confusão e foi expulso em Cruzeiro 1 x 0 Atlético, em abril

Reprodução/TV

O Atlético-MG começa então a engrenar com variações e atuações cada vez mais convincentes dos reforços um mês depois, no fim de abril, e é campeão mineiro ainda oscilando boas e más atuações até o fim de maio, quando estreia com derrota no Campeonato Brasileiro.

Dali em diante, o Galo ainda teve leve oscilação em junho. E aí sim engata a sequência regular e de altíssimo nível que sustenta até hoje. Não à toa, líder no Brasileiro e um dos favoritos a título na Libertadores e na Copa do Brasil. Hulk já tem 20 gols no ano.

Ou seja, oscilar faz parte mesmo num elenco considerado um dos dois melhores do país. O do Corinthians, que bem reforçado passa a brigar com favoritismo pela vaga na Libertadores de 2022, ainda sequer colocou os reforços pra ganharem uma primeira sequência.

O Galo oscilou por meses durante um Campeonato Mineiro. Cobrar excelência do Corinthians pra já no Campeonato Brasileiro? Sem os reforços terem jogado juntos uma vez sequer? Imediatismo não ajuda.

Falar que o Corinthians não testou nada de novo depois do tropeço de terça contra o Juventude é ignorar, por exemplo, a boa (mas diferente) atuação de Roger Guedes.

Em função completamente diferente contra o Atlético-GO, flutuou como falso 9. A bola pouco chegou a ele como referência, mas em todos os ataques perigosos do Corinthians com bola rolando lá estava ele abrindo espaços, chamando marcação, dando passes ou finalizando.

Podem conferir:

  • 00:01 | Roger Guedes desafoga lado direito e aciona Fagner, que finaliza
  • 00:27 | Roger Guedes desafogo lado direito e aciona Fagner, que cruza para o próprio Roger Guedes finalizar
  • 00:51 | Roger Guedes troca de posição com Giuliano e é quem aciona Gabriel Pereira no lance do gol; enquanto GP avança em velocidade centralizando, Roger Guedes avança ainda mais rápido para o lado, arrastando marcação e permitindo que GP ficasse no 1x1 pra driblar

É pouco? Lógico! Mas o time, aos poucos, vai ganhando novas estratégias. Roger Guedes, em seu segundo jogo, já é testado numa segunda função. Ainda buscando ritmo de jogo e sem companheiros que tendem a acioná-lo melhor que ontem. E num recorte otimista de só dois jogos disputados dá resposta até mais rápida que o Hulk de março no Atlético.

Imaginem que testes similares devem ser feitos por Sylvinho com Willian, que ainda nem estreou, e Renato Augusto, que vai se preparando fisicamente. E Giuliano pode crescer em repertório com toda essa turma junta a partir das próximas rodadas...

Tem Xavier entrando bem, Mantuan voltando a ser relacionado (e espero eu jamais de novo preterido por Marquinhos), Gabriel Pereira ganhando confiança (lembra o início de Adson)...

O Corinthians vai melhorar. Calma. No meio de tudo isso, se seguir perdendo pouco e se mantendo no G6, é tempo ao tempo pra lá na frente ver ser deu certo ou deu errado.

Veja mais em: Mercado da bola, Contratações do Corinthians, Róger Guedes, Willian, Giuliano, Renato Augusto, Sylvinho e Campeonato Brasileiro.

Este texto é de responsabilidade do autor e não reflete, necessariamente, a opinião do Meu Timão.

Coluna do Lucas Faraldo Knopf

Por Lucas Faraldo Knopf

Jornalista pela ECA-USP e ex-Esporte Interativo, Jovem Pan e Lance!. Hoje trabalha no Meu Timão. Autor do livro 'Impedimento - Machismo, racismo, homofobia e elitização como opressões no futebol'.

O que você achou do post do Lucas Faraldo?

x