O recado a Vítor Pereira por uma mudança de rota no Corinthians

Luis Fabiani

Estudante de Jornalismo no Mackenzie. Desde janeiro de 2020, estagiário do Meu Timão. Estou também diariamente na Rádio Mackenzie.

ver detalhes

O recado a Vítor Pereira por uma mudança de rota no Corinthians

Coluna do Luis Fabiani

Análise de Luis Fabiani

63 mil visualizações 187 comentários Comunicar erro

O recado a Vítor Pereira por uma mudança de rota no Corinthians

Vítor Pereira precisa rever algumas de suas convicções à frente do Corinthians

Foto: Danilo Fernandes / Meu Timão

O termo "mudança de rota" foi utilizado pelo presidente Duilio Monteiro Alves em coletiva de imprensa, após uma derrota do Corinthians para o Santos, que culminou na demissão do técnico Sylvinho. Na ocasião, o dirigente alvinegro fez uso de sua fala para justificar uma troca na comissão técnica e, por consequência, na metodologia utilizada no dia a dia do CT Joaquim Grava.

Em um contexto completamente diferente, onde uma demissão, não deve nem ser cogitada, Vítor Pereira parece também precisar de uma mudança de rota. E a lógica parte de uma declaração do próprio treinador, logo após o choque de realidade que foi a derrota por 2 a 0 para o Flamengo, na Neo Química Arena.

"Estamos com dificuldades na frente. Temos o Giovane, que era a única solução que tínhamos no banco. Tínhamos o Róger, que pode jogar como externo, mas, em minha opinião, não consegue trabalhar como eu entendo, portanto, precisamos passar o Yuri no corredor e passar o Róger mais centralizado", afirmou o português, em coletiva.

Em uma simples fala, Vítor Pereira se mostra irreversível na ideia de adequar os jogadores à forma que gosta de jogar. E o discurso de que o elenco é limitado, o qual realmente fazia sentido semanas atrás, cai por terra quando o próprio treinador é quem parece limitar suas alternativas, já que sabidamente, Yuri Alberto e Róger Guedes deixaram seus setores mais confortáveis para seguir uma proposta da comissão.

A necessidade de ter pontas que façam o serviço "de área à área", citado pelo treinador na declaração acima, está muito mais ligada à forma como o Corinthians joga do que necessariamente a alguma tendência do futebol mundial. E este pensamento, mesmo após as excelentes contratações que fez de um ano para cá, levou a equipe a ter Gustavo Silva e Adson como titulares no principal jogo do ano. Essa responsabilidade não deveria caber a eles.

A ausência de Róger Guedes em campo pela indisposição na marcação faz sentido apenas na forma que o Corinthians joga, longe de ser a mais adequada a quem, de fato, pode levar o time "nas costas". A proposta de jogo parece potencializar muito mais aqueles que não vão decidir as grandes partidas, como os "miúdos", que carregam a principal virtude do treinador nestes cinco meses de trabalho.

E claro, não só o camisa 9 parece desconfortável com a maneira da equipe jogar. Renato Augusto, Giuliano, Willian, Maycon e Fagner, por exemplo, podem não estar rendendo abaixo do esperado por mera coincidência ou falta de vontade.

Quando desfalcado, a comissão técnica do Corinthians apostou em um time competitivo capaz de conseguir resultados a curto prazo, sem pensar em voos maiores ou grandes projetos. Com os retornos, o tempo de treinamento, e as decisões a caminho, é necessário que o time dê uma resposta também em desempenho.

Seja em uma troca de esquema (um 4-4-2 pode ser interessante), de postura, ou até mesmo de metodologia, urge a necessidade de Vítor Pereira mudar de rota. É hora do treinador do Corinthians abrir mão de algumas convicções, se adequar àquilo que o elenco oferece e não inverter os papéis.

Veja mais em: Vítor Pereira.

Coluna do Luis Fabiani

Por Luis Fabiani

Estudante de Jornalismo no Mackenzie e entusiasta das categorias de base do Corinthians. Desde 2020, estagiário do Meu Timão.

O que você achou do post do Luis Fabiani?

  • Comentários mais curtidos

    Foto do perfil de Rafael

    Ranking: 3376º

    Rafael 541 comentários

    @rafael.molina2 em

    Porque não tentar algo assim? Talvéz a única maneira de reverter essa situação é tentando algo novo, porque do jeito que está vai ser complicado

  • Foto do perfil de Girotti

    Ranking: 472º

    Girotti 2782 comentários

    @edvaldo.girotti em

    Sou fã do Vitor pelo que fez pela base ele e diferenciado. Mas agora colocar ponta de 9 Que é o Roger, e colocar o 9 de ponta que é o Yuri.

    Se for pra fazer isso então não deixa se o Mantuan sair e nem contratasse Yuri que vai custar 30 milhões só por empréstimo de 1 ano.

    Ontem Fabio de lateral barra zagueiro e com Piton de ponta esquerda com Yuri e Mosquito na direita é onde ele rende mais.

    Muito mal muito perdido Vitor Pereira

  • Publicidade

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de Odilon

    Ranking: 1551º

    Odilon 1128 comentários

    187º. @ratazana em

    Vitor Pereira deixa muito a desejar em termos de escalação, conjunto, jogadas ensaiadas, cada jogo um time, então fica difícil para os jogadores!

  • Foto do perfil de Biodados

    Ranking: 982º

    Biodados 1628 comentários

    186º. @miguelito.bom.retiro em

    Caro Luis Fabiani, o único 4:4:2 possível se você não tem dois pontas de área a área, é imitar o time de Tite que tinha Guerrero e Pato. Usa dois meias por fora no meio do campo, porque eles não vão de área a área, pode ser Renato pela direita e WIllian pela esquerda, com dois volantes no meio, que podem ser Cantillo e Fausto ou Du, porque Cantillo joga bem como volante se for lado a lado com outro, ele joga como no futebol argentino, são dois volantes que fazem primeiro e segundo se revezando. E ai você tem dois na frente, Yuri e Guedes. Resumindo, 4:4:2 como Tite jogou, com dois meias nas laterais. Mas eu acho que só saindo da Libertadores para Fernando Lázaro poder assinar súmula que você vai ver uma mudança assim...

  • Foto do perfil de Juliane Bauer

    Ranking: 1634º

    Juliane 1069 comentários

    185º. @juliane.bauer14 em

    Concordo com você

  • Foto do perfil de REGINALDO

    Ranking: 2930º

    Reginaldo 632 comentários

    184º. @reginaldo.guedes.de. em

    O problema é que continuamos sem ataque e sem atacantes, nosso time não tem raça, logo não agride os adversários, nossos atacantes mais parecem moças, pedindo licença para passar.

  • Foto do perfil de granja de ovos

    Granja 1 comentário

    183º. @granja.de.ovos em

    Dificuldades na frente, em 3 jogos, toma 4 gols e faz 1, eu diria que está com dificuldades em todos os setores.

  • Foto do perfil de Marcelo

    Ranking: 6762º

    Marcelo 242 comentários

    182º. @marcelo.aparecido.d2 em

    Concordo com a matéria, se o Vitor Pereira não tem e provavelmente nem vai ter no elenco jogadores que não vão dar vida ao esquema de jogo que ele entende como ideal é melhor então ele se adaptar a outro tipo de formação, pois no futebol insistir em algo que funciona mais ou menos é o mesmo que insistir em algo que nunca vai funcionar, e se ele ainda não percebeu aqui no Brasil ou da certo logo de cara ou não...

  • Foto do perfil de João lucas

    Ranking: 1892º

    João 933 comentários

    181º. @joao.lucas73 em

    Porque o estagiário não demite o Vitor Pereira e assume ele? Os "entendidos" sabem tudo, o Vitor Pereira é quem não sabe nada.

x